Explorando a motivaçÃo e os estilos de aprendizagem/intelectuais para aprender na educaçÃo formal



Baixar 112,01 Kb.
Página4/6
Encontro29.11.2019
Tamanho112,01 Kb.
1   2   3   4   5   6
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Através dos dados obtidos é possível apontar que os alunos perdem a motivação intrínseca ao longo dos anos escolares. Tal fato pode estar relacionado ao desinteresse por parte dos educandos devido as dificuldades encontradas na hora de apreender os conteúdos, sendo uma delas, por exemplo, em virtude do grande número de alunos que ocupam as salas de aulas, bem como a debilitada formação dos educadores, más condições estruturais do ambiente de ensino, dentre outras. Assim, muitas vezes os estilos de aprendizagem/intelectuais dos alunos, ou seja, a forma como cada aluno vai se apropriar das informações e construir novos saberes não são contemplados em aula, o que acaba por muitas vezes a prejudicar os alunos, o que por sua vez pode contribuir para o mau desempenho escolar.

Desse modo, pode-se afirmar que conhecer sobre o assunto, bem como sobre a motivação dos educandos, principalmente no que tange à motivação intrínseca, são importantes norteadores para os processos educativos, bem como para o planejamento de estratégias que contemple o maior número de estilos de aprendizagem.

O estudo em questão demonstra também a importância do trabalho integrado entre professor e psicólogo visto as contribuições que a psicologia pode oferecer a educação no sentido de ampliar o olhar dos educadores para a importância do incentivo à motivação e as diferentes formas de estilos de aprendizagem/intelectuais dos alunos.





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal