Dados pessoais



Baixar 44.72 Kb.
Encontro16.03.2018
Tamanho44.72 Kb.


UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

DIRETORIA ACADÊMICA



PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS
1º período letivo de 2017







OF:S-1 T:004 P:000 L:000 O:000 D:000 HS:004 SL:004 C:004 AV:N EX:S FM:75%



Pré-Req.: Não há


DISCIPLINA

NOME


FN 101

Perspectivas no Desenvolvimento Humano



Horas Semanais

Teóricas

Práticas

Laboratório

Orientação

Distância

Estudo em Casa

Sala de Aula

60

-

-













Nº semanas

Carga horária total

Créditos

Exame

Frequência

Aprovação

15

60 horas


















Ementa:


Grandes questões da história da Psicologia em relação ao desenvolvimento (desde a infância até a vida adulta). Hereditariedade e meio ambiente. Estabilidade e mudança em Psicologia. Normalidade e anormalidade dos processos de desenvolvimento.




Objetivos:

  • Discutir questões relacionadas a desenvolvimento considerando abordagens chaves da Psicologia;

  • Estudar o desenvolvimento sócio-afetivo à luz de diferentes perspectivas psicológicas;

  • Contextualizar criticamente o conceito de normalidade/anormalidade.




Programa:

  • O estudo do desenvolvimento humano através da história

  • Hereditariedade e meio ambiente

  • Desenvolvimento psicossocial e afetivo no transcorrer da vida

  • a. Desenvolvimento do apego

  • b. Desenvolvimento das relações entre parceiros

  • Contribuições das abordagens psicológicas no estudo do desenvolvimento humano: psicanálise, behaviorismo, humanismo, fenomenologia;

  • Alterações nos processos de desenvolvimento: o conceito de normalidade e anormalidade.






Bibliografia:


Referências básicas:

  • AMARAL, Lígia A. Deficiência: questões conceituais e alguns de seus desdobramentos. Cadernos de Psicologia, 1996, 1, 3-12.

  • AMORIM, Kátia & ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde. Creches com Qualidade para a Educação e o Desenvolvimento Integral da Criança Pequena. Psicologia, Ciência e Profissão, 1999, 19(2), 64-69.

  • CARVALHO, Ana Maria Almeida, PEDROSA, Maria Isabel & ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde. Aprendendo com a criança de zero a seis anos. SP: Cortez. 2012 (Coleção: Docência em formação: Educação Infantil).

  • FREUD, Sigmund. Duas histórias clínicas (O pequeno Hans e o Homem dos Ratos). São Paulo: Imago, 2006/1909.

  • MOTA, Márcia Elia da. Psicologia do desenvolvimento: uma perspectiva histórica.Temas psicol.,  Ribeirão Preto,  v. 13, n. 2, p. 105-111, dez.  2005.   Disponível em . acessos em  16  fev.  2016.

  • PAPALIA, Diane E. OLDS, Sally W. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

  • SILVA, Lúcia Isabel da Conceição; PONTES, Fernando Augusto Ramos; SILVA, Sarah Danielle Baia da; MAGALHÃES, Celina Maria Colino, BICHARA, Ilka Dias. Diferenças de Gêneros nos Grupos de Brincadeira na Rua: A Hipótese de Aproximação Unilateral. Psicologia: Reflexão & Crítica, 2005, 19(1), 114-121.

  • TOURINHO, Emmanuel Zagury. Notas sobre o Behaviorismo de ontem e de hoje. Psicologia: Reflexão e Crítica. vol.24, n.1 Porto Alegre  2011. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722011000100022 . Acesso em 20 jan. 2017.


Referências Complementares:

  • CARVALHO, Ana Maria Almeida. O desenvolvimento da criança. Pediatria Moderna, 1983, XVIII, 5, 269-280.

  • SHAPIRA, Michal. The war inside: Psychoanalysis, total war and the making of the democratic self in Postwar Britain. Cambridge, Cambridge University Press, 2013.

  • SOUZA, Carolina M.L.& BATISTA, Cecilia G. Interação entre crianças com necessidades especiais em contexto lúdico: possibilidades de desenvolvimento. Psicologia Reflexão e Crítica, 2008, 21 (3), 383-391. (disponível em versão digital)

  • VICENTE, Carla Cristina. Apego e desenvolvimento. Em M. L. Seidl-de-Moura, D.M.L.F. & L.F. (Orgs.) Interação Social e Desenvolvimento. Curitiba: CRV Editora, 2009.
  • Wanderlind, Fernanda, Martins, Gabriela D. F., Hansen, Janete, Macarini, Samira M. & Vieira. Diferenças de gênero no brincar de crianças pré-escolares e escolares na brinquedoteca. Paidéia, 2006, 16 (34), 263-273. 












Critérios de Avaliação:

Os alunos serão avaliados a partir de resenhas de textos selecionados, duas avaliações escritas (prova) e apresentações em grupo de textos discutidos. Também será considerada participação nas aulas.

A nota de aprovação é 5,0 (cinco), caso contrário o estudante deverá realizar Exame Final da disciplina. Realizado o exame final na disciplina, as condições de aprovação são baseadas no Artigo 56 do Regimento Geral dos Cursos de Graduação da Unicamp, a saber:

Artigo 56 - São condições para aprovação: ... II- nas disciplinas em que nota e frequência são adotadas como forma de avaliação – obter nota final igual ou superior a 5,0 (cinco vírgula zero) e a frequência mínima estabelecida para a disciplina no Catálogo dos Cursos de Graduação”

Frequência mínima estabelecida no Curso de Fonoaudiologia:

- Disciplinas Teórico / Prática: 75% de frequência obrigatória;


Cálculo da média final após o Exame:

- Se o estudante obtiver nota no exame final > ou = 5,0 (cinco) estará aprovado na disciplina e sua média será a média aritmética nas notas obtidas durante a disciplina e a nota do exame. Caso esta média aritmética seja < que 5,0 a média final do estudante será automaticamente 5,0 (cinco), pois o mesmo atingiu os critérios para aprovação.

- Se o estudante obtiver nota no exame final < que 5,0 (cinco) estará reprovado na disciplina e esta será sua média final.





Observações:





ASSINATURAS:







CÓDIGO DE AUTENTICAÇÃO

Verifique a autenticidade deste documento na página www.dac.unicamp.br/link

Código Chave: xxxxxxxxx








EMISSÃO: 16 de March de 2018

PÁGINA: de


UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas

DAC – Diretoria Acadêmica

Rua Sérgio Buarque de Holanda, 251 - Cidade Universitária – Barão Geraldo – Campinas/SP – 13083-970

Diretoria de Registro e Gerenciamento Acadêmico – 00 55 19 3521 6662

www.dac.unicamp.br



Rubrica:







Baixar 44.72 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa