Cuidados paliativos em fisioterapia respiratória



Baixar 42,71 Kb.
Encontro19.11.2019
Tamanho42,71 Kb.



CUIDADOS PALIATIVOS EM FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA

VALQUIRIA CARVALHO DA SILVA ALVES

PROFESSORA ORIENTADORA Dra Márcia Valéria Rosa Lima
INTRODUÇÃO:

A Medicina Paliativa tem como função primordial cuidar de pacientes, cuja doença não responde aos tratamentos curativos. Os pacientes terminais eram tratados de forma diferenciada aos não terminais com perspectivas de cura. Isto, em função ao preconceito relacionado à morte.

Atualmente através da Medicina Paliativa, o especialista junto à equipe multiprofissional, vem desempenhando condutas de forma à promover conforto diante dos sintomas álgicos ,respiratórios, emocionais e espirituais sofríveis aos pacientes terminais e familiares.

Nos últimos anos, a Fisioterapia Respiratória vem aprimorando-se através de cursos de especializações e aperfeiçoamento na área, podendo atuar de forma precisa diante das disfunções respiratórios, que ocorrem em pacientes terminais, agudos ou crônicos; em terapia intensiva ou residência.

A importância do tema se justifica através da literatura científica, que tem demonstrado a efetividade das técnicas e recursos fisioterapêuticos, o qual vem promovendo relevante desempenho através das pesquisas, sendo utilizados de forma a amenizar o desconforto respiratório ocasionado por diversos fatores nas doenças terminais.

Portanto, o objetivo deste Estudo reside em como a função do profissional fisioterapeuta nos Cuidados Paliativos está delineada em uma revisão bibliográfica nas doenças terminais.


METODOLOGIA

Estudo descritivo através da busca de artigos indicados nas referências. Realizada uma revisão na literatura científica nos meses de agosto e setembro de 2011. Utilizou-se o critério de cruzamento das seguintes palavras chaves: Palavras Chave: Fisioterapia Respiratória; Cuidados Paliativos e Doenças Terminais.

A busca eletrônica no banco de dados MEDLINE, SciELO e PubMed, resultou na identificação de 22 artigos sendo 13 (treze) incluídos por apresentarem dados relacionados ao tema do artigo. Estes foram analisados e construídos no Quadro I .

RESULTADOS

QUADRO I: REVISÃO DOS ARTIGOS SOBRE CUIDADOS PALIATIVOS


AUTOR

TÍTULO/ ANO

RESUMO

Carvalho, Celso R. F.

Papel da Fisioterapia nas Doenças do Aparelho Respiratório (2010)

o tratamento dos pacientes com doenças respiratórias deve incluir diversos profissionais, atuando de maneira interdisciplinar.


Rocha, Elizabeth

Rocha


Magalhães, Sílvia Mourão

De Lima, Vanessa Pereira



Repercussão de um protocolo fisioterapêutico intradialítico

na funcionalidade pulmonar, força de preensão manual e

qualidade de vida de pacientes renais crônicos (2010)


IConclui-se que o protocolo fisioterapêutico proposto não promoveu melhoras expressivas nas variáveis analisadas nos pacientes submetidos à HD, no ponto devista estatístico. Excetuando-se a medida de PFE. Isso se justifica, em parte, ao número pequeno da amostra,tempo do protocolo e intervenções propostas.

Unidade de Cuidados (UNIC)

Manual de cuidados paliativos em pacientes com câncer (2009)

Este novo conceito de saúde exigiu novos processos de especialização, redefiniu novas áreas de atuação e,como conseqüência,o aparecimento de vários grupos de profissionais e a criação de um modelo Biopsicossocial de atenção,onde a saúde e a doença são produtos de uma combinação de fatores como as características biológicas,fatores comportamentais,psicológicos e as condições sociais.




Marcucci, Fernando Cesar Iwamoto

O papel da fisioterapia nos cuidados paliativos a pacientes com câncer (2005)

A Fisioterapia Paliativa tem como objetivo principal à melhora da qualidade de vida dos pacientes sem

possibilidades curativas, reduzindo os sintomas e promovendo sua independência funcional. Para que isto

seja alcançado é preciso manter um canal de comunicação aberto com

o paciente, familiares e demais

profissionais envolvidos.


Santos, Frinve Regina de Moraes

Tiago, Ana Priscila P.P

Fonseca, Adriano L

Christofoletti, Gustavo



Revisão da fisioterapia na Miastenia Grave (2008)


A principal complicação da MG é a crise miastênica,caracterizada por uma redução rápida e marcante da forçamuscular com disfonia, disfagia e aspiração. Se não tratada, a

fraqueza progride acometendo músculos respiratórios, levando à insuficiência respiratória e à morte. Para tanto, realizaram um tratamento respiratório intensivo a fim de diminuir o risco de complicações respiratórias prolongadas. Os recursos utilizados foram: Aspiração das vias aéreas,

Pressão Respiratória Positiva Intermitente, Suspiros e

Fisioterapia Torácica (respiração profunda, estímulo à tosse, drenagem postural, vibração, percussão e

mobilização no leito).


Müller, Alice Mânica

Scortegagna, Daiane

Moussalle, Luciane Dalcanale


Paciente oncológico em fase terminal: percepção e abordagem

do fisioterapeuta

(2011)


Foi possível perceber que a relação estabelecida entre o fisioterapeuta e o paciente e importante para ambos e é

evidenciada, neste estudo, como uma relação de amizade,

afetividade e compreensão, que auxilia o tratamento.


Presto, Bruno

Orsini, Marco

Presto, Luciana D.N.

Calheiros, Miriam

De Freitas, Marco R.G.

Mello, Mariana P.

Reis, Carlos H.M.

Nascimento, Osvaldo J.M.



Ventilação Não-Invasiva e

fisioterapia respiratória para pacientes com esclerose lateral amiotrófica (2008).



A fisioterapia respiratória parece melhorar a qualidade de vida e reduzir as complicações respiratórias causadas pela retenção de secreção e perda da capacidade de tosse, a aplicação de VNI nos pacientes com ELA pode melhorar a qualidade de vida e a prolongar a sobrevida, em alguns casos, em mais de 12 meses em pacientes com comprometimento da

Reiriz, André Barbas

Scatola, Ronei Pacheco

Buffon, Viviane Raquel

Santos, Carine Motter Deize

Fay, Alexandre Schio

Ceron, Jonas

Knob, Cristiane

Silva, Fernanda Franciele

Cusin, Thiago

Meira, Marcela Ferreira

Dalcin, Luciane


Cuidados Paliativos, a terceira via entre eutanásia e distanásia:

ortotanásia (2006).



O paliativismo acredita que assim como a vida, a morte é um momento sagrado que deve ser direcionado pela própria natureza, que sabe o momento exato de ceifar a vida.

. A morte deve ser um ato natural e, portanto, não influenciada por meios tecnológicos e, muitas vezes,

traumáticos.

A ortotanásia procura respeitar o bem-estar global das pessoas, garantindo a dignidade no processo de morte. Permite ao doente fora das possibilidades de cura, e aos seus familiares e amigos, aceitar a morte

com certa tranqüilidade, porque, nesta perspectiva, a morte não é uma doença a ser curada, mas o fim do ciclo vital.


Machado, Karina Dias Guedes

Pessini, Leo

Hossne, William Saad


A formação em cuidados paliativos da equipe

que atua em unidade de terapia intensiva:um olhar da bioética (2007).



O conhecimento geral da equipe multidisciplinar (médicos, fisioterapeutas e enfermeiros) acerca de temas relacionados àterminalidade ainda é muito deficienrequerem. .Sugerimos então que cursos de humanização, cuidados paliativos e bioética sejam inseridos como disciplina fundamental durante a graduação, pós-graduação e treinamento desses profissionais. Porém, só a teoria não é suficiente, há a necessidade de instigar o profissional a reflexões bioéticasacerca do tema.

Barbas, Carmen Silvia Valente

Schettino Guilherme

De Carvalho,Carlos Roberto Ribeiro


Suporte Ventilatório Não-Invasivo no cardiopata grave (2009)

A Ventilação não-invasiva,quando comparada a ventilação invasiva,apresenta como maior vantagens maior conforto dos pacientes,preservação dos mecanismos de defesa das vias aéreas,além de proteger os pacientes de infecções associadas à ventilação mecânica.

A ventilação não invasiva, no entanto, também tem riscos associados a seu uso e não deve ser considerado um substituto à ventilação invasiva, mas, sim, uma modalidade adicional de suporte ventilatório.



Felício, Eliane C.S.

Pereira, Erica Fernanda

Gomes, Débora


Cuidados paliativos e cisioterapia:

reflexões atuais

2006)


Neste contexto,o fisioterapeuta possui conhecimento terapêuticos como os métodos analgésicos, os recursos para complicações osteomioarticulares,os exercícios para melhora da função pulmonar,entre outros,que contribuem no tratamento desses pacientes.

Bassani, Mariana Almeida

Oliveira, Ana Beatriz Francisco

Neto, Antonio F. Oliveira

Taíze,Renata



O uso da ventilação mecânica

não-invasiva

nos cuidados paliativos de paciente com

sarcoma torácico metastático. relato de caso (2008)



A VNI é uma forma de suporte ventilatório por prssão positiva,

realizado, na maioria da és vezes, por meio de máscaras e tem como objetivos melhorar as trocas gasosas e reduzir o trabalho ventilatório evitando em alguns casosa intubação traqueal, que também pode contribuir

para o surgimento de complicações como infecções de vias aéreas superiores e inferiores, que sabidamente aumentam a mortalidade.


Mendonça, Gerlania M.S.

Nascimento, Marilene Batista da Cruz



Mal de alzeimer atuação fisioterapeutica (2008)

O fisioterapeuta faz parte dessa equipe multidisciplinar ocupando um papel indispensável no tratamento, pois esse profissional objetiva é prevenir contraturas articulares, atrofias, encurtamento muscular, manutenção da massa muscular, mobilização das secreções pulmonares, visando um prolongamento do tempo de independência do paciente, e assim reabilitar tanto as funções motoras e cognitivas do paciente e também incluí-lo de forma segura no ambiente em que ele vive.

CONCLUSÃO:

Considerando o objetivo deste estudo,a atuação do profissional fisioterapeuta relacionada aos cuidados paliativos ao paciente terminal envolve na literatura pesquisada os seguintes aspectos: o tratamento, a fisioterapia paliativa, a utilização de protocolos fisioterapêuticos e a inserção no curso de graduação.

Como tratamento, Carvalho(2010), Presto (2008) Barbas (2009),Felicício (2006), Bassani (2008),Mendonça (2008) analisam sua atuação de forma interdisciplinar no qual o fisioterapeuta previne as complicações decorrentes da fase terminal colaborando para a qualidade de vida.

Uma forma de suporte importante para o tratamento dos distúrbios respiratórios é a Ventilação Não Invasiva (VNI) por promover maior conforto, reduzindo o trabalho ventilatório com conseqüente melhora das trocas gasosas.

Os autores estabelecem a fisioterapia paliativa com a possibilidade de prolongar a sobrevida principalmente quando associado a um protocolo fisioterapêutico Rocha (2010),Reiriz (2006).

Finalizando, seguindo o atual conceito de saúde,convém redefinir novas áreas de atuação para o fisioterapeuta com a sugestão de cursos e/ou disciplinas que envolvam os cuidados paliativos.
Referências Bibliográficas

1-BRASSANI,MA, OLIVEIRA,ABF, NETO,AFO, TRIZE,R. O Uso da Ventilação Mecânica Não-Invasiva nos Cuidados Paliativos de Paciente com Sarcoma Torácico Metastático. Relato de Caso. Revista Brasileira de Terapia Intensiva 205 Vol. 20 Nº 2, Abril/Junho, 2008


2-FELÍCIO,ECS, PEREIRA,EF, GOMES,D. Cuidados Paliativos e Fisioterapia: Reflexões Atuais. Centro Universitário S. Camilo. São Paulo, v12, n.2, p.87-91, abr/jun.2006
3-MACHADO,KDG, PESSINE,L, HOSSENE,WS. A formação em cuidados paliativos da equipe que atua em unidade de terapia intensiva: um olhar da bioética. - Centro Universitário São Camilo - 2007; 1(1): 34-42
4-MARCUCCI, FCI. O papel da fisioterapia nos cuidados paliativos a pacientes com câncer. Revista Brasileira de Cancerologia 2005; 51(1): 67-77
5-MULLER, AM, SCORTEGAGNA,D, MOUSSALLE,LD. Paciente Oncológico em Fase Terminal: Percepção e Abordagem do Fisioterapeuta. Revista Brasileira de Cancerologia 2011; 57(2): 207-215
6-MOTA, RA, MARTINS, CGM, VÉRAS, RM. Papel dos Profissionais de Saúde na Política de Humanização Hospitalar. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 11, n. 2, p. 323-330, mai./ago. 2006tica
7-MENDONÇA,GMS, NASCIMENTO,MBC. Mal de Alzheimer e a Atuação Fisioterapêutica. Graduando do Curso de Fisioterapia da Universidade Tiradentes. E-mail: laniamendonca@hotmail.com ** Mestranda em Educação pela Unit, especialista em Psicopedagogia Institucional/FANESE e licenciada em Pedagogia/Faculdade Pio X. Docente de Práticas Investigativas da Unit. Membro dos Grupos de Pesquisa EDUCON/UFS e GPGFOP/Unit; e-mail: nascimentolene@yahoo.com.br
8-PRESTO, B, ORSINE, M, PRESTO, LDN, CALHEIROS, M, FREITAS, MRG, MELLO, MP, REIS, CHM, NASCIMENTO, OJM. Ventilação Não-Invasiva e Fisioterapia Respiratória para pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica. Endereço para correspondência: Bruno Presto Rua Pinheiro Machado 25/203. 22231-090 Rio de Janeiro, R J.E-mail: brunopresto@hotmail.com / orsini@predialnet.com.br
9-ROCHA, ER, MAGALHAÊS, SM, LIMA UP. Repercussão de um protocolo fisioterapêutico intradialítico na funcionalidade pulmonar, força de preensão manual e qualidade de vida de pacientes renais crônicos J Bras Nefrol 2010;32(4):359-371.

10-REIRIZ, AB, SCATOLA,RP, BUFFON,VR, SANTOS,CMD, FAY,AS, CERON,J,KNOB,C, SILVA,FF, CUSIN,T, MEIRA,MF, DALCIN,L. Cuidados Paliativos, a Terceira Via entre Eutanásia e Distanásia: Ortotanásia.

Prática Hospitalar • Ano VIII • Nº 48 • Nov-Dez/2006
11-REZENDE, M, MOTTA, FMB, REZENDE, H. Manual de Cuidados Paliativos em Pacientes com Câncer. Unidade de Cuidados (UNIC-2009)
12-SANTOS, FRM, TIAGO, APPP, FONSECA, AL,CHRISTOFOLETTI,G.

Revisão da Fisioterapia na Miastenia Grave. Revista Movimenta; Vol 1, N 1 (2008)


13- BARBAS, CSV, SCHETTINO,G, CARVALHO,CRR. Suporte Ventilatório Não-Invasivo No Cardiopata Grave. Rev. Soc. Cardiol Estado de São Paulo. 2009; 19 (2): 243-8 RSCESP (72594)-1781.


Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa