Dados internacionais de Catalogação na Publicação (cip)



Baixar 1,42 Mb.
Página11/126
Encontro06.04.2018
Tamanho1,42 Mb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   126
O Modelo PNL

território

visão

audição

cinestesia

Cor, brilho, distância, moldura, profundidade, localização,contraste, claridade, movimento, luminosidade, etc

Estéreo, mono, timbre, volume,tom, localização, distância, duração, continuidade, velocidade, etc.

Localização, intensidade, pressão, temperatura,extensão, textura, peso, aroma, forma , etc.


Alfabeto

Neuro-


lógico




Filtros

Generalização, distorção,cancelamento



Claro, escuro, perto, longe, lento, rápido, grande, pequeno, parado, movimentado etc.

Alto, baixo, agudo,suave, perto, longe, contínuo, quebrado, rápido, lento, intermitente, etc.

Insípido, inodoro,doce, amargo,azedo, suave,áspero,quen-te, frio, perto, longe,pequeno, grande, longo, etc.



Mapa

Respostas

Crenças, valores, pensamentos, comunicação, comportamentos etc.

Figura 1


O quadro acima ilustra a formulação pelo sistema neurológico pa

ra processar as informações que nos chegam do mundo real. Por ai se pode ver que o nosso processamento neurológico é um processo onde a totalidade do ser humano está em função de relação, gerando “programas” para orientar as interpretações que fazemos delas, e orientar as ações que realizamos em resposta a elas.

Tente fazer um trabalho em um computador que não tenha os programas próprios instalados em sua CPU. Você verá que é impossível. Da mesma forma que o seu computador tem um “menu de programas” que lhe dá opções variadas de respostas a uma determinada pergunta que você lhe faz, o seu cérebro, sendo um biocomputador, também tem instalado nele um acervo de “programas”, que orienta a escolha das respostas que você quer dar à vida.

Em resumo, o mundo é um território que nos manda informações. Essas informações são captadas pelos nossos sistemas sensores (visuais, auditivos e cinestésicos) que os levam para o cérebro, onde são representados através de códigos neurolinguísticos. ( Imagens, sons, sensibilidades). Essas representações são processadas por “filtros” que temos em nossa mente ( generalização, distorção, cancelamento). Desse processamento sai um “mapa” que é a nossa percepção a respeito da informação. Conforme percebemos, respondemos.

Assim, o que pensamos saber a respeito de uma experiência dos nossos sentidos não é totalidade de informações que ela encerra. Quer dizer: a nossa sabedoria a respeito de qualquer evento do mundo real é apenas uma parte dele, ou seja, o “mapa”, ou resumo que a mente faz dele. Se os fatos puros da vida são reduzidos dessa forma quando são processados pela mente, o que se pode dizer quando ela está se põe a processar conceitos? Como você representa para si mesmo os conceitos de bondade, verdade, honestidade, felicidade, ética, etc. De certo você terá suas próprias representações mentais desses conceitos. Outras pessoas farão diferentes idealizações. Será possível distinguir quem os representou mais fielmente? Impossível, pois todos estarão rigorosamente certos, cada um dentro do seu próprio mapa de mundo.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   126


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal