Disciplina: educaçÃo especial



Baixar 15,06 Kb.
Encontro08.11.2019
Tamanho15,06 Kb.

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

CURSO DE PEDAGOGIA

DISCIPLINA: EDUCAÇÃO ESPECIAL

PROFESSORA: ANA ELISABETE RODRIGUES DE CARVALHO LOPES

TÍTULO DA ATIVIDADE ESTRUTURADA: PESQUISA E ANÁLISE DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NA ESCOLA INCLUSIVA

ALUNA: WANDRA RIBEIRO DOS SANTOS

DATA: 15 de outubro de 2018

O tema escolhido foi sobre alunos surdos matriculados em uma escola inclusiva.

A professora entrevistada foi a Renata Moreira, formada em Pedagogia e Psicologia, Atua como pedagoga e interprete de LIBRAS, já que na turma dela é de alunos com surdez.

Na concepção dela as instituições de ensino comum, ao receberem um aluno surdo, devem estar aptas, oferecendo os recursos corretos que podem orientar a vida na escola, dando oportunidade a inclusão destes alunos em todas as atividades oferecidas pela escola. Entretanto, muitas só recebem estes alunos mas não contem os recursos necessários para se fazer a inclusão destes alunos somente a integração. Para as adaptações no planejamento da aula em uma sala de aula que contêm alunos surdos ela faz o uso da LIBRAS, para se fazer a integração e inclusão destes alunos. Por isso se faz necessário que essas pessoas tenha como sua língua materna, ou seja, primeira língua a LIBRAS. Apesar de muitas vezes as crianças surdas não têm o domínio adequado de sua língua, assim, a preocupação da escola deve ser criar um ambiente em que elas possam adquirir primeiramente a Língua de Sinais e depois o Português. Os alunos surdos desta escola tem um ambiente apropriado, com recursos visuais e professores preparados para o desenvolvimento das aulas com base em metodologias que atendam todos os alunos e suas peculiaridades educacionais, sendo eles com alguma deficiência ou não.

Para cada sala de aula encontramos uma infinita diversidade de cultura e conhecimentos. Desta forma, cabe ao professor utilizar de estratégias como:

* aplicar metodologias de ensino;

* usufruir de recursos diferenciados e formas de avaliação adequadas;

* de maneira a tentar diminuir a desigualdade e valorizar a diversidade.

A metodologia de ensino para esses alunos com surdez se faz pelo bilinguismo, que aceita a convivência entre a Língua de Sinais e a língua falada. Já que a metodologia bilíngue tem como objetivo levar o surdo a desenvolver habilidades primeiramente em sua língua de sinais natural, e depois na língua oral e/ou escrita do país.

A professora leva em consideração alguns aspectos para avaliar os seus alunos com deficiência auditiva:

* esses alunos tem direito ao uso do dicionário, já que sua língua materna é a LIBRAS, devido a isso eles têm dificuldades com o uso da língua portuguesa, comparando com os demais alunos da turma;

* eles ficam acompanhados da intérprete;

* não se supervalorizar as habilidades na língua portuguesa;

* jamais se comparar o texto de um aluno surdo com o de outro aluno ouvinte;

* não ignora suas dificuldades em Língua Portuguesa, porém, deve ser considerado seu perfil; e entre outros critérios e considerações que a professora faz.

A Professora Renata ainda diz: para se fazer a inclusão concreta e garantir aprendizado a todos os alunos na escola regular é necessário especializar profissionais capacitados para se poder educar e ensinar essas crianças com deficiência seja qual for ela. Além de criar um bom plano e boas escolas, com profissionais da saúde, professores e diretores escolares com um concílio com os pais e alunos dessas crianças com deficiência explicando e informando os direitos e deveres dessas pessoas. Para um melhor aprendizado e inclusão desses alunos.






Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
oficial prefeitura
ensino médio
minas gerais
Boletim oficial
Concurso público
educaçÃo infantil
Universidade estadual
seletivo simplificado
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
Dispõe sobre
outras providências
recursos humanos
secretaria municipal
Conselho municipal
psicologia programa
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
Relatório técnico
Corte interamericana
público federal
ministério público