Late adoption in the vision of psychologists and social workers



Baixar 70.5 Kb.
Página1/18
Encontro07.04.2020
Tamanho70.5 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   18


ADOÇÃO TARDIA NA VISÃO DE PSICÓLOGOS E ASSISTENTES SOCIAIS

LATE ADOPTION IN THE VISION OF PSYCHOLOGISTS AND SOCIAL WORKERS
Izabela Fabiana Mendonça da Silva – isabela_mendonca@hotmail.com

Lorena Nascimento Reis – lorena.nreis@gmail.com

Graduandas em Psicologia – UniSALESIANO Lins

Doutor em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP

Prof. Dr. Cleber Consoni Alves - UniSALESIANO Lins

cleberconsonialves@yahoo.com.br

Prof°. Ma. Jovira Maria Sarraceni – UniSALESIANO Lins

jo@unisalesiano.edu.br





RESUMO

Este trabalho trata de um tema que vem sendo discutidos nos últimos tempos, a adoção tardia, e seus impasses na visão de psicólogos e assistentes sociais que atuam com a adoção, buscou-se compreender quais os principais fatores que fazem com que ocorra um declínio na procura por adoções de crianças maiores de três anos e adolescentes. O trabalho valeu-se de uma perspectiva metodológica qualitativa descritiva, que nos permite entender o motivo pelo qual, muitos adotantes não se interessam por este tipo de adoção, e como fatores ligados à sociedade, ao preconceito e a cultura do indivíduo interfere nessa escolha. Visou-se proporcionar maior visibilidade ao tema, com o intuito de colaborar com a diminuição do número de crianças e adolescentes à espera de adoção. Cabe frisar que esta pesquisa tem por objetivo identificar a percepção dos psicólogos e assistentes sociais que têm contato com crianças acolhidas e/ou em situação de adoção - os principais motivos que contribuem para que crianças maiores de três anos e adolescentes permaneçam por mais tempo em abrigos, sendo desprezados nos processos de adoção, bem como, a partir dos relatos destes profissionais compreenderem as características desejadas pelos adotantes, e desta maneira, pôr em evidência as singularidades que dificultam a adoção de crianças mais velhas e adolescentes. Na literatura a adoção tardia é classificada a partir das idades entre 2 a 3 anos, contudo, crianças acima deste patamar são consideradas “idosas” para serem adotadas. Buscando instrumentalizar este trabalho, foram realizadas entrevista roda de conversa e aplicação de questionário com três Psicólogas e três Assistentes Sociais, profissionais estes, que trabalham em instituições relacionadas com adoção nos municípios de Lins/SP e Cafelândia/SP, buscou-se compreender os impasses sobre o assunto abordado e como funciona na prática.

Palavras-chave: Adoção Tardia. Psicólogos. Assistentes Sociais. Preconceitos. Crianças e Adolescentes.


Catálogo: universitaria -> avaliacao -> no21
no21 -> A psicoterapia on-line e seus desafios na pós-modernidade
no21 -> O fenômeno do futebol e o bem-estar do torcedor the soccer phenomenon and the torcer wellness
no21 -> Ele não vai mudar: um estudo sobre a permanência de mulheres em relacionamentos abusivos
no21 -> Transexualidade masculina: Os desafios psicológicos da transição e suas vivências
no21 -> A liderança contribuindo para o engajamento dos funcionários em uma empresa: um estudo de caso em uma empresa no ramo de embalagens metálicas
no21 -> O luto de um adolescente: estudo de caso sobre a perda de um familiar a teenager grief: a study case about a family loss
no21 -> Homoaffective adoption: a conception of first and last year students of psychology and law courses
no21 -> A violência psicológica contra a mulher e as consequências para sua autoestima
no21 -> Strategic leadership and your communication for people management
no21 -> Investigando a depressão pós-parto e fatores desencadeantes em gravidez tardia

Baixar 70.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   18




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana