Álgebra Linear e Geometria Analítica



Baixar 36,18 Kb.
Encontro04.06.2018
Tamanho36,18 Kb.




UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA




FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR

CÓDIGO:
FEELT39035



COMPONENTE CURRICULAR:


TÓPICOS ESPECIAIS EM ENGENHARIA BIOMÉDICA VIII: ENGENHARIA BIOMÉDICA FORENSE

UNIDADE ACADÊMICA OFERTANTE:


FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA

SIGLA:
FEELT



CH TOTAL TEÓRICA:


60

CH TOTAL PRÁTICA:


00

CH TOTAL:


60





OBJETIVOS

Ao final do curso o estudante deverá ser capaz de:

- Apresentar os procedimentos essenciais e necessários na investigação de crimes: identificação,

preservação, análise e apresentação das evidências;

- Compreender normas e princípios da atividade pericial, no contexto da criminalística;

- Elaborar laudos periciais profissionais de acordo com normas técnicas;

- Compreender a interdisciplinaridade da área de atuação “Engenharia Biomédica Forense” na esfera

Criminal.






EMENTA

Criminalística. Ciências Forenses. Laudos Periciais. Engenharia Biomédica Forense.








DESCRIÇÃO DO PROGRAMA



1 - Criminalística

  • Definição;

  • Histórico;

  • A prova: presunções, vestígios e indícios.


2 – Ciências Forenses

  • Interdisciplinaridade forense

  • Bioética e Ciências Forenses

  • Práticas em Ciências Forenses


3 – Laudos periciais

  • Estrutura de laudos periciais

  • Redação de laudos periciais

  • Confecção de laudos periciais


4 – Engenharia Biomédica Forense

  • Identificação Humana

-Papiloscopia

-Biometria

-Identificação de voz

-Coleta de características biomédicas em locais de crime

-Grafotecnia


  • Psicologia Forense

-Biofeedback

  • Perícias na área da saúde

-Medicina Legal

-Genética forense

-Toxicologia forense


  • Perícias em Sistemas de Gestão Hospitalar








BIBLIOGRAFIA






BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
[1] ZARZUELA, J. L., MATUNAGA, M., LOURENÇO, P. Laudo Pericial: aspectos técnicos e jurídicos. São Paulo: Editora Revista dos tribunais. 2000.

[2] FARMER, D., VENEMA, W. Perícia forense computacional: teoria e prática aplicada. São Paulo: Prentice Hall, 2007.

[3] NETO, F. M. Roteiro prático de avaliações e perícias judiciais. 5 ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2000.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
[1] REIS, A. B. Metodologia científica e perícia criminal. 2 ed. Campinas : Millennium, 2011.

[2] JOBIM, L. F., SILVEIRA, L. R., SILVA, M. Identificação humana: identificação médico-legal, perícias odontolegais, identificação pelo DNA. 2 ed. Campinas : Millennium, 2012.

[3] IBAPE SP. Perícias de engenharia. São Paulo : Pini, 2008.

[4] ARAGÃO, R. F. Incêndios e explosivos: uma introdução à engenharia forense. Campinas, SP: Millennium, 2010.

[5] COSTA, M. A. S. L. Computação forense: a análise forense no contexto da resposta a incidentes computacionais. 3 ed. Campinas, SP : Millennium, 2011.

[6] FALAT, L. R. F., REBELLO FILHO, H. M. Entendendo o laudo pericial grafotécnico & a grafoscopia. Curitiba : Juruá Ed., 2003.








APROVAÇÃO


_____/_____/___________

______________________________

Carimbo e assinatura do

Coordenador do curso


_____/ _____/ ___________

______________________________

Carimbo e assinatura do



Diretor da Unidade Acadêmica



Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal