Diretoria de pesquisa



Baixar 203,33 Kb.
Página4/9
Encontro04.03.2018
Tamanho203,33 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9
JUSTIFICATIVA:

De modo geral, a pesquisa busca conhecer o processo de autonomização e de institucionalização da graduação em Ciência Política no Brasil. Autonomização aqui é definida quando Instituições de Ensino Superior (IES) ofertam a graduação específica em Ciência Política; distinta da tradicional formação abrangente de graduação em Ciências Sociais.

A Institucionalização é compreendida quando IES ofertam continuamente o ensino de graduação em Ciência Política e quando a oferta do curso de graduação está regulamentada, credenciada, reconhecida e avaliada pelo Ministério da Educação, por meio do SINAES implantado em 2007, pela Portaria Normativa MEC nº 40. A autonomização de um curso não implica na sua institucionalização, pois pode ocorrer que a IES tome a decisão de não mais ofertá-lo ou fique impedida porque o SINAES não reconheceu o curso, descredenciando-o.

No que diz respeito ao primeiro objetivo vinculado ao plano de trabalho, busca-se identificar os cursos de Ciência Política, pois são poucas as pesquisas e estudos que tratam de investigar o modo como as instituições estão organizando seus cursos; e isto se justifica pela necessidade da formação e qualificação de cientistas políticos para o mercado de trabalho; além de chamar a atenção para um direcionamento do tipo de formação do cientista político.

Em relação ao segundo objetivo do plano de trabalho, o qual consiste em identificar o perfil da formação acadêmica dos docentes, procurou-se investigar qual a qualificação dos docentes dos cursos de Ciência Política no Brasil; haja vista que se concluiu no relatório anterior que é baixo o contingente de docentes por curso, na média são 09 professores por curso.

Dessa maneira, busca-se analisar de modo mais profundo, o trajeto de formação desses docentes, levando em consideração que na análise anterior desta pesquisa, foram consideradas a formação dos mesmos apenas na graduação, e, neste presente relatório, iremos abordar as formações dos docentes na pós-graduação no nível lato sensu e stricto sensu.






Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal