Instituto de desenvolvimento educacional do alto uruguai faculdades ideau



Baixar 247,19 Kb.
Página5/11
Encontro04.03.2018
Tamanho247,19 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11
RESULTADOS E ANÁLISE

Para melhor compreender alguns detalhes sobre a profissão de psicólogo, e sanar algumas dúvidas existentes em relação a mesma, foram realizadas algumas entrevistas e após isso, foram feitas as análises dos dados apresentados pelos profissionais. A entrevista foi realizada com quatro profissionais da Psicologia que atendem nas áreas Social e Clínica, ambas do sexo feminino e na faixa etária dos vinte e cinco á trinta e seis anos. As perguntas eram abertas e fechadas foram enviadas por email.



Figura 1. Área da Psicologia que mais sofre com a carência de profissionais (2016) PSICO 01

No gráfico acima foi possível perceber conforme resposta dos entrevistados que a área que mais sofre com a carência de profissionais é a psicologia escolar. Segundo Valle (2003) a psicologia escolar enfrenta um duplo desafio, ser aceita na escola, sem ficar limitada ao desenvolvimento infantil, e ser apoiada nas atividades preventivas. Outro ponto importante que Valle (2003) destaca, é que o profissional da Psicologia Escolar ainda tem sua especialidade pouco difundida. Podemos perceber que é uma área excelente mas pouco mostrada, acredita-se que em uma escola não há um psicólogo escolar, e sim um psicólogo organizacional ou psicólogo clínico.







Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal