Cosmovisão cristã o que é uma cosmovisãO? Introdução



Baixar 120,48 Kb.
Página3/27
Encontro17.10.2018
Tamanho120,48 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   27
1.2. Definições Básicas

Podemos definir cosmovisão, em geral, como um conjunto de crenças fundamentais através das quais vemos o mundo. É a forma pela qual interpretamos e percebemos a realidade ao nosso redor, seja de forma consciente ou inconsciente.

Esse conjunto de crenças nos diz, em primeiro lugar, o que as coisas são. Mas isso não é tudo; uma cosmovisão também nos dá razões e direção para nossa forma de viver. Nas palavras de James Olthuis, uma "cosmovisão funciona tanto descritivamente como normativamente." (p. 29) Essa orientação prática foi bem destacada por Kuyper em sua expressão "Sistema de Vida". Não se trata apenas de uma forma de "ver", mas de uma forma de "ser".

O conjunto total de crenças de uma pessoa compõe a sua cosmovisão. Mas nem todas as crenças tem o mesmo "peso" dentro do sistema. As crenças que sustentamos sobre o mundo estão inter-relacionadas de diversas formas, e tem diferentes funções.

Assim, embora num sentido mais lato, a totalidade das crenças de um individuo constitua sua cosmovisão individual, o conjunto de crenças mais fundamentais, que ocupam papel central na "imagem mental" do mundo de um ou mais indivíduos define a sua cosmovisão.

Quais seriam essas "crenças fundamentais"? Segundo um autor, uma cosmovisão seria “a visão ou conjunto de suposições e crenças que um determinado indivíduo ou grupo possui da vida, do mundo, de Deus, de si mesmo, e suas inter-relações”. Essa definição é bem ampla, mas indica aspectos chave: eu, Deus, o mundo, e as relações entre eles.

Para identificar as crenças que tem um papel mais importante numa cosmovisão, precisamos apelar para alguma descrição fenomenológica ou científica da cosmovisão. Em principio, podemos dizer que as crenças mais importantes de uma cosmovisão são aquelas crenças que tem a capacidade de englobar todas as outras, isto é, aquelas que permeiam todas as regiões de nossa cosmovisão. Outro fator que torna uma crença importante é seu impacto sobre as nossas vidas.

Esses dois critérios compreendem dois tipos básicos de crenças: (1) minha idéia de totalidade, ou seja, o que acredito sobre o que a realidade é e como está estruturada e (2) minha visão de mim mesmo, do meu lugar dentro dessa estrutura. Na verdade essas duas perguntas são a mesma pergunta, a primeira de dentro para fora, a segunda de fora para dentro. Essa pergunta dupla pode ser desdobrada em perguntas sobre a origem, estado presente e o destino do mundo e do homem.






Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   27


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal