Microsoft Word protocolo de vinculaãÃo da gestante final doc


COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES DE SERVIÇOS E PROFISSIONAIS



Baixar 1,26 Mb.
Página9/37
Encontro30.11.2019
Tamanho1,26 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   37

COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES DE SERVIÇOS E PROFISSIONAIS


Considerando que todas as etapas do Programa de Planejamento Familiar do Município foram realizadas e a gravidez foi confirmada, cabe aos profissionais da


Unidade Básica de Saúde:


1- Estabelecer o fluxograma da gestante:

- Garantir a consulta de pré-natal e melhoria da qualidade da assistência prestada;


- Garantir os exames de pré-natal, com acesso e tempo oportuno dos resultados;

- Garantir contínua do acesso aos medicamentos no pré-natal;

- Estabelecer agentes vinculadores nas UBS e ESF;

- Instituir a ferramenta de referencia e contra-referências;

- Preencher o Mapa de vinculação da Gestante;

- Estabelecer vínculo da gestante com serviço referencia ambulatorial e maternidade no inicio do pré- natal, com organização de fluxos de referencia e contra-referências.

2) Orientar a gestante quanto ao encaminhamento ao serviço de referencia municipal de consultas e exames e esclarecer que o vínculo com a equipe continua, caso o pré-natal seja centralizado no município e não seja realizado por todas as equipes de Estratégia de Saúde da Família;

3) Acionar o Serviço de Referência Municipal para agendar a primeira consulta (quando existir tal serviço), ou já agendar a primeira consulta na própria UBS;

4) Já na primeira consulta, se for possível, a gestante deverá passar pela primeira consulta odontológica programática ou ter sua consulta agendada para posterior Tratamento Odontológico e monitoramento de sua Saúde Bucal alcançada;

5) Até que aconteça a primeira consulta, a equipe da UBS deve manter o acompanhamento da gestante;

6) A equipe da UBS deve manter uma vigilância sobre a gestante, realizando visitas domiciliares, atividades educativas e assegurando que ela compareça a todas as consultas agendadas.

7) Os profissionais da UBS devem estar atentos a todos os cuidados da anamnese, exame físico geral, exame gineco obstétrico e ao preenchimento da Caderneta da Gestante;

8) A gestante deve ser continuamente orientada quanto ao andamento da sua gravidez;

9) Já na primeira consulta a gestante deve ser preparada para a vinculação a maternidade e ao ambulatório especializado de referência, e receberá informações sobre seus direitos e deveres durante o pré-natal e além da importância da participação do seu parceiro/futuro pai em todo o processo;


10) A gestante deve ser vinculada à maternidade de referência no início do pré-natal, sendo orientada a procurar este serviço quando apresentar intercorrências clínicas ou quando estiver em trabalho de parto, obedecendo ao fluxo municipal traçado e pactuado. É importante lembrar que alguns municípios definiram que a porta de entrada para qualquer intercorrência durante a gestação é a Unidade Pronto Atendimento.

11) Para vincular a gestante a UBS enviará ao Agente Vinculador Municipal todas as informações necessárias sobre a gestante, conforme documento constante no Anexo I, assim que a gestante for cadastrada na unidade;

12) O Agente Vinculador Municipal por sua vez, fará um compilado com as novas gestantes do município e enviará para a Maternidade de Referência o mais breve possível, garantindo que a Maternidade tenha conhecimento da existência das novas gestantes, conforme o Anexo II;

13) Os profissionais da UBS devem realizar atividades Educativas, orientando sobre a importância do pré-natal e os cuidados necessários, preparando a gestante para o parto, o aleitamento materno e além dos cuidados com o bebê;

14) Ainda nas primeiras consultas, de preferência no primeiro trimestre da gestação, a gestante deve assinar o documento que informa sobre o direito a visita à maternidade após a 30ª semana de gestação (Anexo III), sinalizando o seu interesse para que o município se organize e a visita possa ocorrer de forma tranquila;

15) A guia de referência deve ser adequadamente preenchida quando a gestantes atingir a 36ª semana de gestação, pelo médico (a) responsável por todo o pré-natal e/ou conforme avaliação clínica da paciente antes mesmo desta idade gestacional. A referida guia deve ser entregue a gestante juntamente com o cartão da gestante e a discrição do escore de risco, atentando para a importância do preenchimento correto, uma vez que é o meio de comunicação entre a gestante, equipe da UBS e profissionais da maternidade;

16) O Agente Vinculador Municipal deve enviar à Maternidade de Referência semanalmente e ou conforme pactuado o Mapa de vinculação (Anexo IV), onde entraram todas as gestantes com idade gestacional acima de 36 semanas. O Mapa deve ser atualizado semanalmente retirando as gestantes que já realizaram o parto e acrescentando as gestantes que atingiram a idade gestacional mínima para sua inclusão no mapa.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   37


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal