Masculino e feminino – um estudo das representações do género



Baixar 74,87 Kb.
Página1/9
Encontro04.06.2018
Tamanho74,87 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9

MASCULINO E FEMININO – um estudo das representações do género.

José de Abreu Afonso*

Isabel Leal**
Resumo

Considerando o estado actual da literatura, o presente estudo tem por objectivo, por um lado identificar e analisar as dimensões diferenciadoras do género, nos homens e nas mulheres e, por outro lado, verificar se estas representações variam com a geração de pertença dos sujeitos.

Foi estudada uma amostra de 100 indivíduos, distribuída equitativamente de acordo com critérios de género e idade. Consideraram‑se duas gerações não contíguas, uma com idade inferior a 25 anos, outra com idade superior a 39 anos. Os participantes responderam pela técnica da Associação Livre de Palavras a duas questões: " O que é para si o Masculino" " e " O que é para si o Feminino? ". Os resultados foram submetidos a uma análise de conteúdo, do tipo categorial. Organizado este material, testaram‑se 8 hipóteses pelo teste não paramétrico do Qui‑quadrado.

Concluiu‑se, de forma estatisticamente significativa, que: a geração mais jovem, tal como a mais velha representa diferentemente o masculino e o feminino.

Concluiu‑se, de forma estatisticamente significativa, que: A geração mais jovem, tal como a mais velha representa diferentemente o masculino e o feminino; Quer as mulheres, quer os homens, representam diferentemente o masculino e o feminino; A representação de feminino e a de masculino depende do género do indivíduo que a produz; A representação do feminino, assim como a do masculino depende da geração do sujeito que a constrói.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal