Normas para a entrega do artigo



Baixar 12.83 Kb.
Encontro16.01.2020
Tamanho12.83 Kb.

Normas para a entrega do artigo

A artigo deverá obedecer às seguintes normas técnicas:



  1. O texto deverá ser digitado em fonte Times New Roman, corpo 12, formato letter, espaço 1,5 cm.



  1. Folha de rosto – Título em português; nome do autor, seguido de créditos acadêmicos e profissionais (no máximo três titulações); endereço postal e eletrônico do autor; número de telefone



  1. Folha de resumo – Resumo em português (máximo de 100 palavras - aproximadamente 580 caracteres com espaço); palavras-chave em português (no mínimo três e no máximo cinco palavras); título em inglês, compatível com o título em português; abstract em inglês, compatível com o texto do resumo; keywords em inglês, compatíveis com as palavras-chave.



  1. Texto – O corpo do texto (sem contar as folhas de rosto e de resumo) deverá apresentar somente o título do trabalho e conter de 5 a 10 laudas com 2.000 caracteres com espaço cada uma.

Referenciamento

  1. A referência a autores deverá ser feita no corpo do texto, somente mencionando o sobrenome, acrescido do ano da obra.

Ex.: (GREEN, 1982)

  1. Em caso de autores cujo ano do texto ou da obra é importante, colocar o ano em que foi escrito o texto ou a obra seguido do ano da edição utilizada.

Ex.: (FREUD, 1915/1974)

  1. Caso haja coincidência de datas de um texto ou obra, distinguir com letra (1915a, 1915b), respeitando a ordem de entrada no artigo.



  1. Em caso de compilação de textos de um mesmo autor em uma obra, colocar o ano do texto seguido do ano da edição da obra utilizada.

Ex: (LACAN, 1946/1966)

  1. Caso haja vários autores, todos deverão ser citados, usando-se “e” ou “&”.

Ex: (PRIGOGINE & STENGERS, 1984)

  1. Em caso de citações textuais, entre aspas, deverá ser indicada a página.

Ex: “É que o saber não é feito para compreender, ele é feito para cortar” (FOUCAULT, 1984, p.28).

  1. Citações textuais com menos de três linhas, entre aspas, deverão ser mantidas no corpo do texto.



  1. Citações textuais com mais de três linhas deverão aparecer em destaque, observando um espaço do tabulador à esquerda, espaço simples, e digi­tadas em Times New Roman, corpo 10.

Referencias Bibliográficas

As referências bibliográficas devem aparecer no final do artigo, em ordem alfabética de sobrenome. A lista se guiará pela ordem cronológica dos textos, ou seja, as obras de um mesmo autor devem ser listadas segundo o ano de publicação das mesmas.

Devem obedecer à seguinte ordem de itens:


  1. Livro – sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano da edição – antecedido, se for o caso, pelo ano em que foi escrito – entre parênteses, título em itálico, cidade, editora.

Ex: FOUCAULT, M. (1984) Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal.

LACAN, J. (1959-1960/1988) O Seminário livro 7, A ética da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.



  1. Citação de Freud – sobrenome em caixa alta, ini­ciais do autor, ano em que foi escrito e ano da edição entre parênteses, título da edição utilizada em itálico, cidade, editora. Em seguida, o título do artigo entre aspas, volume e páginas.

Ex.: FREUD, S. (1975) The standard edition of the complete psychological works. Londres: Hogarth Press.

(1900) “The Interpretation of dreams”, v.IV e V, p.1-734.



(1915) “Repression”, v.XIV, p.141-158.

  1. Artigo de livro – sobrenome em caixa alta, ini­ciais do autor, ano da edição entre parênteses, título do artigo entre aspas, seguido de in (sem itálico) e do nome do coordenador, título do livro em itálico, cidade, editora.

Ex.: ANDRADE, R. (1995) “A teoria das pulsões no romantismo alemão”, in MOURA, A.H. (org.). As pulsões. São Paulo: Escuta.

  1. Capítulo ou parte de livro – sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano da edição entre parênteses, título da parte en­tre aspas, seguido de in e do título do livro em itálico, cidade, editora.

Ex.: LACAN, J. (1946/1966) “Propos sur la causalité psychi­que”, in Écrits. Paris: Seuil.

  1. Artigo de revista – sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano da edição entre parênteses, título do artigo (sem aspas), nome da revista em itálico, volume (v.), número (n.), cidade, editora, páginas (usar p. para o singular e o plural).

Ex.: SAFRA, G. (2000) Uma nova modalidade psicopatológica na pós-modernidade: os espectrais. Psychê, ano IV, n.6. São Paulo: Unimarco, p.45-51.

  1. Dissertações e teses – sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano de defesa, título entre aspas, tipo de trabalho, programa, instituição, cidade.

Ex.: VIDAL, P.E.V. (2005) “Declinando o declínio do pai”. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica, Instituto de Psicologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

  1. Artigo publicado em revista eletrônica – sobrenome em caixa alta, iniciais do autor, ano de publicação entre parênteses, título do artigo, nome da revista em itálico, volume (v.), número (n.), endereço eletrônico e data da consulta.

Ex.: DI MATTEO, V. (2005) Fenomenologia do espírito e psicanálise: aproximações. Revista Eletrônica Estudos Hegelianos, ano II, n.2. Disponível em: http://www.hegelbrasil.org. Acesso em: 10 mar 2006.

Baixar 12.83 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa