Dados internacionais de Catalogação na Publicação (cip)



Baixar 1,42 Mb.
Página96/126
Encontro06.04.2018
Tamanho1,42 Mb.
1   ...   92   93   94   95   96   97   98   99   ...   126
A linguagem dos olhos
Se você identificou que uma pessoa é visualmente orientada, não vai adiantar muito falar com ela, escolhendo as palavras, ou fazendo um belo discurso. Você terá que saber trabalhar com imagens para poder encaixar na mente dela a sua mensagem. Tente fazer um quadro da sua mensagem para que ela possa recepcioná-la com mais facilidade. Você pode utilizar gráficos, ilustrações, gravuras, recursos visuais e impressos, de uma forma geral.

Na linguagem falada, com as pessoas preferentemente visuais, o uso da analogia e a metáfora costumam dar bons resultados, pois esses recursos lingüísticos sempre estão cheios de figurações e as mentes das pessoas assim orientadas precisam formar uma “imagem” da informação para poder processá-la. Da mesma forma, se a pessoa for orientada preferencialmente pelo sistema auditivo, ela tenderá a recepcionar melhor uma mensagem falada do que uma mensagem visual. Com ela funciona mais o discurso ritmado, modulado, bem elaborado, com variações na tonalidade sonora, no destaque das palavras, etc. Enfim, para ela, o que funciona é a forma de falar.

Igualmente, uma pessoa predominantemente sinestésica não ficará satisfeita se na mensagem que lhe é enviada se não houver algum componente “sensível”, ou seja, algo que lhe provoque algum sentimento. Com ela o que funciona é o teste, a “sensação da coisa”, o gosto, o aroma que elas têm. São aquelas pessoas que nunca compram um carro sem fazer um “teste-drive”, uma roupa sem experimentar, um plano de saúde sem ficar convencida do conforto que ele poderá lhe trazer, etc..

A melhor forma de descobrir qual o sistema de representação sensorial preferido de uma pessoa é através dos seus olhos. A direção para a qual ela movimenta os olhos indica qual o sistema de representação sensorial ela está acessando no momento, ou seja, como o seu cérebro está “trabalhando” naquele instante. Mostra também qual é o sentido mais atuante nela, ou seja, no que ela presta mais atenção. Os movimentos oculares dizem se uma pessoa está “vendo”, “ouvindo” ou “sentindo”. Nesse caso, confirma-se o ditado segundo o qual “os olhos são a janela da alma”.

De uma forma geral, as pessoas guardam suas lembranças no lado esquerdo do cérebro, se são destras; ou direito, se são canhotas. Da mesma forma, costumam imaginar ou raciocinar com o lado direito, quando são destras, ou esquerdo, se são canhotas.

Essas são tendências observadas nas pessoas e não regras absolutas. Assim, se uma pessoa é destra, é possível que ela faça os seguintes movimentos oculares, conforme esteja acessando a memória ou trabalhando com o raciocínio ou a imaginação, ou ainda criando imagens visuais, auditivas e sinestésica.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   92   93   94   95   96   97   98   99   ...   126


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal