Curso de geografia



Baixar 6.95 Mb.
Página6/21
Encontro10.04.2018
Tamanho6.95 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21
44

49

2.5 Expansão para outros lugares e decadência da Rua Teresa...........


54

CONSIDERAÇÕES FINAIS.......................................................................


61


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..........................................................

64

INTRODUÇÃO

O espaço geográfico é a concretude da sociedade, no qual se realiza toda a influência humana sobre si e sobre o meio natural, assim como a influência do meio para o homem. Ele é, portanto, modificado direta ou indiretamente, especialmente para fins econômicos, na lógica da produção e da reprodução de capital, a qual se repercute em mercadorias, produtos, serviços, circulação, crédito, etc. Ou seja, ele é produzido. Produzir espaço é produzir relações sociais que se concretizam na sociedade. A produção é basicamente a construção social de uma sociedade historicamente dada. Ela é, necessariamente, um organismo social determinado, sendo a construção socioespacial de uma sociedade. Esta produção está condicionada por um modo de produção que lhe determina uma maneira de produzir e dominar coisas e pessoas.

Sabe-se, contudo, que cada lugar guarda suas particularidades econômicas, políticas, históricas e físicas, o que faz com que seus aproveitamentos sejam diferentes. Este trabalho pretende mostrar uma mudança que ocorreu no espaço geográfico de Petrópolis a partir da decadência industrial têxtil, que gerou uma mudança de uso na chamada Rua Teresa: uma ascensão econômica que atualmente já experimenta processos de decadência e sofre concorrências que dificultam a sua reprodução como uma rua de indústria e comércio. Busca-se: entender como e por que esta rua se constituiu no que é hoje, identificando seu caráter industrial e comercial, de forma que ela seja mostrada como um componente importante no espaço urbano de Petrópolis. Para isso, foi necessário realizar o histórico do local, ligado à história da cidade; verificar para onde e o que gera sua expansão espacial; discutir a questão do espaço urbano e seus usos; entender de que maneira a Rua Teresa é mantida como um “shopping a céu aberto”; apresentar possíveis motivos que conduzem à sua decadência atual.

Para que se possa caracterizar e discorrer sobre a Rua Teresa, é preciso primeiro apresentar o município de Petrópolis, que está na Região Serrana do Rio de Janeiro, fazendo limite com os municípios de São José do Vale do Rio Preto, Areal, Paty do Alferes, Paraíba do Sul, Miguel Pereira, Duque de Caxias, Magé, Guapimirim e Teresópolis, conforme mostrado na Figura 1.



FIGURA 1: LOCALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS

Petrópolis dista, aproximadamente 66 Km do município do Rio de Janeiro, utilizando como acesso a BR 040, que atravessa o município em sua porção central. Segundo dados do Censo IBGE 2010, possui população de 295.917 habitantes, área de 795,798km², e densidade demográfica de 371,85 hab/km². Está dividida em cinco distritos, conforme mostrado na Figura 2, segundo dados da fundação CEPERJ – Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro - sendo eles: 1º distrito: Petrópolis; 2º distrito: Cascatinha; 3º distrito: Itaipava; 4º distrito: Pedro do Rio; 5º distrito: Posse.



FIGURA 2: DISTRITOS DE PETRÓPOLIS



Fonte: Laboratório de Cartografia – GEOCART – UFRJ. Disponível em: http://www.e-rotas.com.br/

Os bairros a serem mencionados, principalmente, neste trabalho são: Centro, no distrito Petrópolis; Capela e Bingen, no distrito Petrópolis; Itaipava, no distrito Itaipava.

Petrópolis é uma cidade que guarda uma história bastante ligada à história do Brasil, por ter sido o local escolhido por Dom Pedro II para vilegiatura1, assim como por ter servido de conexão entre o Porto da Estrela, no Rio de Janeiro e as Minas Gerais. Foi também local de acolhida e trabalho de colonos europeus, principalmente alemães, dos quais muitos serviram como mão de obra para a construção da cidade, como pode ser encontrado nas obras de Rabaço (1985) e Ambrozio (2013).

Por sua história e também por sua geografia, muitos pesquisadores direcionam seus trabalhos para as peculiaridades desta cidade, como Rabaço (1985), Santos2 (2001) e Santos3 (2001). Observa-se, no entanto, que os trabalhos voltados para a Rua Teresa, como os de Carmo (2005), Moura (2002) e Schanoel (2004) são de caráter exclusivamente administrativo e econômico, e, por isso, o passado tão importante desta rua acaba por ter poucas referências no meio acadêmico, sobretudo na ciência geográfica. Por isso, busca-se uma caracterização geográfica da Rua Teresa de forma a contribuir com a literatura sobre o assunto.






  1. Baixar 6.95 Mb.

    Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa