Faculdade de psicologia unidade são gabriel



Baixar 49,64 Kb.
Encontro11.03.2018
Tamanho49,64 Kb.




FACULDADE DE PSICOLOGIA

UNIDADE SÃO GABRIEL

Autorizo a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, através do curso de graduação em psicologia, à ampla divulgação do meu trabalho de conclusão de curso, em espaços e eventos internos à Instituição, ou ainda abertos ao público em geral.

A presente autorização é concedida gratuitamente, abrangendo a divulgação da pesquisa acima mencionada em todas as suas modalidades, sendo estas impressas ou eletrônicas.

TRIBOS URBANAS: Belo Horizonte e o heavy metal dos headbangers
Diego dos Anjos Oliveira1

Adriana Maria Brandão Penzim2



O trabalho aborda um grupo urbano, em Belo Horizonte (MG), os headbangers, adeptos do heavy metal, com o objetivo de conhecer seus processos identitários e suas formas de circulação e apropriação do espaço da cidade. Numa concepção qualitativa, fez-se uma investigação que associou aos estudos teóricos uma breve pesquisa de campo que privilegiou a escuta de alguns membros de um grupo headbanger, por meio de entrevistas semi-estruturadas e da observação do grupo em suas práticas coletivas em espaços da cidade. O estudo das narrativas fez-se pautado na Análise de Conteúdo, à luz do que propõe Maria Laura Franco. Buscou-se no referencial teórico consultado discutir a questão da identidade; conhecer os estudos sobre o que se vem denominando "tribos urbanas"; bem como os estudos histórico-culturais sobre o surgimento do heavy metal e dos headbangers. Numa perspectiva multidisciplinar, foram consultados autores oriundos de diferentes campos do saber, em especial da sociologia, da antropologia urbana e da psicologia, destacando-se, nas reflexões sobre identidade, Stuart Hall, Erik Erikson, Tomas Tadeu da Silva, Kathryn Woodward e Suely Rolnik; nos estudos sobre a cidade, tomam-se as contribuições de José Guilherme Cantor Magnani, sobretudo no que tange às concepções de "tribos" associadas aos conceitos de "pedaço", "mancha", "circuito" e "trajeto". No que tange ao advento do heavy metal, recorre-se a Sam Dunn. O estudo possibilitou observar e compreender a importância, para o coletivo em foco, da música e das relações de amizade — entendidos como parte integrante de seus processos identitários e de formação grupal — e como isso pauta seu cotidiano social, inclusive nas relações com outros grupos que circulam pela cidade.
Área do conhecimento: Ciências Humanas. Antropologia. Sociologia. Psicologia

Palavras-chave: Identidade. Tribos urbanas. Heavy Metal. Headbangers.
Referência da monografia:
OLIVEIRA, Diego dos Anjos. TRIBOS URBANAS: Belo Horizonte e o heavy metal dos headbangers. 2012. 48f. Monografia (Conclusão do curso) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Faculdade de Psicologia, Belo Horizonte.
Autorizo a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, através do curso de graduação em psicologia, à ampla divulgação do meu trabalho de conclusão de curso, em espaços e eventos internos à Instituição, ou ainda abertos ao público em geral.

A presente autorização é concedida gratuitamente, abrangendo a divulgação da pesquisa acima mencionada em todas as suas modalidades, sendo estas impressas ou eletrônicas.

1 Aluno do curso de Psicologia da PUC Minas - Unidade São Gabriel. Resumo da Monografia apresentada no 2º semestre de 2012, como requisito parcial para conclusão de curso. Contato: diegonegative@hotmail.com

2 Doutora em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, professora Adjunto III do Curso de Psicologia da PUC Minas - Unidade São Gabriel e orientadora desta monografia.

.

Av. Dom José Gaspar, 500 • 30535-901 • Belo Horizonte • Minas Gerais

Fone: (31) 3319 4444 • www.pucminas.br





Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal