Gt 1 epistemologia da pesquisa em educaçÃO: abordagens colaborativas a construçÃo da história profissional de professores universitários



Baixar 2,18 Mb.
Página1/147
Encontro27.04.2018
Tamanho2,18 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   147


GT 1 - EPISTEMOLOGIA DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO: ABORDAGENS COLABORATIVAS


A CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA PROFISSIONAL DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS
Ivana Maria Lopes de Melo Ibiapina1
NOTAS INTRODUTÓRIAS

A (auto)biografia é um procedimento que oferece condições para os professores refletirem sobre as práticas docentes, já que cria condições para o exercício de alteridade que, para Bakhtin (2002), representa a condição de nos colocarmos no lugar do outro, para compreender e superar a realidade imediata.

Neste artigo, apresento a narrativa de vida de professores que compartilharam momentos de aprendizagem profissional no desenvolvimento da atividade como docentes universitários. Essas narrativas retratam situações que foram objeto discursivo de sessões reflexivas em um contexto de pesquisa colaborativa que visa à co-produção de conhecimentos científicos e formação continuada. Neste texto, apresento as sessões reflexivas realizadas com professores universitários que refletem em torno da narrativa de vida profissional. O ciclo reflexivo envolve momentos de análise e reflexividade dos fatos vividos e de reconstrução das situações conflituosas e das possibilidades encontradas para superá-las.

O desenvolvimento de práticas de formação dessa natureza cria novos conhecimentos, habilidades, atitudes e valores e densa teia de conexões que aumenta a possibilidade de compreensão e transformação das práticas de docentes universitários. Esse procedimento metodológico favorece também a análise e superação de práticas espontâneas, porque propicia condições de anteceder dilemas próprios do trabalho docente, permitindo que sejam criados sentidos e significados direcionados ao desenvolvimento profissional.

Este estudo é uma pesquisa colaborativa que partiu da seguinte problemática: Como motivar o(a) professor(a) universitário(a) a refletir sobre os fatores que contribuem para o aprendizado da profissão de professor(a)”? Neste texto, defendo que as narrativas de vida profissional precisam ser contadas e registradas para que desvelem os fatores que contribuíram para o aprendizado da profissão de professor, especialmente em se tratando do professor universitário.

Definimos como referencial teórico e metodológico os princípios da abordagem sócio-histórica e do método (auto)biográfico, principalmente no que se refere à análise das individualidades, relacionando-as com o seu contexto histórico-social. Uma das categorias escolhidas para retratar o perfil do(a) professor(a) foi o seu trabalho na universidade. Nesse sentido, destaco que o lugar ocupado pelo(a) professor(a), na vida e no mundo do trabalho, decorre do sentido adquirido por suas ações nos processos interativos concretos do mundo social.




: archives -> cd8
cd8 -> A articulaçÃo teoria-prática na formaçÃo docente
cd8 -> Gt 8 – epistemologia da educaçÃO – abordagens fenomenológica / etnometodológica / multirreferencial / interacionista
cd8 -> Gt 1 epistemologia da pesquisa em educaçÃO: abordagens colaborativas a construçÃo da história profissional de professores universitários
cd8 -> Gt 4 – epistemologia das práticas sociais a doutrina social da igreja católica e a açÃo educativa voltada ao trabalhador em recife (1937/1945)
cd8 -> Gt 5 – epistemologia dos dispositivos didáticos: o ensinar e o aprender a articulaçÃo língua e uso na disciplina de língua portuguesa do ensino médio: a perspectiva dos documentos oficiais
cd8 -> Gt 6 – epistemologia dos dispositivos didáticos: educaçÃo de jovens e adultos
cd8 -> Gt 9 – epistemologia da educaçÃO – abordagens histórico e histórico-políticas concepçÕes e práticas de alfabetizaçÃO
cd8 -> A articulaçÃo teoria-prática na formaçÃo docente


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   147


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal