Escola Municipal Frei Bernardo


Quanto a Recuperação Paralela



Baixar 0,56 Mb.
Página5/5
Encontro29.11.2019
Tamanho0,56 Mb.
1   2   3   4   5
Quanto a Recuperação Paralela:
Mostrou-se participativo, nas aulas de recuperação.


  • Aspecto emocional:


Quanto à disciplina:
Ele apresentou comportamento com indisciplina, em alguns momentos, tanto em sala de aula, como na fila e na recreação, mesmo já tendo sido passado o ocorrido para os pais responsáveis por Alisson..


  • Aspecto Psicomotor:


Quanto à Caligrafia e desempenho do aluno em sala de aula:
O aluno mostrou uma caligrafia boa, porém com muitos erros ortográficos. Tarefas incompletas. Participou quando foi solicitado Algumas vezes, conversou, não acatando as regras da sala, cabendo que fosse chamada sua atenção, pela professora, nesses momentos, no decorrer da aula. Isto prejudicou no seu próprio e no rendimento da Turma.

Quanto ao material usado em sala e lição de casa:
Não realizou algumas lições de casa em dia e embora tentasse, não conseguiu corrigir o erro sozinho, necessitou de orientação durante a correção fosse ela no caderno ou nas folhas xerocadas.

Leu com alguma dificuldade, mas demonstrou interesse em aprender.


Em relação a seus materiais participação nas aulas recreativas e artísticas;
O aluno participou de atividades que envolvem condutas motoras de base identificando-as em suas ações.


  • Aspecto de interação social:


Quanto ao relacionamento do aluno com os colegas:
Relacionou-se bem com os colegas e gostou de realizar trabalhos de grupo e de duplas.
Em relação à assiduidade do aluno:
Foi um aluno assíduo.


  • Conclusão:

De acordo com Bock, Furtado e Teixeira (2008), ” O desenvolvimento é um processo contínuo e ininterrupto em que os aspectos biológicos, físicos, sociais e culturais se interconectam, se influenciam reciprocamente, produzin­do indivíduos com um modo de pensar, sentir e estar no mundo absolutamente singulares e únicos.”.



Segundo o estudo feito pelo livro didático de Psicologia da Aprendizagem, autora PATRICIA ROSSI CARRARO, “por mais que estudemos e nos esforcemos para compreender o comporta­mento humano e seu desenvolvimento, ele sempre possue surpresas e impre­vistos. Antes de ser negativa, esta imprevisão e esta certeza é que dão sabor, graça e beleza à vida humana. Esse desajuste do ser humano a padrões pré-es­tabelecidos é que produz o avanço, o progresso, a mudança. Como dizia Piaget, é o desequilíbrio que gera o desenvolvimento, pois este “é uma equilibração progressiva, uma passagem contínua de um estado de menor equilíbrio para um estado de equilíbrio superior” (PIAGET, 1963 apud PILETTI, 2008).”

Por, Alisson, mostrar vontade em querer aprender, sempre se interagir com os colegas de turma, tirando suas dúvidas com os próprios colegas e com a orientação e explicação da professora de sala de aula, terá grandes chances de crescer no aspecto cognitivo e alcançar os objetivos, que não foram alcançados anteriormente, no bimestre que se segue.


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal