Gay espancado na rua em são paulo


HOMOSSEXUAL É AGREDIDO COM BARRA DE FERRO EM LAVRAS DO SUL



Baixar 463,88 Kb.
Página3/85
Encontro17.03.2018
Tamanho463,88 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   85

6. HOMOSSEXUAL É AGREDIDO COM BARRA DE FERRO EM LAVRAS DO SUL


Um homem de 40 anos foi agredido com barras de ferro na madrugada do último sábado, em Lavras do Sul, a 170 quilômetros de Santa Maria. Segundo a própria vítima, o que motivou tamanha violência foi sua opção sexual. A. B. é homossexual. Logo que chegou em um bar, no centro da cidade, ele e um amigo foram perseguidos por três homens. Sem dizer uma só palavra, um deles - que estava visivelmente alcoolizado - começou a bater em A.B. Ele foi atingido no rosto e teve um corte profundo na testa. - Cheguei a desmaiar e cair no chão. Foi aí que fui socorrido por pessoas que passavam na rua. Se não fossem elas, acho que ele teria me matado - conta. A vítima foi levada para a Fundação Hospital Honor Teixeira da Costa. Depois de levar sete pontos na cabeça e ser medicada, foi liberada. A violência não é novidade para o homem, que trabalha como empregado doméstico. - Já fui agredido umas cinco vezes. Só por este homem, é a segunda vez - afirma. Como está sem condições para voltar ao trabalho, A.B. teme não ter dinheiro para viver. - Sou de uma família pobre e não tenho outro trabalho. Sempre trabalhei para não depender dos outros. Tenho direito de ser respeitado - diz. A Brigada Militar compareceu no local e registrou ocorrência. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil. Segundo o inspetor Hugo Chiapetta, agressor e vítima serão ouvidos até o fim da semana. - Pedimos um laudo para o médico que atendeu a vítima para saber o tipo de ferimento que a agressão causou. Só depois disso vamos poder definir o indiciamento - explica Chiapetta. Agressor pediu desculpa pela surra, o agressor chegou a procurar A. B. e pedir desculpas pela surra que lhe aplicou, mas a vítima promete ir até as últimas conseqüências: - Não é porque ele se arrependeu que vou retirar a ocorrência. Agressão verbal sempre ocorre, mas agressão física já passou dos limites. [Fonte: Diário de Santa Maria – RS, http://www.diariosm.com.br, 9/9/2004]
2. Ameaças e golpes:

1. GAYS SÃO ALVO DE ‘BOA NOITE CINDERELA’ EM SÃO PAULO


O golpe “boa noite Cinderela”, ganha nova versão, bandidos dopam vitimas roubam pertences e também os documentos para aplicar golpes de falsificação ideológica, a policia descobriu esta versão ousada, os bandidos roubam os cartões de crédito, bens e documentos pessoais e de imóveis, as vitimas quando descobrem foram fiadoras em transações imobiliárias compram carros e telefones ou levantam empréstimos, os criminosos dividem as tarefas, um grupo dá o golpe, outro ganha passando os documentos a estelionatários, que vedem dossiês da vitima, muitas vezes as vitimas só percebem o que aconteceu quando já estão incluídos no SPC, envergonhados com a situação muitos não denunciam. A delegada Elisabete Santo, do 78º Distrito de jardins descobriu o esquema com a queixa de S.L., 34, anos, que relatou o que aconteceu e que um ano depois descobriu que seus documentos estavam sendo usados para que este fosse fiador de um apartamento, a imobiliária ligou para confirmar os dados, descobriu que era fiador em mais de 5 imobiliárias, a policia prendeu Antonio de arruda Campos Junior, José Roberto arruda, Djalma Silva Pedro, Paulo César Nocoletti e Everaldo Affini. [Fonte: O Estado de São Paulo, 17-4-2004, São Paulo/Sp]




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   85


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal