Dados internacionais de Catalogação na Publicação (cip)


Como usar essas ferramentas



Baixar 1,42 Mb.
Página88/126
Encontro06.04.2018
Tamanho1,42 Mb.
1   ...   84   85   86   87   88   89   90   91   ...   126
Como usar essas ferramentas
Tudo que vemos, ouvimos ou sentimos é gravado em algum lugar da nossa mente. A força das nossas recordações está na forma como codificamos a experiência vivida. Mais profundas as recordações mais forte a emoção que nelas estão contidas.

Quanto mais nossos sentidos “prestam” atenção na experiência, mais facilmente a recordamos. Em nossa “linha de tempo”, é comum a existência de uma área escura onde algumas recordações podem ser eclipsadas por algum mecanismo de defesa ou porque durante certo intervalo de tempo nada tenha acontecido que merecesse o foco intenso dos nossos sentidos, ou simplesmente porque já tenhamos perdido o interesse nessas experiências.

Se tivermos medo de investigar e trabalhar com o nosso inconsciente nós estaremos não só reprimindo a sua atuação, como ignorando uma importante fonte de recursos que poderíamos usar para ajudar-nos a encontrar a melhor resposta para os desafios da vida. Daí o surgimento das crenças e valores limitantes que nos levam a operar de forma medíocre frente a esses desafios.

Quando evitamos tornar conscientes os conteúdos do nosso inconsciente, podemos estar reprimindo valores morais, negando realidades incontestes, assumindo julgamentos equivocados e até praticando atitudes contrárias aos nossos próprios interesses e necessidades. Essa é a principal causa da incongruência que está na raiz dos nossos desequilíbrios neurológicos.

Por outro lado, se as nossas respostas forem dadas unicamente com base nos conteúdos que a nossa mente consciente libera, elas serão sempre pobres e superficiais. Já se disse que o coração tem razões que arazão desconhece, e o coração, nesta metáfora, é sinônimo de mente inconsciente.

A forma mais eficiente de operarmos com a mente inconsciente é o chamado transe hipnótico.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   84   85   86   87   88   89   90   91   ...   126


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal