Gay espancado na rua em são paulo



Baixar 463,88 Kb.
Página1/85
Encontro17.03.2018
Tamanho463,88 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   85

VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS DOS GAYS, LÉSBICAS, TRAVESTI E TRANSEXUAIS NO BRASIL: 2004
1. Agressões e torturas

2. Ameaças e golpes

3. Discriminação em órgãos e por autoridades governamentais

4. Discriminação econômica, contra a livre movimentação, privacidade e trabalho

5. Discriminação familiar, escolar, científica e religiosa

6. Difamação e discriminação na mídia

7. Insulto e preconceito anti-homossexual

8. Lesbofobia: violência antilésbica

9. Travestifobia

1. Agressões e torturas:


1. CABELEREIRO É ASSALTADO POR MICHÊ EM MINAS


A.G., cabeleireiro, 40 anos, residente no bairro Nossa Senhora das Graças, foi assaltado após dar carona a um rapaz. O crime aconteceu durante a madrugada de 16/1, sexta-feira, de madrugada, a vitima saiu para dar uma volta com seu carro de marca Corsa e resolveu dar uma carona ao rapaz de cor morena, cabelo curto e encaracolado, estava trajando camisa clara e calça jeans, então os dois seguiram para o bairro de Santa Lucia e em seguida A.G. revelou suas intenções, assim quando a vitima estava praticando sexo oral o rapaz lhe aplicou um golpe na cabeça, deixando o cabeleireiro desacordado, que ao acordar registrou o fato a policia e foi conduzido ao pronto de socorro. O ladrão levou o carro, celular e a carteira de A.G. e R$15,00 (quinze reais). [Fonte: Magazine, Divinópolis/Mg, 17/1/2004]

2. GAYS PEDEM ASILO POR HOMOFOBIA EM SÃO PAULO

Gays que vivem na capital paulista buscam asilo no Estados Unidos alegando a violenta discriminação sofrida no Brasil, em especial em São Paulo, sob a justificativa de homofobia e intolerância homossexuais deixam o país em busca de asilo, na ultima década cerca de 100 brasileiros alegaram discriminação e conseguiram asilo nos Estados Unidos, a organização Asylum Research organização localizada em Nova York presta assistência aos homossexuais no Brasil, vindos das cidades de São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, que são as cidades que mais pedem asilo, houve uma concessão maior após o assassinato de Edson Nery, onde carecas mataram-no por espancamento violentamente, identificando a existência da homofobia. [Fonte: Diário de São Paulo/SP, 2-5-2004, São Paulo/Sp]





Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   85


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal