Nota Metodológica



Baixar 4,88 Kb.
Encontro05.09.2018
Tamanho4,88 Kb.

Nota Metodológica:

No âmbito da minha tese de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde, estou a fazer a validação para o português de uma escala de auto-avaliação da puberdade e ainda a estudar a relação entre a fase de desenvolvimento pubertário e alguns sintomas psicológicos.



Para tal, irei usar um formulário de consentimento informado (que será preenchido pelos pais/encarregados de educação, visto que os estudantes que constituem a amostra são menores de idade) e ainda 2 questionários:

  • A “Escala de auto-avaliação da puberdade” (EAP), versão portuguesa de A. Crisóstomo, D. Couto, D. Marques & A. A. Gomes, 2012, adaptada com autorização a partir da versão original de Carskadon & Acebo, 1993. O questionário é para ser respondido por crianças/jovens, a partir dos 9 anos de idade. É composto por 3 questões comuns a ambos os sexos, 2 questões específicas para rapazes e 2 questões destinadas a raparigas.



  • O “Youth Self-Report” (YSR), versão portuguesa de M. Gonçalves, P. Dias & B. C. Machado, adaptada com autorização a partir da versão original de Achenbach, 1991. O questionário destina-se a ser respondido pelas crianças/jovens e é composto por 112 itens, cada um dos quais com 3 opções de resposta.



  • O “Strengths and Difficulties Questionnaire” (SDQ) de Goodman, Meltzer e Bailey (1998), na versão portuguesa oficial (Goodman 2005). Será utilizada a versão de auto-resposta, para idades dos 11 aos 16 anos. O questionário é composto por um bloco de 25 itens, mais um suplemento de 5 questões.

A amostra será de conveniência e constituída por um mínimo de 300 e um máximo de 500 estudantes, entre os 11 e os 15 anos de idade, que frequentem os 2º e 3º ciclos de Ensino Básico. A distribuição prevista da amostra será de cerca de 60 estudantes por cada ano de escolaridade. Os inquéritos serão passados por mim em sala de aula.


Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal