Curso de Formação Específica em Recursos Humanos


DELEGAÇÃO I – Importância



Baixar 1,07 Mb.
Página98/119
Encontro01.12.2019
Tamanho1,07 Mb.
1   ...   94   95   96   97   98   99   100   101   ...   119
DELEGAÇÃO
I – Importância


  • O gerente participativo poderá cuidar melhor de suas importantes funções administrativas – planejar, organizar, liderar e controlar as atividades de sua unidade de trabalho, deixando os detalhes operacionais aos subordinados.




  • Uma gestão compartilhada de recursos humanos tem que ter por princípio a delegação de tarefas e atribuições, repartindo autoridade e responsabilidade pela consecução das atividades e alcance das metas.


II – O que é Delegação?
Processo administrativo de agir por intermédio de outros, fazendo da delegação um instrumento sistemático de liderança compartilhada.
O auxiliar é responsável perante seu gerente pelos resultados que obtém, enquanto o próprio gerente responde perante seu superior por toda a unidade.
Assim sendo, um gerente dinâmico e capaz de liderar uma equipe conhece o potencial de seus liderados (as pessoas certas no lugar certo) e utiliza-se das melhores habilidades de cada um, atribuindo tarefas e responsabilidades às pessoas certas.
III – Fatores que dificultam a Delegação de Tarefas


  1. Estilo de gerenciamento: pessoas centralizadoras, incentivam a mentalidade do dirigente insubstituível para o cargo que ocupa, gerando a ausência de confiança nos colaboradores e ambiente de trabalho não cooperativo.




  1. Direção centralizadora: a organização não facilita o processo de delegação, impedindo que decisões sejam tomadas pelos escalões hierárquicos inferiores e isto causa insegurança na delegação.




  1. Insegurança de quem delega: sentindo-se inseguro no cargo e no seu relacionamento com seus superiores, colegas e liderados, o gerente indeciso tem receio de não mais ser considerado indispensável à equipe e à empresa.




  1. Indefinição da área de responsabilidades e de autoridade do próprio gerente: o Gerente desconhece seus limites de ação, portanto não tem as condições mínimas necessárias para delegar atribuições de forma clara e objetiva.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   94   95   96   97   98   99   100   101   ...   119


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal