Dados internacionais de Catalogação na Publicação (cip)



Baixar 1,42 Mb.
Página75/126
Encontro06.04.2018
Tamanho1,42 Mb.
1   ...   71   72   73   74   75   76   77   78   ...   126
Eliciamento de estados
Podemos pegar a imagem mental de uma experiência e ancorar nela o estado interno que ela nos provoca. Depois, associar esse estado a uma palavra, uma música, um toque, um aroma, um paladar, etc. e toda vez que no lembrarmos dessa palavra ou ouvirmos essa música, ou sentirmos esse toque, esse aroma, ou paladar, teremos de novo aquele sentimento. Essa é função do mantra, da prece, do amuleto, etc.

É isso, também, que os profissionais de publicidade fazem para ancorar no consumidor o desejo de consumir determinado produto. Produzem imagens visuais que inspiram estados de prazer, associam-nas com melodias ou sons agradáveis, ou que estão na moda e dessa forma “instalam” em nossos sistemas neurológicos “programas” de consumo que serão acionados toda vez que a âncora a eles associados for disparada.

Saber ancorar um “programa’ neurológico é o essencial que um praticante de PNL deve aprender. Equivale a aprender a instalar um programa de computador. Uma vez ancorado no nosso sistema neurológico, esse “programa” será responsável pelos comportamentos que adotaremos como resposta aos estímulos recebidos.

Só você pode saber se quer entrar em pânico toda vez que ouvir a palavra “prova”, “exame”, “ falar em público”, etc. Só você pode saber o quer sentir na presença de um médico, à vista de sangue, quando vai fazer uma entrevista, falar com alguém importante, etc. Existe um estado interno associado com todas essas coisas e o comportamento que você tem quando é confrontado com elas, é detonado pelas âncoras que, de alguma forma, você associou a ele.

A emoção incita o organismo à reação, mas é a razão que a organiza. Essa é a principal diferença entre os seres humanos e as demais espécies.

E entre os seres humanos, a forma como a razão organiza a reação é que faz a diferença. As mesmas âncoras que fazem você entrar em estados pobres de recursos ( suar, tremer, ficar paralisado, inseguro etc.) quando tem que fazer alguma coisa, podem servir para fazer você entrar em estados ricos de recursos. ( confiança, coragem, entusiasmo, energia, etc.)

De certo já houve situações em sua vida em que você agiu com muita confiança e motivação. Situações em que o seu sistema neurológico eliciou estados ricos em recursos. Procure descobrir o que o emociona ou que o motiva e quando a emoção estiver no pico, ancore-a no seu sistema neurológico. Ela lhe servirá de suporte para que você entre num estado de emoção igual aquele que você sentiu quando teve aquela experiência que tanto o entusiasmou. E toda vez que você precisar de motivação para fazer algo que precisa fazer, mas não se sente entusiasmado com isso, basta levantar a âncora para que o seu sistema nervoso recupere aquela disposição de espírito. Isso, em PNL, é o que se chama eliciamento de estados.
Já dissemos que todas as pessoas têm alguma habilidade. E sabemos que as nossas habilidades são exercidas com mais competência se as aplicarmos em atividades que realmente nos entusiasmem. Todos nós já vivemos momentos de intensa motivação em nossas vidas, quando aquilo que fazíamos parecia ser tão importante que até esquecíamos de comer, dormir ou de atender outras necessidades da vida.

Pessoas que fazem a diferença em suas carreiras profissionais geralmente são indivíduos tão motivados que, às vezes, até negligenciam tudo o mais em razão do exercício da sua habilidade. São cientistas que passam dias e noites em seus laboratórios, escritores e outros artistas que não comem nem dormem enquanto não terminam suas obras, são esportistas que treinam diuturnamente para adquirir o condicionamento físico necessário etc.


Se o nosso sistema neurológico já foi capaz de gerar, pelo menos uma vez, uma resposta competente, ou um momento de intensa motivação que nos fez esquecer de todas as outras coisas, então podemos dizer que ele já tem uma “fórmula” que pode ser usada para gerar outros “programas” igualmente eficientes ou motivadores.

Isso equivale a dizer que se fomos capazes de agir com eficiência pelo menos uma vez, ou se fomos capazes de nos motivar intensamente em um momento da nossa vida, então nós sabemos como fazer isso e poderemos fazê-lo quantas vezes necessitarmos ou quisermos.

Por isso, em PNL, se costuma dizer que todos nós temos os recursos que precisamos para poder atuar com eficiência na vida.

Em alguma oportunidade nós fomos muito bons. E se assim foi, por que não podemos sê-lo sempre, ou pelo menos, na maior parte das respostas que temos de dar à vida?


Eliciar um estado rico de recursos é acessar, conscientemente, um “programa” de habilidade ou motivação que já existe em nosso “arquivo.”

É possível eliciar estados emocionais fortalecedores e ancorá-los em nosso sistema neurológico de tal forma que eles venham a funcionar como padrões de conduta. Isso é como transferir recursos neurológicos de experiências bem sucedidas no passado para nos servir de suporte para responder em situações presentes e futuras. Esse é o segredo das pessoas que se mostram constantemente alegres, entusiasmadas, motivadas, solícitas, confiantes. Eles aprenderam a acessar, com facilidade, e de forma inconsciente, esses estados. A excelência e a motivação são, para elas, uma competência inconsciente, quer dizer, elas acessam esses estados automaticamente, como se fossem hábitos de vida.

A mesma coisa acontece com aquelas que fazem exatamente o contrário, ou seja, estão sempre taciturnas, amargas, descorçoadas, arredias, pessimistas. Umas e outras ancoraram esses padrões em seus sistemas neurológicos em algum momento de suas vidas e os carregam pela vida inteira, como se fossem hábitos arraigados.

Saber como eliciar um estado emocional positivo e ancorá-lo em nosso sistema neurológico é uma estratégia muito eficiente para nos levar ao sucesso nas respostas que temos que dar à vida. Pode nos ajudar a compor uma personalidade alegre, entusiasta, agradável, otimista, daquele tipo que todas as pessoas recebem com satisfação e que são sempre procurados como parceiros para tudo.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   71   72   73   74   75   76   77   78   ...   126


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal