Dicionário técnico de hotelaria


CHALOTA cebola roxa, pequena, com um leve sabor de alho. Chamapanhe



Baixar 2,11 Mb.
Página50/271
Encontro02.03.2019
Tamanho2,11 Mb.
1   ...   46   47   48   49   50   51   52   53   ...   271
CHALOTA cebola roxa, pequena, com um leve sabor de alho.

Chamapanhe região de França célebre pelo seu vinho espumante, conhecido e apreciado em todo o mundo. Conforme as manipulações a que é sujeito, o champanhe pode ser: bruto (sem qualquer traço de açúcar), extra-seco e meio seco. Os champanhes doces caíram em desuso. O champanhe não deve ser conservado mais do que 10 anos. Conforme a graduação de açúcar, pode ser um vinho para acompanhar refeições requintadas ou um vinho de sobremesa. Deve servir-se sempre muito fresco.

Chambão parte da vaca ou da vitela que compreende a parte da perna, excluindo os músculos posteriores superficiais. uma carne rica em matérias gelatinosas, especialmente indicada para caldos, consommés, geleias, cozido, picados, etc. O chambão de vitela com osso, cortado em rodelas e compreendendo músculos e osso com tutano, é conhecido por osso buco. Comercialmente, é considerada de 2.ª categoria.

Chambão (Coz) O chambão de reses muito novas pode assar-se no forno ou na panela como a perna de vitela, mas requer mais tempo de cozedura. Existem o chambão da perna e o da mão

CHAMBERMAID camareira.

Chambré (Rest) Designação Francesa que se atribui á temperatura a que os vinhos tintos devem ser servidos (temperatura ambiete ou ligeiramente inferior)

Chambré (Rest) Provem do Francês chambre, quarto. Aplica-se ao vinho tinto que, de preferência com dois dias de antecedência, fica no aposento em que será servido, com o propósito de que o mesmo adquira uma temperatura ideal para ser apreciado (a temperatura do qarto deve idealmente rondar os 18 graus positivos




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   46   47   48   49   50   51   52   53   ...   271


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal