Lista de exercícios Memórias Póstumas de Brás Cubas



Baixar 121,31 Kb.
Página1/7
Encontro11.11.2019
Tamanho121,31 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7

Lista de exercícios - Memórias Póstumas de Brás Cubas (com gabarito)

1. “A narrativa machadiana em Dom Cas­murro Memórias póstumas de Brás Cubas obedece à tradição da narrativa linear, de acordo com a passagem do tempo no reló­gio, pela qual o leitor observa a evolução da vida dos personagens, desde o nascimento ou a idade tenra, até a velhice, passando antes pela juventude, idade madura e morte.”


Concorde ou não com esse comentário, mas justifique sua resposta.
Óbito do autor

Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento, duas considerações me levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que o escrito ficaria assim mais galante e mais novo. Moisés, que também contou a sua morte, não a pôs no intróito, mas no cabo: diferença radical entre este livro e o Pentateuco.

Dito isto, expirei às duas horas da tarde de uma sexta-feira do mês de agosto de 1869, na minha bela chácara de Catumbi. Tinha uns sessenta e quatro anos, rijos e prósperos, era solteiro, possuía cerca de trezentos contos e fui acompanhado ao cemitério por onze amigos. Onze amigos! Verdade é que não houve cartas nem anúncios. Acresce que chovia - peneirava - uma chuvinha miúda, triste e constante, tão constante e tão triste, que levou um daqueles fiéis da última hora a intercalar esta engenhosa idéia no discurso que proferiu à beira de minha cova: - "Vós, que o conhecestes, meus senhores, vós podeis dizer comigo que a natureza parece estar chorando a perda irreparável de um dos mais belos caracteres que têm honrado a humanidade. Este ar sombrio, estas gotas do céu, aquelas nuvens escuras que cobrem o azul como um crepe funéreo, tudo isso é a dor crua e má que lhe rói à natureza as mais íntimas entranhas; tudo isso é um sublime louvor ao nosso ilustre finado".                         ASSIS, Machado de. Memórias póstumas de Brás Cubas. São Paulo, Abril Cultural, 1978. P. 15.

Glossário - campa: sepulcro; galante: garboso, gracioso.


2. Explique porque se pode dizer que esse trecho é metalinguístico.
3. Explicite um trecho em que se encontre a famosa “ironia machadiana”.
4. Em que pessoa é narrado o texto?
5. Quem é o narrador?
6. Ao dizer “Onze amigos!”, o narrador mostra que é pequeno o número de pessoas com que se pode realmente contar. Isso revela uma certa atitude do narrador diante da amizade e das relações interpessoais. Que atitude é essa?
7.  Qual a diferença que se pode estabelecer entre “autor defunto” e “defunto autor”?
8. (FUVEST - Adaptada) Imagine que você tenha uma prova do livro Memórias póstumas de Brás Cubas e que não tenha entendido a seguinte metáfora “a campa foi outro berço”. Xavier, seu amigo de longa data, leu e interpretou muito bem, segundo o professor, o texto.

Sendo assim, demonstre a interpretação dada por Xavier para a metáfora “a campa foi outro berço”.


9. (ENEM) No trecho a seguir, o narrador, ao descrever a personagem, critica sutilmen­te um outro estilo de época: o Romantismo.

Naquele tempo contava apenas uns quinze ou dezesseis anos; era talvez a mais atrevida cria­tura de nossa raça e, com certeza, a mais volun­tariosa. Não digo que já lhe coubesse a primazia da beleza, entre as mocinhas do tempo, porque isto não é romance, em que o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas; mas também não digo que lhe maculasse o ros­to nenhuma sarda ou espinha, não. Era bonita, fresca, saía das mãos da natureza cheia daquele feitiço, precário e eterno, que o indivíduo passa a outro indivíduo, para os fins secretos da criação.

ASSIS, Machado de. Memórias póstumas de Brás Cubas. Rio de Janeiro: Jackson, 57.


9. A frase do texto em que se percebe a críti­ca do narrador ao Romantismo está transcrita na alternativa:

a) “... o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas ...”

b) “... era talvez a mais atrevida criatura da nossa raça ...”

c) “Era bonita, fresca, saía das mãos da na­tureza, cheia daquele feitiço, precário e eter­no, ...”

d) “Naquele tempo contava apenas uns quin­ze ou dezesseis anos ...”

e) “... o indivíduo passa a outro indivíduo, para os fins secretos da criação.”

10. Quincas Borba, personagem criado por Machado de Assis, era autor de Humanitas, filosofia única, eterna, comum, indivisível e indestrutível, que pregava a eterna luta do homem pela sobrevivência, ressaltando o pre­domínio dos mais espertos.

Existe uma máxima sobre a qual ele re­sume suas explanações sobre essa filosofia. Assinale-a.


a) Devagar se vai ao longe.

b) Ao vencedor, as batatas.

c) Quem tudo quer tudo perde.

d) O essencial é invisível para os olhos.

e) Não se jogam pérolas aos porcos.

AUXILIARES


Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a minha morte. Suposto que o uso vulgar seja co­meçar pelo nascimento, duas considerações me levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço; o segundo é que o escrito ficaria assim mais galante e mais novo.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa