Marcos Cabral Uso da Língua Tétum no ensino-aprendizagem do Português le na Universidade Nacional Timor Lorosa´e


Perspetivas sobre o uso do tétum no ensino do ponto de vista de professores a lecionar em Timor-Leste



Baixar 2,09 Mb.
Página17/44
Encontro21.06.2019
Tamanho2,09 Mb.
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   ...   44

2.2. Perspetivas sobre o uso do tétum no ensino do ponto de vista de professores a lecionar em Timor-Leste

  1. 2.2.1. Metodologia de recolha de dados


Para descobrir o papel do uso do tétum no ensino do português LE, realizamos duas atividades, uma de aplicação de um inquérito6 a professores de língua portuguesa e outra de observação de aulas.

Para realizar uma investigação científica da natureza aqui proposta ou na busca de um novo conhecimento científico, é preciso inicialmente definir bem a metodologia, pois sem ter um método adequado, a investigação não seria eficazmente concretizada. No entretanto a investigação, segundo a sua natureza científica, é um processo de descoberta de um mundo e de uma forma a torná-lo um lugar melhor.

Segundo, Freixo (2012: 100) apud Henriques (2015 p, 36) afirma que:
(…) o conhecimento científico tem vindo ao longo dos tempos e sobretudo na idade moderna, a ser gerado através de dois tipos de raciocínios ou métodos: o Indutivo que tem origem na conceção empirista da ciência e o Dedutivo, originário da conceção racionalista.
Portanto, os dois tipos de raciocínio apresentados acima estão na base dos princípios que regeram a nossa pesquisa, assente no inquérito por questionário e entrevista. O método da investigação usado, portanto, neste trabalho é através do inquérito distribuído a alguns professores de língua portuguesa, no Pré-primário e Secundário, em Timor-Leste.

O inquérito é o instrumento mais usado nos dias de hoje para a recolha de informação, constituindo um dos instrumentos de recolha de dados que necessita das respostas escritas por parte dos sujeitos, sendo constituído por um conjunto de enunciados ou de questões que permitem avaliar as atitudes, e opiniões dos sujeitos ou colher qualquer outra informação junto desses mesmos sujeitos (Freixo, 2012: 225). Muitas vezes, o investigador utiliza esta ferramenta para eventualmente confirmar e infirmar uma ou várias hipóteses de investigação. Como acima indicamos, a construção do inquérito desta pesquisa tem como referência os alunos do Curso de Português para primeiro ano na Faculdade de Educação da Universidade Nacional Timor Lorosae.

Este questionário foi dirigido aos professores da língua portuguesa, com vista a identificar as dificuldades dos estudantes timorenses das turmas do primeiro ano na Faculdade de Educação da Universidade Nacional Timor Lorosae e o uso do tétum como língua de mediação.

Dado que o número de respostas é muito escasso, usamos os dados obtidos não para fins estatísticos, nem para retirar conclusões ou nem para fazer generalização mas apenas como indicadores de alguns posições e opiniões.





      1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   ...   44


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal