Explorar várias temáticas/problemáticas abordadas pela Psicologia


Caracterizar a introspeção controlada



Baixar 34,99 Kb.
Página4/8
Encontro03.03.2018
Tamanho34,99 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8
Caracterizar a introspeção controlada

Para Wundt, a Psicologia tinha como objeto de estudo a consciência (a experiência consciente). Ele acreditava que os processos/ experiências mentais poderiam ser decompostos nos seus elementos mais simples para que a sua estrutura pudesse ser estudada e analisada tendo, assim, adotado uma postura analítica onde decompunha a consciência até obter os seus elementos constituintes mais simples e chegar às sensações puras (sensação pura = unidade básica que constitui todos os processos/fenómenos mentais). Concluímos, assim, que o objetivo de Wundt era descobrir a estrutura da mente (experiência consciente) tendo esta perspetiva sido denominada por estruturalismo. Esta teoria pode ser designada, também, por psicologia elementarista (parte de elementos mais simples, as sensações, para elementos mais complexos, os estados mentais) ou psicologia atomista (partilha os mesmos ideais que esta doutrina – atomismo: doutrina segundo a qual as formas superiores de atividade psíquica resultam da associação de factos mais simples).

Para atingir o seu objetivo, Wundt utilizou o método introspetivo. A introspeção controlada/laboratorial/provocada consiste na descrição, por parte de uma pessoa (sujeito ou observado) dos estados de consciência (principalmente das sensações) que experimenta e análise, por parte de outra pessoa (observador ou psicólogo) desses estados que são a resposta a um estímulo (pequenas sensações de luz ou de som) cujo objetivo é descobrir e perceber quais os estados de consciência que o sujeito observado sente e descreve. A vantagem da utilização do método introspetivo prende-se com o facto de haver a valorização do domínio subjetivo.

Wundt concluiu, através das suas experiências, que as unidades básicas da consciência se combinam de tal forma que os processos mentais não são apenas a soma desses dados elementares, mas sim, a associação deles segundo determinadas leis. A descoberta destas leis era um dos objetivos da doutrina estruturalista de Wundt denominada, também por associacionismo.

Conclui-se, então, que a psicologia de Wundt tinha duas tarefas: a primeira era analítica e a segunda sintética nas quais se pretendia a reconstrução total dos processos mentais.


1   2   3   4   5   6   7   8


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal