IntroduçÃO 2 a construçÃo do conhecimento 4



Baixar 1.08 Mb.
Página68/68
Encontro16.04.2018
Tamanho1.08 Mb.
1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   68

Anexos


1 Sobre as pesquisas "estado da arte" realizadas, ver o Relatório de SOARES, Magda B. Alfabetizaçao no Brasil: o estado do conhecimento. Brasília: INEP/Santiago:Reduc,1989.

2 É necessário que as agências financiadoras de pesquisas fixem uma política de divulgação e circulação dos resultados das pesquisas que financiam, a fim de que o investimento nelas feito se justifique pela possibilidade de integração desses resultados ao processo de construção do conhecimento.

3 No Relatório publicado pelo INEP/REDUC(1989) foram analisados os artigos publicados em 21periódicos, no período de 1956-1986, apresentando um total de 109 artigos analisados.

4 No Relatório publicado pelo INEP/REDUC foram analisados 75 teses e dissertações correspondente ao período de 1961-1986.

5 Através dos catálogos publicados pela Anped, foi possível levantar estatísticamente os números dos Programas de Pós-Graduação e a produção de teses e dissertações na década de 80. Para demonstrar o aumento expressivo da produção acadêmica em Educação, ilustraremos com os dados da produção dos anos de 1981 e 1989. No ano de 1981, onze Programas de Pós-Graduação produziram 108 dissertações e 4 teses; em 1989 o número de Programas aumentou para 28 com uma produção de 393 dissertações e 59 teses, totalizando 452 títulos. Na década de 80, foram produzidas, apenas 4 teses de Livre-Docência, todas no ano de 1987.

6 Já foram levantados 350 títulos de teses e dissertações produzidas sobre o tema no período 1990-1998.

7 Vide nota anterior.

8 Ver o anexo 1 as principais telas do programa e exemplos de fichas emitidas pelo computador.

9 Atualmente, vem sendo desenvolvido por um grupo de pesquisadores do CEALE, , a análise da produção acadêmica e científica sobre a alfabetização de adultos.

10 As referências bibliográficas dos textos citados são apresentadas no fim do capítulo, separadas por temas; apesar de ter sido anexada, ao final do volume, a relação de toda a bibliografia examinada (Anexo II), julgou-se que apresentar, agrupados por tema, os textos citados no capítulo não só tornaria mais fácil a consulta do leitor, mas, sobretudo, permitiria uma análise da produção no quadro de cada referencial – seus autores, temas, datas de produção, os cursos de Pós-Graduação de que originaram as teses e dissertações, etc.


11 Este aspecto pode ser comprovado através da proposta do PNLD, nos anos 90, de reavaliar os critérios de seleção dos livros didáticos utilizados nas escolas públicas brasileiras.

12 Os dados referentes aos primeiros sete anos da década de 90 são parciais e estão em processo de aquisição e análise.

21 As referências bibliográficas dos textos citados são apresentadas no fim do capítulo, separadas por referencial teórico; apesar de ter sido anexada, ao final do volume, a relação de toda a bibliografia examinada (Anexo II), julgou-se que apresentar, agrupados por referencial teórico, os textos citados no capítulo não só tornaria mais fácil a consulta do leitor, mas, sobretudo, permitiria uma análise da produção no quadro de cada referencial – seus autores, temas, datas de produção, os cursos de Pós-Graduação de que originaram as teses e dissertações, etc. No caso dos referenciais Psicologia e Pedagogia, em que a produção é grande, os textos citados no capítulo constituem apenas exemplos; no caso de cada um dos demais referenciais, são citados todos os textos, já que o número destes é suficientemente pequeno para permitir a citação integral.

(25) FERREIRO, Emilia. Reflexões sobre a alfabetização. São Paulo, Cortez/Autores Associados, 1985. FERREIRO, Emilia & TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre, Artes Médicas, 1986. FERREIRO, Emilia. Alfabetização em processo. São Paulo, Cortez/Autores Associados, 1986.

39 BRANDÃO, Zaia, et alii. Evasão e repetência no Brasil: a escola em questão. Rio de Janeiro, Achiamé, 1983.


40 A importância, para as Ciências Sociais, de pesquisas desse tipo, inexistentes no Brasil, na área de Educação, tem sido enfatizada em outros países, particularmente nos Estados Unidos – ver, por exemplo: GLASS, G.V. Primary, Secondary and Meta-Analysis of Research. Educational Researcher, (5): 3-8, 1976; JACKSON, G.B. Methods for Integrative. Review of Educational Research, 50 (3): 438-460, 1980. Em BRANDÃO et alii (op. Cit., p. 49-54) são apresentadosexemplos internacionais de revisões que buscam a integração de resultados de pesquisas sobre a produtividade da escola; o que se sugere é que sejam tentadas, no Brasil, revisões integradoras dos resultados de pesquisas sobre alfabetização.


Baixar 1.08 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   68




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana