Faculdade de psicologia unidade são gabriel



Baixar 49,69 Kb.
Encontro11.03.2018
Tamanho49,69 Kb.




FACULDADE DE PSICOLOGIA

UNIDADE SÃO GABRIEL

Autorizo a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, através do curso de graduação em psicologia, à ampla divulgação do meu trabalho de conclusão de curso, em espaços e eventos internos à Instituição, ou ainda abertos ao público em geral.

A presente autorização é concedida gratuitamente, abrangendo a divulgação da pesquisa acima mencionada em todas as suas modalidades, sendo estas impressas ou eletrônicas.
PSICÓLOGOS EM CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA: um trabalho acolhedor no contexto hospitalar
Zilda da Conceição Matosinhos1

Rebecca de Magalhaes Monteiro Lopes2



O presente trabalho teve como objetivo investigar a atuação do profissional de psicologia em Centros de Terapia Intensivo junto à equipe multidisciplinar, enfatizando seu trabalho com os pacientes e seus familiares. Para tanto, tornou-se relevante também a reflexão da inserção deste profissional numa equipe multidisciplinar bem como o papel que desempenha dentro dela. O referencial teórico utilizado foi baseado, principalmente, na literatura referente sobre a Psicologia Hospitalar, relacionados à atuação do Psicólogo no CTI bem como a relação do seu trabalho com o atendimento aos pacientes, com utilização dos seguintes autores: Alamy (2005), Almeida (2011), Angerami-Camon (2003), Avelar (2011), De Marco (2012), Flick (1993), Lunardi (1999), Matos (2009), Menezes (2000), Pereira (2003), Romano (2007), Sapienza (2004), Simonetti (2004), dentre outros. Além da recuperação da literatura sobre o tema em bases de dados científicas, este estudo contou com uma pesquisa qualitativa que adotou como técnicas de coleta de dados a realização de entrevistas individuais, semi-estruturadas, com psicólogos que atuam e/ou atuaram em um Centro de Terapia Intensiva. Posterior a essa coleta, os de dados foram analisados por meio da relação com o conteúdo bibliográfico abordado na Fundamentação Teórica, a saber, o psicólogo no contexto hospitalar, mais especificamente, sobre a atuação do psicólogo no CTI. A partir da análise realizada pode-se inferir que a oferta de atendimento psicológico em Centros de Terapia Intensiva é importante visto que o paciente, até então invisível psiquicamente, precisa de um espaço e tempo para trabalhar as suas questões, para além do adoecimento do corpo.
Área do conhecimento: Ciências Humanas. Psicologia. Psicologia Hospitalar.
Palavras-chave: Centro de Terapia Intensiva. Acolhimento psicológico. Psicologia. Equipe multidisciplinar.

Referência da monografia:
MATOSINHOS, Zilda da Conceição. PSICÓLOGOS EM CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA: um trabalho acolhedor no contexto hospitalar. 2012. 44f. Monografia (Conclusão do curso) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Faculdade de Psicologia, Belo Horizonte.

Autorizo a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, através do curso de graduação em psicologia, à ampla divulgação do meu trabalho de conclusão de curso, em espaços e eventos internos à Instituição, ou ainda abertos ao público em geral.

A presente autorização é concedida gratuitamente, abrangendo a divulgação da pesquisa acima mencionada em todas as suas modalidades, sendo estas impressas ou eletrônicas.

1 Aluna do curso de Psicologia da PUC Minas - Unidade São Gabriel. Resumo da Monografia apresentada no 1º semestre de 2012, como requisito parcial para conclusão de curso. Contato: dudac.matos@yahoo.com.br

2 Mestrado em Psicologia pela USF, Doutorando em Psicologia pela USF, professora do Curso de Psicologia da PUC Minas - Unidade São Gabriel e orientadora desta monografia.

Av. Dom José Gaspar, 500 • 30535-901 • Belo Horizonte • Minas Gerais



Fone: (31) 3319 4444 • www.pucminas.br



Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal