Dados internacionais de Catalogação na Publicação (cip)



Baixar 1,42 Mb.
Página8/126
Encontro06.04.2018
Tamanho1,42 Mb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   126
EXERCÍCIO


  1. Pegue uma folha de papel e descreva para você mesmo um objetivo que gostaria de alcançar. Tenha cuidado para fazê-lo de forma positiva. Por exemplo: vou me formar na faculdade de direito daqui a cinco anos, ou vou morar em uma casa de 400 metros no bairro X, na cidade Y, daqui a três anos. Se souber, faça um desenho da casa em que quer morar ou escreva uma pequena biografia do profissional que você quer ser. Isso ajudará sua mente a fixar o objetivo.




  1. Sente-se em uma poltrona bem confortável e relaxe. Represente mentalmente esse objetivo, prestando atenção nos detalhes da cena que você está projetando na sua mente. Identifique que imagens, que cores, que sons você associa com o seu objetivo. Preste muita atenção nas sensações que tem quando projeta essa cena em sua mente. Procure identificar em que lugar do seu corpo elas parecem se localizar.




  1. Anote todas essas informações e passe a usá-las diariamente para treinar a sua mente a se adaptar a esses objetivos. Exemplo: se você identificou as cores, procure viver em um ambiente em que elas estejam presentes. Vista-se com roupas que tenham essas cores, pinte seu quarto com elas, decore-o com objetos que as reproduzam.




  1. Faça a mesma coisa com os sons. Traga-os para o seu dia a dia. Quando você estiver desenvolvendo alguma atividade que se relaciona com o objetivo desejado, como por exemplo, um trabalho que você esteja fazendo ou uma matéria que você está estudando, procure compatibilizar o sentimento que essa atividade lhe provoca com aquela que a visão interna do objetivo lhe sugere. Isso fará com que sua mente fique impregnada pelo objetivo que você quer alcançar.




  1. Imagine agora que você já alcançou totalmente objetivo. Associe-se à imagem que você projetou mentalmente, como se estivesse vivendo efetivamente aquele momento. O que as pessoas estão dizendo para você? Como é que elas o olham? Como você se parece nesse momento e local? Qual a sua postura, como respira, senta, conversa? Qual é a auto-imagem que você faz de si mesmo nesse momento? Você gosta dela? Não há nenhum sinal de rejeição de alguma “parte” de você? (pensamentos jocosos, zombaria, pouco caso, podem ser sinais dessa rejeição).




  1. Se você realmente sente que gosta dessa auto- imagem, “ancore-a” no seu sistema neurológico, com um toque em alguma parte do seu corpo. (na ponta do nariz, na testa, no lóbulo da orelha, etc.)




  1. Levante-se, ande um pouquinho, pense em outra coisa para quebrar o estado. Depois faça um teste. Toque naquele lugar do corpo onde você “ancorou” a auto- imagem. Se a primeira coisa que vier à sua mente for essa imagem, então a neuro-associação que você precisava para se motivar foi conseguida. Se não, repita o passo 4.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   126


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal