Curso de psicologia


Data Nome da Prática Realizada



Baixar 218.13 Kb.
Página6/26
Encontro03.05.2018
Tamanho218.13 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   26
Data

Nome da Prática Realizada

Núm

da cab.

Hora do

Início da

Ativ.

Hora do

Térm. da

Ativ.

Rubrica

do aluno

Resultado

da ativ.

Rubrica do

professor









































































































































































































































































































































































Vide Verso

ESPAÇO RESERVADO PARA POSSÍVEIS OBSERVAÇÕES DO PROFESSOR ACERCA DO ALUNO E DAS ATIVIDADES POR ELE REALIZADAS (DESCONHECIMENTO DA ATIVIDADE, FALTA DE MATERIAL DE TRABALHO, ATITUDE COOPERATIVA (OU NÃO) COM O PARCEIRO, CONVERSAS, PARALELAS DEMASIADAS, INTERESSE NA ATIVIDADE, RESPEITO COM O SUJEITO EXPERIMENTAL,ETC…)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

NIVEL OPERANTE

  • DENOMINA-SE NIVEL OPERANTE Á FORMA COMO O SUJEITO AGE SOBRE O AMBIENTE ANTES DE QUALQUER INTERVENÇÃO EXPERIMENTAL,



  • QUEREMOS SABER QUAL E O EFEITO DE UMA VARIÁVEL ESPECÍFICA SOBRE O COMPORTAMENTO (ÁGUA PARA UM SUJEITO PRIVADO DELA). PORTANTO É NECESSÁRIO SABER COMO ELE SE COMPORTA ANTES DA INTRODUÇÃO DESSA NOVA VARIÁVEL.

PROCEDIMENTO DA ETAPA DE NIVEL OPERANTE

  1. MANTENHA A (CHAVE DE CONTROLE) NA POSIÇÃO DE DESLIGADO DURANTE TODA ESTA FASE.



  1. O REGISTRO DE NÍVEL OPERANTE TERÁ A DURAÇÃO DE 30 MINUTOS



  1. VOCÊ UTILIZARÁ A FOLHA DE REGISTRO 1 (MODELO NO FINAL) PARA REGISTRAR OS COMPORTAMENTOS QUE O SUJEITO EMITIR DURANTE 30 MINUTOS;



  1. O REGISTRO SERÁ FEITO MESCLANDO-SE REGISTRO DE EVENTO (FREQUÊNCIA DO COMPORTAMENTO OBSERVADO) COM REGISTRO POR INTERVALO (TEMPO) .



  1. VOCÊ REGISTRARÁ, MINUTO A MINUTO, O NÚMERO DE OCORRÊNCIAS DE CADA COMPORTAMENTO SOLICITADO



  1. VOCÊ DEVERÁ MARCAR COM UM TRAÇO ( / ) NA COLUNA E NA LINHA APROPRIADA CADA OCORRÊNCIA DOS COMPORTAMENTOS INDICADOS NA TABELA DENOMINADA “REGISTRO DE NÍVEL OPERANTE” (VIDE EXEMPLO ABAIXO)

EX DA FORMA DE REGISTRO NA PRATICA DE NÍVEL OPERANTE

TEMPO

(MINUTOS)

PRESSIONAR A BARRA

TOCAR A BARRA

FAREJAR

LEVANTAR

LIMPAR-SE

01

/




///

//

/////

02







/

/

//

03




/

//

/

///

04







////////

//

//

05







/////

/////

/

06




/







/

07







///







.
















.
















.
















.
















ATÉ 30
















TOTAL


















  1. PARA REGISTRAR QUANTAS VEZES UM COMPORTAMENTO OCORRE, É PRECISO SABER IDENTIFICÁ-LOS COM PRECISÃO. ASSIM DIZEMOS QUE DEFINIMOS OPERACIONALMENTE OS COMPORTAMENTOS REGISTRADOS, A SABER:



  1. PRESSIONAR A BARRA: CONSIDERE UMA OCORRÊNCIA DESSE COMPORTAMENTO QUANDO O ANIMAL TOCAR A BARRA COM UMA OU COM AS DUAS PATAS DIANTEIRAS OU COM A CABEÇA (FOCINHO) FORÇANDO-A PARA BAIXO PRODUZINDO UMA PRESSÃO Á BARRA DE TAL FORMA QUE SE OUÇA UM “CLIQUE” SUAVE (SOM BAIXO), CARACTERÍSTICO DO MECANISMO DA BARRA EM FUNCIONAMENTO,



  1. TOCAR A BARRA: CONSIDERE COMO UMA OCORRÊNCIA DESSE COMPORTAMENTO SE O RATO APENAS TOCAR A BARRA COM UMA OU COM AS DUAS PATAS DIANTEIRAS OU COM O FOCINHO, MAS SEM FORÇÁ-LA PARA BAIXO E SEM QUE SE OUÇA O SOM OU “CLIQUE” MENCIONADO ANTERIORMENTE;



  1. FAREJAR: CONSIDERE UMA OCORRÊNCIA DESSE COMPORTAMENTO QUANDO O ANIMAL APROXIMAR O FOCINHO DAS PAREDES, DO PISO, DO TETO OU DA BARRA EXISTENTE NA CAIXA ENRUGANDO-O.

OBS: PARA CONTAR UMA NOVA OCORRÊNCIA, O ANIMAL DEVE FICAR SEM FAREJAR POR PELO MENOS DOIS SEGUNDOS VOLTANDO DEPOIS A FAZÊ-LO;

  1. LEVANTAR-SE: CONSIDERE UMA OCORRÊNCIA DESTE COMPORTAMENTO QUANDO O ANIMAL LEVANTAR-SE NAS PATAS TRASEIRAS, APROXIMANDO O FOCINHO DO TETO, PAREDES OU DA BARRA DA CAIXA EXPERIMENTAL;



  1. LIMPAR-SE: CONSIDERE UMA OCORRÊNCIA DESTE COMPORTAMENTO QUANDO O ANIMAL ESFREGAR AS PATAS DIANTEIRAS NA CABEÇA, FOCINHO OU CORPO, DUAS OU TRÊS VEZES. TAMBÉM NESSE CASO UMA NOVA OCORRÊNCIA SÓ DEVE SER MARCADA QUANDO HOUVER INTERRUPÇÃO OU MUDANÇA DE COMPORTAMENTO;



  • DEPOIS QUE VOCÊ TIVER ENTENDIDO O QUE E COMO DEVE REGISTRAR E TIVER EM MÃOS TODO O MATERIAL NECESSÁRIO (FOLHAS DE REGISTRO, CRONÔMETRO, CANETA, E QUANDO ESTIVER COM TUDO PREPARADO (CUBA CHEIA DE ÁGUA E CAIXA DEVIDAMENTE LIGADA), INTRODUZA O ANIMAL NA CAIXA OU PEÇA AO PROFESSOR (TÉCNICO OU AO MONITOR) PARA FAZÊ-LO;



  • ASSIM QUE O ANIMAL ESTIVER DENTRO DA CAIXA, COMECE A FAZER O REGISTRO DE COMPORTAMENTOS NA FOLHA DE REGISTRO DESTINADA A PRATICA 1, CONFORME EXEMPLIFICADO ANTERIORMENTE. NUNCA COLOQUE O ANIMAL NA CAIXA SEM SABER O QUE DEVERÁ SER FEITO E SEM TER EM MÃOS O MATERIAL NECESSÁRIO. RESOLVA ESSES PROBLEMAS ANTES DE IR BUSCAR SEU SUJEITO EXPERIMENTAL.



  • TERMINADOS OS 30 MINUTOS DE REGISTRO DO NÍVEL OPERANTE, CHAME SEU PROFESSOR E CONVERSE COM ELE VERIFICANDO SE HÁ CONDIÇÕES PARA QUE A SEGUNDA ATIVIDADE SEJA INICIADA NO MESMO DIA (PRÁTICA 2- TREINO AO BEBEDOURO) .



  • CASO ELE CONSIDERE HAVER TEMPO E CONDIÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA SEGUNDA ATIVIDADE E VOCE TENHA EM MÃOS O MATERIAL NECESSÁRIO, DÊ INICIO Á PRTICA 2 (TREINO AO BEBEDOURO). EM CASO NEGATIVO, A PRÓXIMA ATIVIDADE SERÁ REALIZADA EM OUTRA DATA.



FOLHA DE REGISTRO DA PRÁTICA I- NÍVEL OPERANTE

NOMES DOS ALUNOS: ___________________________________________RGM: _________

_____________________________________________________________RGM:_________

DATA DA ATIV.: _____________________ NUMERO DO SUJEITO: __________________

HORÁRIO DE INÍCIO DA ATIV: ___________ HORÁRIO DO TÉRMINO DA ATV: _________

TEMPO DE PRIVAÇÃO DO SUJEITO: _____________

TEMPO

PRESSIONAR

TOCAR

FAREJAR

LEVANTAR-SE

LIMPAR-SE



















1
















2
















3
















4
















5
















6
















7
















8
















9
















10
















11
















12
















13
















14
















15
















16
















17
















18
















19
















20
















21
















22
















23
















24
















25
















26
















27
















28
















29
















30
















TOTAL
















F.MÉDIA
















ATENÇÃO:. FAÇA A SOMATÓRIA DAS OCORRÊNCIAS DE CADA COMPORTAMENTO. FAÇA O CÁLCULO TAMBÉM DA FREQÜÊNCIA MÉDIA DE CADA TIPO DE RESPOSTAS DIVIDINDO O TOTAL DELAS PELOS 30 MINUTOS DE TRABALHO. TAIS DADOS DEVERÃO DAR ORIGEM A UM GRÁFICO (COLUNAS OU LINHAS) ONDE DEVERÃO APARECER TODOS OS COMPORTAMENTOS MENSURADOS E SUAS FREQÜÊNCIAS MÉDIAS.

PRATICA 1-NIVEL OPERANTE: ORIENTAÇÕES PARA ANÁLISE DE DADOS

  • CADA UMA DAS PRÁTICAS LABORATORIAIS DARÁ ORIGEM Á DADOS QUE SERÃO REGISTRADOS EM FOLHAS DE RESPOSTAS ESPECÍFICAS. TAIS FOLHAS DE RESPOSTAS FORNECERÃO DADOS PARA ANÁLISE QUALITATIVA E QUANTITATIVA DE CADA PRATICA QUE CONTRIBUIRÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO FINAL.


1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   26




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa