História 2º ano ensino médio gilberto Cotrim Bacharel em História pela Universidade de São Paulo



Baixar 2,74 Mb.
Página765/765
Encontro11.10.2018
Tamanho2,74 Mb.
1   ...   757   758   759   760   761   762   763   764   765
NOS FILMES

- 12 anos de escravidão. Direção de Steve McQueen. EUA, 2014, 134 min.

Por meio dessa atividade, o professor pode debater com os estudantes algumas noções importantes para o componete curricular História, tais como representação, narrativa, historiografia, ficção e verdade etc.

384


Bibliografia

BITTENCOURT, Circe M. F. (Org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1997.

BORGES, Jorge Luis. Ficções. Trad. Carlos Nejar. São Paulo: Círculo do Livro, 1975.

BRASIL. MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Médio. Brasília: MEC, 1999.

BRASIL. MEC. Secretaria de Educação Básica. Ciências humanas e suas tecnologias (PCN+). Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/CienciasHumanas.pdf. Acesso em: 7 mar. 2016.

BRASIL. MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BURKE, Peter (Org.). A escrita da história : novas perspectivas. São Paulo: Unesp, 1992.

CARDOSO, Ciro Flamarion S.; VAINFAS, Ronaldo (Org.). Domínios da história : ensaio de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel; Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990.

D'ALESSIO, Marcia M. Reflexões sobre o saber histórico. Entrevistas com Pierre Vilar, Michel Vovelle, Madeleine Rebérioux. São Paulo: Unesp, 1998.

DE DECCA, Edgard S. et al. História: vestibular Unicamp. São Paulo: Globo, 1993.

DELORS, Jacques (Dir.). Educação - um tesouro a descobrir. Relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. Brasília: Unesco; São Paulo: Cortez, 1997.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança . Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

GARCIA, Walter E. Educação: visão teórica e prática pedagógica. São Paulo: McGraw-Hill, 1977.

HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos - O breve século XX: 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

HOBSBAWM, Eric. Sobre história. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

KARNAL, Leandro (Org.). História na sala de aula : conceitos, práticas e propostas. São Paulo: Contexto, 2009.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: Editora da Unicamp, 1996.

LE GOFF, Jacques. A história nova. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

LEWIS, Charlton T. An elementary latin dictionary. Disponível em: http://www.perseus.tufts.edu/hopper. Acesso em: 7 mar. 2016.

MARTINS, Maria Helena. O que é leitura . São Paulo: Brasiliense, 1986.

MORAN, José Manuel. O vídeo na sala de aula. Comunicação & Educação, São Paulo, n. 2, p. 27-35, jan./abr. 1995.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita : repensar a reforma, reformar o pensamento. Trad. Eloá Jacobina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

NOVAES, Adauto (Org.). A outra margem do Ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

ROCHA, Rosa Margarida de Carvalho. Almanaque pedagógico afro-brasileiro. Belo Horizonte: Mazza, 2006.

SARAMAGO, José. Da justiça à democracia, passando pelos sinos. Texto lido no Fórum Mundial Social, Porto Alegre, 2002.



VATTIMO, Gianni; RORTY, Richard. Uma ética para laicos. Buenos Aires: Katz, 2009.

VIEIRA, Maria do Pilar de A. et al. A pesquisa em História. São Paulo: Ática, 1989.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   757   758   759   760   761   762   763   764   765


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal