Dados internacionais de Catalogação na Publicação (cip)



Baixar 1,42 Mb.
Página5/126
Encontro06.04.2018
Tamanho1,42 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   126
Fonte perene de recursos

Uma das proposições da PNL sustenta que todas as pessoas têm, pelo menos potencialmente, os recursos que precisam para serem eficientes na arte de viver.

A filosofia das religiões psíquicas ensina que a chama divina habita no interior de todas as pessoas e quando é acesa, conduz à iluminação. Já as religiões reveladas dizem que o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus.4 Em qualquer dos casos, o que se propaga com esses pressupostos é uma idéia de humanismo positivo que sustenta o otimismo que devemos manter em relação ao destino da espécie humana.

Seja qual for a concepção adotada – psicológica ou religiosa – isso quer dizer que o ser humano é muito superior ao que parece ser, pois ele possui recursos insuspeitados dentro de si. E, em qualquer caso, só precisamos encontrar a chave certa para abrir os caminhos para a iluminação ( em se tratando de religião) ou para a máxima excelência em nossas performances ( em se tratando da vida em geral). .

Na liturgia das religiões, são as preces, os jejuns, as cerimônias rituais, a recitação de mantras etc., que preparam a mente do fiel para a recepção do “programa”. Este é veiculado depois através das crenças embutidas nos pressupostos sobre os quais elas se fundamentam. Instalada a crença, o fiel adquire um “filtro” que irá processar dali para frente as experiências que tiver e conformá-las aos valores por ela determinados. Por isso é que quanto mais retumbante, impressionante, vistoso, emocionante, for o ritual utilizado para “instalar o programa”, mais profundamente ele impregnará a nossa mente e com mais força nos fará acreditar e trabalhar segundo o que ele sugere.

Da mesma forma que os atos litúrgicos dos ofícios religiosos, os exercícios desenvolvidos pelos praticantes de PNL funcionam como “rituais” que proporcionam acesso à estrutura mais profunda da nossa mente e nos dá a possibilidade de organizar ou reorganizar as nossas experiências internas de um modo que elas se tornem um aprendizado positivo e não uma limitação à nossa capacidade de encontrar respostas positivas para os desafios da vida. Esses exercícios funcionam como sugestões neurolinguísticas que modificam a nossa maneira de ver o mundo, e consequentemente, proporcionam diferentes respostas aos problemas que ele nos coloca. Em outras palavras, amplia nossos recursos e aumenta a capacidade de resposta.





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   126


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal