Direito administrativo



Baixar 229.6 Kb.
Página106/153
Encontro21.06.2019
Tamanho229.6 Kb.
1   ...   102   103   104   105   106   107   108   109   ...   153
Desinvestidura:

  1. Demissão: é pena, sanção pela prática de infração grave;

  2. Exoneração: o servidor deixa o cargo, é um desligamento sem caráter punitivo. Ocorre a pedido do servidor; ou quando o servidor tomou posse em 15 dias e não entrou em exercício; ou exoneração “ad nutum” nos cargos em comissão; ou quando for inabilitado no estágio probatório; ou nos casos de excesso de despesa com pessoal (art. 169, CF); ou na acumulação ilegal de cargos, escolhendo o servidor o cargo que quer permanecer.Se estiver de boa-fé haverá exoneração, se ficar comprovada a má-fé será demitido.

Com a desinvestidura ocorre a vacância do cargo (art. 33, da Lei nº 8.112/90). Hipóteses de vacância:



  • Exoneração

  • Demissão

  • Promoção

  • Readaptação

  • Aposentadoria

  • Falecimento do servidor

  • Posse em outro cargo inacumulável

Art. 169. A despesa com pessoal ativo e inativo da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios não poderá exceder os limites estabelecidos em lei complementar. 

§ 2º Decorrido o prazo estabelecido na lei complementar referida neste artigo para a adaptação aos parâmetros ali previstos, serão imediatamente suspensos todos os repasses de verbas federais ou estaduais aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios que não observarem os referidos limites. 

§ 3º Para o cumprimento dos limites estabelecidos com base neste artigo, durante o prazo fixado na lei complementar referida no caput, a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios adotarão as seguintes providências:   I - redução em pelo menos vinte por cento das despesas com cargos em comissão e funções de confiança; 

II - exoneração dos servidores não estáveis. 
Atualmente vige a Lei Complementar 101, de 4.5.2000, conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal, cujo art.19 fixou, para a União, o limite de tais dispêndios [despesa com pessoal ativo e inativo, nos termos do art.169 da CF] em 50% da receita corrente líquida (a qual é definida no art.2º., IV, dessa lei), e para Estados, DF e Municípios em 60%. (C.A)
A determinação da perda dos cargos por parte dos servidores estáveis, com indenização correspondente a um mês de remuneração por ano de serviço, parece-nos flagrantemente inconstitucional, por superar os limites do poder de emenda. (C.A)



Baixar 229.6 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   102   103   104   105   106   107   108   109   ...   153




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
minas gerais
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
outras providências
secretaria municipal
ResoluçÃo consepe
políticas públicas
Dispõe sobre
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Colégio estadual
conselho estadual
ministério público
consentimento livre
psicologia programa
público federal
Serviço público