Fundo municipal de assistência social de bom jesus – go



Baixar 134,77 Kb.
Encontro17.05.2018
Tamanho134,77 Kb.




PROCESSO SELETIVO Nº 001/2015


FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE BOM JESUS – GO

PROVA

PSICÓLOGO – CREAS
1 – Confira atentamente se os seus dados pessoais e os dados do cargo para o qual você concorre estão corretos.

2 – A prova contém 40 (quarenta) questões, com 04 (quatro) alternativas, sendo, somente 01 (uma) delas, a correta. Assim, confira se sua prova contém todos itens em todas as questões.

3 – Ao transcrever as respostas para o gabarito, evite rasuras, pois este não será substituído em hipótese alguma.

4 – No gabarito preencha todo o espaço delimitado para a opção escolhida, com caneta esferográfica azul ou preta.

5 – O tempo de duração da prova será de 04 (quatro) horas.

6 – O candidato não poderá levar a prova, a qual estará disponível, juntamente com o gabarito preliminar, no site www.bomjesus.go.gov.br até o segundo dia útil após a realização da prova.

7 – Ao terminar a prova, chame o fiscal da sala para entregar a prova e o gabarito.

8 – Durante a realização da prova é vedado a comunicação com outros candidatos, levantar-se sem autorização do fiscal da sala e usar qualquer tipo de material ou equipamento eletrônico.

9 – O candidato será automaticamente desclassificado se houver o descumprimento de qualquer das determinações acima impostas.

10 – Não haverá esclarecimento de dúvidas quanto às questões durante a realização das provas, devendo o candidato, em prazo hábil, interpor recurso para eventuais esclarecimentos.



1 – O psicólogo, na sua atuação profissional, deve utilizar métodos e técnicas aprovados para uso pela psicologia, conforme normatizações e avaliações conduzidas pelo Conselho Federal de Psicologia, que rege a profissão. Assinale a alternativa cujos procedimentos são reconhecidos como de uso privativo da atuação do profissional psicólogo:
(A) Testes psicológicos.

(B) entrevistas e técnicas de dinâmica de grupo.

(C) Técnicas de dinâmica de grupo e testes psicológicos.

(D) Análise de currículos e observação de comportamentos.


2 – No que se refere à proteção social a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, assinale a alternativa incorreta:
(A) A proteção social básica organiza-se para prevenir situações de risco, por meio do desenvolvimento de potencialidades e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

(B) O atendimento de crianças e de adolescentes em situação de violência sexual deve, necessariamente, envolver outros serviços e organizações além da Assistência Social e, de acordo com o Plano de Atendimento, outras políticas públicas setoriais, na direção da consolidação de uma rede de proteção social.

(C) Os serviços, programas, projetos e ações da proteção social especial de média complexidade devem ser operados, organizados e coordenados pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do Sistema Único da Assistência Social (SUAS).

(D) A proteção social especial deve ser acionada para aquelas situações em que as famílias não estão garantindo a proteção básica para seus membros e para aquelas situações em que os direitos se encontram violados e/ou ameaçados, situações que demandarão, portanto, intervenções especializadas, verticalizadas e específicas.


3 – A assistência social organiza-se pelos seguintes tipos de proteção:
(A) proteção social básica e proteção especial;

(B) proteção social individual e proteção social coletiva;

(C) proteção social trabalhista e proteção social de consumo;

(D) proteção social obrigatória e proteção social facultativa.


4 – O tipo de documento que consiste em uma manifestação técnica fundamentada e resumida sobre uma questão focal do campo psicológico cujo resultado pode ser indicativo ou conclusivo é:
(A) Relatório.

(B) Laudo.

(C) Parecer.

(D) Declaração


5 – O Estatuto da Criança e do Adolescente se fundamenta no paradigma de:
(A) Paradigma do menor.

(B) Situação irregular.

(C) Adoção de penalidades segundo exame de discernimento.

(D) Proteção integral.


6 – São proibições previstas no código de ética profissional do psicólogo:
(A) Emissão de documentos sem fundamentação e qualidade técnico-científica; prolongamento desnecessário da prestação de seu serviço profissional.

(B) Prestação de serviços profissionais a organizações concorrentes; prestação de serviços profissionais em situação de calamidade pública ou de emergência.

(C) Prolongamento desnecessário da prestação de seu serviço profissional; prestação de informações sobre os resultados decorrentes de seus serviços psicológicos a quem de direito.

(D) Participação em greves e/ou paralisações; emissão de documentos sem fundamentação e qualidade técnico-científica.


7 – No trabalho em equipe multidisciplinar e/ou multiprofissional, de acordo com o que disciplina o código de ética profissional da categoria, o psicólogo deve registrar, nos documentos que embasam as atividades dessa equipe:
(A) Apenas as informações necessárias para o cumprimento dos objetivos do trabalho.

(B) Apenas as informações requisitadas pelo dirigente da equipe.

(C) Apenas as informações consideradas relevantes pelo conjunto da equipe.

(D) Todas as informações consideradas necessárias para posterior mensuração dos resultados do trabalho


8 – Sabe-se que o contexto no qual ocorreu uma determinada situação de abuso sexual afeta significativamente o impacto dessa situação sobre a vítima. A esse respeito, assinale a alternativa correta.
(A) Abusos extrafamiliares caracterizam-se por serem esporádicos e menos graves, amenizando o impacto sofrido e facilitando, assim, a revelação do ocorrido.

(B) Quando o abuso é intrafamiliar, a criança fica mais propensa a revelar o ocorrido, não o fazendo apenas se o abusador a ameaçar caso revele o segredo.

(C) Abusos intrafamiliares são cometidos por abusadores do sexo masculino, na totalidade dos casos conhecidos, e esses eventos são geralmente associados ao consumo de álcool.

(D) Quando o abuso é extrafamiliar, se a criança conta com um ambiente que lhe dá suporte e crédito, pode mais facilmente revelar o ocorrido.


9 – O que significa PAEFI?
(A) Serviço de Pronto Atendimento Emergencial à Família e Indivíduo

(B) Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos

(C) Serviço de Ponto de Apoio Especializado Familiar e Individual

(D) Serviço de Pronto Atendimento Especializado à Família e Indivíduo


10 – O Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, integrante do Sistema Único de Assistência Social, constitui-se numa unidade pública estatal, polo de referência, coordenador e articulador da proteção social especial de média complexidade, responsável pela oferta de orientação e apoio especializados e continuados a indivíduos e famílias com direitos violados, direcionando o foco das ações para a família, na perspectiva de potencializar e fortalecer sua função protetiva. O CREAS tem como público alvo pessoas em situação de violação de direitos, eles darão atendimento a crianças e adolescentes, tendo como foco de ação suas famílias na perspectiva de potencializar sua capacidade de proteção a suas crianças e adolescentes. A equipe do CREAS prestará serviços prioritários a crianças e adolescentes, juntamente com a família, em quais situações:
I. Crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual.

II. Crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica (violência física, psicológica, sexual, negligência).

III. Crianças e adolescentes em situação de mendicância.

IV. Crianças e adolescentes que estejam sob “medida de proteção” ou “medida pertinente aos pais ou responsáveis”.

V. Crianças e adolescentes sob medida protetiva de abrigo, em famílias acolhedoras e reintegradas ao convívio familiar.
Assinale a alternativa correta:
(A) Todas alternativas estão corretas.

(B) Apenas I, II e IV.

(C) Apenas III, IV e V.

(D) Apenas I, III, IV e V.


11 – Os profissionais do serviço Psicossocial no CREAS devem estar preparados para o novo, devem estar aptos a lidar permanentemente com tudo o que surgir de novo para o trabalho deles. O acompanhamento psicossocial tem como objetivo, proporcionar uma reflexão e avaliação permanente acerca das metas, objetivos e compromissos pactuados no plano de atendimento. O serviço deve oferecer o acolhimento, a escuta, o atendimento especializado em rede, de forma interdisciplinar, realizar o encaminhamento e acompanhamento. O Psicólogo dentro deste trabalho proporciona atendimento ao demandante e suas famílias que apresentam sofrimento emocional e psíquico decorrente da violência sofrida. Propicia uma escuta atenta, qualificada, favorecendo a empatia e oportunizando a emergência de significados ocultos ou inconscientes. Cria um ambiente favorável ao resgate da autoestima, à reconstrução de reações afetivas, à reconstrução de significados acerca da violência, da compreensão, da vivência familiar. Frente ao exposto, qual o papel do Psicólogo junto ao CREAS:
(A) Seu papel fundamental é trabalhar na reconstrução de relações e no fortalecimento das possibilidades de continuidade de um desenvolvimento saudável, apesar da violência vivida.

(B) Seu papel fundamental é de investigador, aquele que produz provas nas situações de violência de crianças e adolescentes.

(C) Seu papel é trabalhar na reconstrução de relações e no fortalecimento de um desenvolvimento grupal na perspectiva de um atendimento á necessidades básicas e acesso aos direitos, bens e equipamentos públicos.

(D) Seu papel é de realizar pesquisas para a identificação de demandas e reconhecimentos das situações de vida dos usuários e seus familiares.


12 – Segundo o Código de Ética Profissional do Psicólogo, são deveres fundamentais do Psicólogo:
I. Assumir responsabilidades profissionais somente por atividades para as quais esteja capacitado pessoal, teórica e tecnicamente.

II. Sugerir serviços de outros Psicólogos, sempre que, por motivos justificáveis, não puderem ser continuados pelo profissional que os assumiu inicialmente, fornecendo ao seu substituto as informações necessárias à continuidade do trabalho.

III. Fornecer, a quem de direito, informações pessoais, de pessoas, grupos e organizações a que tenha acesso no exercício profissional.

IV. Fornecer, a quem de direito, na prestação de serviços psicológicos, informações concernentes ao trabalho a ser realizado e ao seu objetivo profissional.

V. Prestar serviços profissionais em situações de calamidade pública ou de emergência, sem visar benefícios pessoais.
São corretas quais alternativas:

(A) Apenas I, II, III, IV e V.

(B) Apenas I, II, III e V.

(C) Apenas II, III e V.

(D) Apenas I, II, IV e V.
13- As medidas sócio-educativas de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade estão previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente. Sua operacionalização deve se referenciar numa ação educativa, embasada na concepção de que o adolescente é sujeito de direitos e pessoa em situação peculiar de desenvolvimento que necessita de referência, apoio e segurança. A medida de Liberdade Assistida implica em concessão de liberdade sob condições, ou seja, é uma medida a ser executada em meio aberto, porém com característica de restrição de liberdade. Mantêm o adolescente em seu meio familiar e comunitário, acompanhado por serviço de acompanhamento social oferecido pela política de assistência social. Frente ao exposto, no que consiste a medida sócio-educativa de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade:
(A) Consiste na realização, pelo adolescente, de serviços comunitários gratuitos por período não excedente há seis meses, com jornada semanal de oito horas, junto a organizações governamentais e não governamentais da rede socioassistencial, hospitais, escolas e outros estabelecimentos congêneres, bem como em programas comunitários ou governamentais. Os serviços têm um caráter de responsabilização do adolescente pelo processo de aprendizagem e não pela sua culpabilização.

(B) Consiste nas atividades comunitárias realizadas pelo adolescente juntamente a todos os órgãos governamentais e não governamentais, com o pagamento destas. Essas atividades têm um caráter de responsabilização e aprendizagem pela parte do adolescente.

(C) Consistem em realizar o acompanhamento social ao adolescente e identificar, no município, os locais de prestação de serviços, cujas atividades sejam compatíveis com as habilidades dos adolescentes e com seus interesses, realizando assim atividades remuneradas.

(D) Consiste em serviços de caráter de responsabilização do adolescente e processo de aprendizagem, realizando atividades durante 3 anos, com jornadas semanais junto as organizações governamentais e não governamentais.


14 – De acordo com o Guia de Orientação n.º 1 do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) é correto afirmar, EXCETO:

(A) O CREAS deve ofertar atenções na ocorrência de situações de risco pessoal e social por ocorrência de negligência, abandono, ameaças, maus tratos, violência física/psicológica/sexual, discriminações sociais e restrições a plena vida com autonomia e exercício de capacidades, prestando atendimento prioritário a crianças, adolescentes e suas famílias.

(B) O CREAS implantado em municípios em gestão plena deverá ampliar o atendimento voltado às situações de abuso, exploração e violência sexual de crianças e adolescentes para ações mais gerais de enfrentamento das situações de violação de direitos relativos ao nível de proteção social especial de média complexidade, de acordo com a incidência das situações de violações de direitos.

(C) A intervenção técnica na rotina dos CREAS deve priorizar o atendimento individualizado, preferencialmente clínico, de modo a proporcionar um espaço de escuta e retificação subjetiva aos usuários.

(D) Cada CREAS deve dispor de um coordenador, com nível superior e formação na área social.
15- O Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece na subseção II a questão da guarda da criança e do adolescente na eventual falta dos pais. Nesse caso, a guarda de acordo com o Art. 33, parágrafo 3º:
(A) Confere aos responsáveis todas as responsabilidades sobre a criança e o adolescente, inclusive os direitos previdenciários.

(B) A guarda desobriga a prestação de assistência moral e educacional à criança e ao adolescente.

(C) Dá direito a criança e ao adolescente a condição de dependente, para todos os fins e direitos sociais.

(D) Confere à criança e ao adolescente a condição de dependente, para todos os fins e efeitos de direito, inclusive previdenciário.


16 – Em função de uma perspectiva atual da definição do conceito de família, assinale a alternativa que identifica, CORRETAMENTE, o fator determinante para o estabelecimento da relação entre seus membros.
(A) Existência de laços sociais duradouros.

(B) Existência de laços culturais duradouros.

(C) Existência de laços consanguíneos.

(D) Existência de laços afetivos duradouros.


17 – Sobre a atuação do psicólogo na prática do Sistema Único de Assistência Social - SUAS, é correto afirmar:

(A) O psicólogo que atua no SUAS, deverá desenvolver suas atividades de forma individualizada e priorizar os atendimentos clínicos.

(B) O psicólogo dentro da prática do SUAS, trabalha com equipe interdisciplinar, e presta somente informações relevantes ao trabalho desenvolvido em equipe, resguardando assim o sujeito, conforme a ética profissional.

(C) O trabalho do psicólogo fica restrito apenas à elaboração de psicodiagnósticos.

(D) O psicólogo no SUAS, realizará suas atividades somente com a demanda encaminhada pelo assistente social.
18 – A criança ou adolescente que estiver em acolhimento familiar ou institucional, deverá ser acompanhado por equipe interdisciplinar ou multidisciplinar, e terá sua situação reavaliada a cada:

(A) 10 meses.

(B) 06 meses.

(C) 03 meses.

(D) 12 meses.
19- A quebra do sigilo profissional só é admissível quando:
(A) For necessário que o assistente social deponha como testemunha sobre situação sigilosa do usuário que tenha conhecimento, desde que autorizado pelo mesmo.

(B) Se tratar de situações cuja gravidade possa trazer prejuízo aos interesses do usuário, de terceiros ou da coletividade.

(C) For convocado na qualidade de perito ou testemunha para apresentar-se à justiça e prestar depoimento nos termos da legislação em vigor.

(D) Ocorrer a cassação do exercício profissional, por meio de comunicação fundamentada à equipe multidisciplinar e às autoridades competentes interessadas no assunto.


20- A proteção especial é destinada a indivíduos em situação de risco, cujos direitos tenham sido violados ou ameaçados, e é garantida através das seguintes estruturas ou serviços:

(A) Centro de Referência Especializado de Assistência Social, Serviços de Média Complexidade e Serviços de Alta Complexidade;

(B) Programas de proteção à testemunha;

(C) Assistência farmacêutica;

(D) Capacitação profissional;
21- Sobre as questões éticas que permeiam a atuação do psicólogo em seu trabalho no CREAS – Centro de Referência Especializado da Assistência Social, é correto afirmar:

(A) É fundamental que o psicólogo conheça bem os marcos legais da política de assistencial social, em especial aqueles que tenham relação direta com a psiquiatria.

(B) Recomenda-se a leitura e discussão em equipe de todos os documentos legais e suas atualizações, pois as referências colocadas pelo CFP podem substituir a regulamentação já produzida.

(C) O psicólogo baseará o seu trabalho no respeito e na promoção da liberdade, pautando-se pela neutralidade e imparcialidade necessárias.

(D) A atuação dos psicólogos vem se constituindo como força crítica presente na desconstrução de paradigmas anacrônicos existentes no campo socioassistencial.
22- “A assistência social, direito do cidadão e dever do Estado, é Política de Seguridade Social não contributiva, que provê os mínimos sociais, realizada através de um conjunto integrado de iniciativa pública e da sociedade, para garantir o atendimento às necessidades básicas.” (LOAS – Art. 1º.) Sobre os princípios que direcionam a Política Nacional de Assistência Social, de acordo com a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), assinale a alternativa correta.
(A) Atendimento igualitário das necessidades sociais e exigências de rentabilidade econômica.

(B) Igualdade relativa de direitos no acesso ao atendimento, sem discriminação de qualquer natureza, garantindo prioridade à população rural.

(C) Adequação dos direitos sociais ao perfil local, a fim de tornar o destinatário da ação assistencial alcançável pelas demais políticas públicas.

(D) Respeito à dignidade do cidadão, ao seu direito a benefícios e serviços de qualidade, à sua autonomia, bem como à convivência familiar e comunitária, vedando-se qualquer comprovação de necessidade vexatória.

23- Assinale a alternativa que identifica um objetivo INCORRETAMENTE atribuído ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).
(A) Fortalecer as redes sociais de apoio à família.

(B) Favorecer o acesso aos bens de consumo para estimular a mobilidade econômica das famílias.

(C) Assegurar proteção social imediata e atendimento interdisciplinar às pessoas em situação de violência, visando a sua integridade física, mental e social.

(D) Prevenir o abandono e a institucionalização.


24- (ECA) As medidas de proteção à criança e ao adolescente são aplicáveis sempre que os direitos reconhecidos na Lei n.º 8.069/90 forem ameaçados ou violados:
I. Por ação ou omissão da sociedade ou do Estado.

II. Por falta, omissão ou abuso dos pais ou responsável.

III. Em razão de sua conduta.
(A) Somente I e II estão corretos.

(B) Somente II e III estão corretos.

(C) Somente I e III estão corretos.

(D) Todos estão corretos.


25- No que se refere ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), integrante do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), é CORRETO afirmar que:
(A) se constitui numa unidade pública federal, responsável pela oferta de atenções especializadas de apoio, orientação e acompanhamento a indivíduos e famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos.

(B) tem como objetivos: fortalecer as redes sociais de apoio da família; contribuir no combate a estigmas e preconceitos; assegurar proteção social imediata e atendimento interdisciplinar às pessoas em situação de violência visando a sua integridade física, mental e social.

(C) atende, apenas, crianças, adolescentes e suas famílias, que vivenciam situações de ameaça e violações de direitos por ocorrência de abandono, violência física, psicológica ou sexual, exploração sexual comercial, situação de rua e vivência de trabalho infantil.

(D) o atendimento prestado pelo CREAS não está articulado com o Poder Judiciário e Ministério Público.


26- O Estatuto da Criança e da Juventude (1990) dispõe que, se for verificada a prática de ato infracional, a autoridade competente poderá aplicar ao adolescente as medidas socioeducativas. Nesse contexto, analise os itens abaixo.

1- Acolhimento Institucional

2- Prestação de Serviços à Comunidade

3- Liberdade Assistida

4- Colocação em família substituta

5- Advertência


São medidas socioeducativas apenas
(A) 2 e 3.

(B) 1, 3 e 4.

(C) 2, 3 e 5.

(D) 1, 2, 3, 4 e 5.


27- Como a Política Nacional de Assistência Social conceitua a “família”? Assinale a alternativa correta:
(A) É um grupo de pessoas que obtém laços de relacionamentos afetivos ou não.

(B) É a reunião de pessoas unidas por laços afetivos, religiosos ou de afinidade.

(C) É um grupo de pessoas que se encontram unido por laços consanguíneos, afetivos e, ou de solidariedade.

(D) É a reunião de pessoas obtidas mediante casamento legalizado ou informal.


28- De acordo com o Código de Ética Profissional do Psicólogo, a missão primordial de um código de ética é:

(A) fomentar a autorreflexão exigida de cada indivíduo acerca da sua práxis, de modo a responsabilizá-lo, pessoal e coletivamente, por ações e suas consequências no exercício profissional.

(B) normatizar a natureza técnica do trabalho estabelecendo normas e padrões que devem ser esperados de um psicólogo no exercício da sua profissão.

(C) assegurar, dentro de valores relevantes para a sociedade e para as práticas desenvolvidas pelos psicólogos, um padrão de conduta que fortaleça o reconhecimento social da profissão de psicólogo.

(D) aproximar-se mais de um instrumento de reflexão do que de um conjunto de normas a serem seguidas pelos psicólogos.
29 - A Lei nº. 12.435, de 06 de julho de 2011, altera a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), assim assinale o opção correta:

(A) A Lei nº. 12.435, de 6 de julho de 2011 foi aprovada para alterar os artigos que correspondem aos princípios e diretrizes da Leio Orgânica da Assistência Social (LOAS).

(B) A Lei nº. 12.435, de 6 de julho de 2011 altera somente os artigos da LOAS que correspondem ao Conselho Nacional da Assistência Social, destacando-se a quantidade de representantes da sociedade civil.

(C) A Lei nº. 12.435, de 6 de julho de 2011, foi aprovada apenas para instituir o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social.

(D) A Lei nº. 12.435, de 6 de julho de 2011 altera a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) no que refere-se sobre a organização e gestão em seu capítulo III.
30- Segundo a Norma Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social (NOB/SUAS), é CORRETO afirmar que o Sistema Único de Assistência Social (SUAS):

(A) é um sistema público contributivo e não participativo que tem por função a gestão do conteúdo específico da Assistência Social no campo da proteção social brasileira.

(B) regula, em todo o território nacional, a hierarquia, os vínculos e as responsabilidades do sistema-cidadão de serviços, benefícios, programas, projetos e ações de Assistência Social, de caráter permanente e eventual, sob critério universal e lógica de ação em rede hierarquizada de âmbito municipal, do Distrito Federal, estadual e federal.

(C) reconhece que as diferenças e desigualdades regionais e municipais, que condicionam os padrões de cobertura do sistema e os seus diferentes níveis de gestão, não devem ser consideradas no planejamento e execução das ações.

(D) tem como eixo estruturante a centralização político-administrativa.
31- Considerando a Lei n 8.742, de 07 de dezembro de 1993 – LOAS e suas alterações através da Lei n 12.435, de 06 de julho de 2011, o que diz respeito a uma das diretrizes definidas no artigo 5º:

(A) Supremacia do atendimento às necessidades sociais básicas e econômicas.

(B) Igualdade de direitos sociais e políticos no acesso ao atendimento, sem discriminação de qualquer natureza, garantindo-se equivalência às populações urbanas e rurais.

(C) Primazia da responsabilidade do Estado na condução da política de assistência social em cada esfera do governo.

(D) Centralidade político-adminstrativa para o Distrito Federal, onde possui comando único.
32- Quais são as competências do CREAS?
1- Ofertar e referenciar serviços especializados de caráter continuado para famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social, por violação de direitos, conforme dispõe a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais;

2- A gestão dos processos de trabalho na Unidade, incluindo a coordenação técnica e administrativa, da equipe, o planejamento, monitoramento e avaliação das ações, a organização e execução direta do trabalho social no âmbito dos serviços ofertados, o relacionamento cotidiano com a rede e o registro de informações, sem prejuízo das competências do órgão gestor de assistência social em relação à Unidade.

3- Ofertar e referenciar serviços de proteção social básica, de caráter continuado para famílias com direitos violados;

4- Ofertar e referenciar além dos serviços de proteção social especial de média complexidade, também os serviços de proteção social especial de alta complexidade, caso não exista no município equipe de referência para atender esta demanda.


Estão corretas:
(A) 1 e 2.

(B) 1, 3 e 4.

(C) 2, 3.

(D) 1, 2, 3, e 4.


33- Qual deve ser o perfil do técnico de nível superior do CREAS?
(A) Conhecimentos e habilidade para escuta qualificada das famílias/indivíduos.

(B) Conhecimentos teóricos, habilidades e domínio metodológico necessários ao desenvolvimento de trabalho social com famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social, por violação de direitos (atendimento individual, familiar e em grupo).

(C) Conhecimento da rede socioassistencial, das políticas públicas e órgãos de defesa de direitos.

(D) Todas estão corretas.


34 – O Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, integrante do Sistema Único de Assistência Social, constitui-se numa unidade pública estatal, pólo de referência, coordenador e articulador da proteção social especial de média complexidade, responsável pela oferta de orientação e apoio especializados e continuados a indivíduos e famílias com direitos violados, direcionando o foco das ações para a família, na perspectiva de potencializar e fortalecer sua função protetiva. O CREAS tem como público alvo pessoas em situação de violação de direitos, eles darão atendimento a crianças e adolescentes, tendo como foco de ação suas famílias na perspectiva de potencializar sua capacidade de proteção a suas crianças e adolescentes. A equipe do CREAS prestará serviços prioritários a crianças e adolescentes, juntamente com a família, em quais situações:

I. Crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual.

II. Crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica (violência física, psicológica, sexual, negligência).

III. Crianças e adolescentes em situação de mendicância.

IV. Crianças e adolescentes que estejam sob “medida de proteção” ou “medida pertinente aos pais ou responsáveis”. e. Crianças e adolescentes sob medida protetiva de abrigo, em famílias acolhedoras e reintegradas ao convívio familiar.

Assinale a alternativa correta:

(A) Todas alternativas estão corretas.

(B) Apenas I, II e IV.

(C) Apenas III, IV e V.

(D) Apenas II, III e V.


35- São elementos que constituem a base de organização do SUAS - Sistema Único de Assistência Social:

(A) A família e o território.

(B) A justiça social e a família.

(C) A sociedade civil e a democracia.

(D) A criança, o adolescente e o território.
36- Constitui o público usuário da política de Assistência Social, EXCETO:

(A) Cidadãos e grupos que se encontram em situações de vulnerabilidade e riscos.

(B) Famílias e indivíduos com perda ou fragilidade de vínculos de afetividade, pertencimento e sociabilidade;

(C) Indivíduos com identidades estigmatizadas em termos étnico, cultural e sexual.

(D) Indivíduos que não se encontram em situações de vulnerabilidade e risco.
37- O Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece na subseção II a questão da guarda da criança e do adolescente na eventual falta dos pais. Nesse caso, a guarda de acordo com o Art. 33, parágrafo 3º:
(A) Confere aos responsáveis todas as responsabilidades sobre a criança e o adolescente, inclusive os direitos previdenciários.

(B) A guarda desobriga a prestação de assistência moral e educacional à criança e ao adolescente.

(C) Dá direito a criança e ao adolescente a condição de dependente, para todos os fins e direitos sociais.

(D) Confere à criança e ao adolescente a condição de dependente, para todos os fins e efeitos de direito, inclusive previdenciário.


38 – As medidas sócio-educativas de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade estão previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente. Sua operacionalização deve se referenciar numa ação educativa, embasada na concepção de que o adolescente é sujeito de direitos e pessoa em situação peculiar de desenvolvimento que necessita de referência, apoio e segurança. A medida de Liberdade Assistida implica em concessão de liberdade sob condições, ou seja, é uma medida a ser executada em meio aberto, porém com característica de restrição de liberdade. Mantêm o adolescente em seu meio familiar e comunitário, acompanhado por serviço de acompanhamento social oferecido pela política de assistência social. Frente ao exposto, no que consiste a medida sócio-educativa de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade:

(A) Consiste na realização, pelo adolescente, de serviços comunitários gratuitos por período não excedente há seis meses, com jornada semanal de oito horas, junto a organizações governamentais e não governamentais da rede socioassistencial, hospitais, escolas e outros estabelecimentos congêneres, bem como em programas comunitários ou governamentais. Os serviços têm um caráter de responsabilização do adolescente pelo processo de aprendizagem e não pela sua culpabilização.

(B) Consiste nas atividades comunitárias realizadas pelo adolescente juntamente a todos os órgãos governamentais e não governamentais, com o pagamento destas. Essas atividades têm um caráter de responsabilização e aprendizagem pela parte do adolescente.

(C) Consistem em realizar o acompanhamento social ao adolescente e identificar, no município, os locais de prestação de serviços, cujas atividades sejam compatíveis com as 13 habilidades dos adolescentes e com seus interesses, realizando assim atividades remuneradas.

(D) Consiste em serviços de caráter de responsabilização do adolescente e processo de aprendizagem, realizando atividades durante 3 anos, com jornadas semanais junto a organizações governamentais e não governamentais.
39 – O___________________________________ tem como objetivos prevenir situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Destina-se à população que vive em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação e, ou, fragilização de vínculos afetivos – relacionais e de pertencimento social. Prevê o desenvolvimento de serviços, programas e projetos locais de acolhimento, convivência e socialização de famílias e de indivíduos, conforme identificação da situação de vulnerabilidade apresentada. Os serviços, programas, projetos e benefícios deverão se articular com as demais políticas públicas locais, de forma a garantir a sustentabilidade das ações desenvolvidas e o protagonismo das famílias e indivíduos atendidos, de forma a superar as condições de vulnerabilidade e a prevenir as situações que indicam risco potencial. Qual alternativa completa o texto:

(A) Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos.

(B) Serviço de Atenção Integral as Famílias.

(C) Serviço de Proteção social Básica.

(D) Serviço de Proteção social Especial.
40 - O _____________________________ por meio dos serviços que desenvolvem, promovem ou articulam, exercem importante papel de inclusão e proteção social a indivíduos e/ou famílias que se encontra em situações de violação de direitos e de violência expressos em maus-tratos, negligência, abandono, discriminações, dentre outras, resgatando vínculos familiares e sociais rompidos, apoiando a construção e/ou reconstrução de projetos pessoais e sociais. Os serviços têm impacto direto na reorganização e reestruturação da família, e até mesmo de comunidades. Têm o potencial de promover o desenvolvimento pessoal e comunitário, causando o resgate da auto-estima, a identificação e desenvolvimento de potencialidades e capacidades e de promoção de inserção e participação social. Qual alternativa completa o texto:

(A) SUAS.

(B) CRAS.

(C) CREAS.



(D) MDS.



Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal