Fatores associados à qualidade de vida em adultos com diabetes mellitus tipo 1



Baixar 23,11 Kb.
Página1/4
Encontro16.08.2018
Tamanho23,11 Kb.
  1   2   3   4

FATORES ASSOCIADOS À QUALIDADE DE VIDA EM ADULTOS COM DIABETES MELLITUS TIPO 1

Bruna Holtrup Bianchini1, Márcia Regina Kretzer2, Giovanna Grünewald Vietta3



1Estudante de Medicina, UNISUL, Santa Catarina. Autora brunahbianchini@gmail.com

2Doutora em Saúde Coletiva; Professora do Curso de Medicina UNISUL (Orientadora). marcia.kretzer1@gmail.com

3Doutora; Núcleo de Epidemiologia- Curso de Medicina da UNISUL ggvietta@gmail.com

RESUMO

Objetivos: Avaliar fatores associados à qualidade de vida(QV) em adultos com Diabetes tipo I. Métodos: Estudo transversal, aplicado formulário Google divulgado no grupo Eu e a Bete- Diabetes do Facebook, contendo instrumento de qualidade de vida Problem Areas in Diabetes –PAID e questionário complementar elaborado pelos autores do estudo. Incluídos 220 indivíduos de 18 a 59 anos de ambos os sexos. Análise pelo SPSS 18.0, teste t de student com valor de p<0,05. Resultados: Prevalência do sexo feminino (83,6%), solteiro (48,2%), empregados (51,4%), estudantes (22,3%), HbA1c > 7% (68,6%), 2 ou mais episódios de hipoglicemia ao mês(85,9%), dislipidemia (19,5%), retinopatia (14,1%) e hipertensão arterial (9,1%). Pior QV é associada (p<0,05) à 2 ou mais episódios de hipoglicemia ao mês, ao tempo de diagnóstico menor que 10 anos e à pouca ou nenhuma satisfação corporal. Conclusão: Pior QV é relacionada ao tempo de diagnóstico, ao controle da doença e imagem corporal.

INTRODUÇÃO

O diabetes Tipo 1 (DM1) é o resultado da destruição de células beta pancreáticas com consequente deficiência de insulina e um aumento da concentração de glicose no sangue1. O DM1 ocorre geralmente na infância ou adolescência, mas pode também ser diagnosticado em adultos. Os principais sinais e sintomas do DM1 são a poliúria, a polidipsia, a polifagia, a astenia e perda de peso2,3. No DM1 o uso de insulina é imprescindível e deve ser instituído assim que o diagnostico for realizado. Além disso, estímulo à prática de atividade física regular e uma orientação alimentar também fazem parte das bases do tratamento2. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a qualidade de vida (QV) é “a percepção do indivíduo de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”. O diabetes envolve diversos aspectos da qualidade de vida, desde o custo financeiro da doença aos prejuízos no funcionamento físico e estado psicoemocional4. Há poucos estudos realizados com a população diabética tipo 1 adulta havendo uma lacuna quanto ao perfil epidemiológico e clínico desta população, às complicações crônicas, ao controle glicêmico e qualidade de vida neste grupo de indivíduos. Tal conhecimento poderá possibilitar a detecção de fatores que interferem no controle da doença e aquisição de hábitos de vida saudáveis.




: sistemas -> doc pro
doc pro -> Citrus reticulata
doc pro -> O conceito psicanalítico de inconsciente na obra alice no país das maravilhas
doc pro -> AvaliaçÃo do comportamento relacionado a depressão em camundongos com distrofia muscular de duchenne
doc pro -> O sistema de cáricias presente na relaçÃo entre cuidador/idoso em uma instituiçÃo de abrigamento do sul de santa catarina
doc pro -> Relatório de projeto de pesquisa
doc pro -> Efeito da integraçÃo sensorial no atendimento de crianças com déficit de atençÃo e hiperatividade
doc pro -> AvaliaçÃo do comportamento relacionado a depressão em camundongos com distrofia muscular de duchenne
doc pro -> Força de preensão em pacientes com fibromialgia
doc pro -> Síndrome alienaçÃo parental como instrumento legal para a não concessão da guarda aos filhos de genitor ou genitora alienante
doc pro -> O conceito psicanalítico de inconsciente na obra alice no país das maravilhas


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal