Copa das confederaçÕES: análise de conteúdo dos portais o povo e diário do nordeste



Baixar 16,85 Kb.
Encontro22.08.2018
Tamanho16,85 Kb.

COPA DAS CONFEDERAÇÕES: ANÁLISE DE CONTEÚDO DOS PORTAIS O POVO E DIÁRIO DO NORDESTE
Jéssica Esther Machado Farias1

Paulo Germano Barrozo de Albuquerque2


INTRODUÇÃO

O presente trabalho consiste na análise da construção de identidade de multidões nos portais de comunicação O Povo Online e Diário do Nordeste. O objeto de análise é constituído pelo conteúdo jornalístico produzido pelos dois portais cearenses acerca dos protestos ocorridos durante a Copa das Confederações no ano de 2013. No total, aconteceram três manifestações no mês de junho, nos dias 17, 19 e 28. Os portais O Povo Online e Diário do Nordeste foram escolhidos pelo fato se constituírem nos mais relevantes portais jornalísticos do Ceará. O objetivo geral consiste na identificação da abordagem que os portais realizaram sobre os referidos protestos em Fortaleza. Já os objetivos específicos são a realização de uma análise da linguagem utilizada pelos portais, a verificação da natureza do material audiovisual utilizado e a identificação das fontes ouvidas para as matérias. O método escolhido para a pesquisa é Análise de Conteúdo, de acordo com os conceitos da socióloga francesa Laurence Bardin (2002).


REFERENCIAL TEÓRICO

Tendo em vista que o contexto atual é profundamente marcado pelo amplo uso de dispositivos comunicacionais, sejam eles computadores, celulares ou qualquer outro meio que funcionem com a função de ser uma plataforma de comunicação, surge a possibilidade de agir à distância e a promoção de uma separação espaço-temporal. Sobre o assunto, Harley (1989) afirma que a difusão das TICs e o aprofundamento da digitalização da informação são fatores que exerceram significante influência no contexto da emergência da economia da informação e da Cibercultura (LEMOS, 2003).

Contudo, em um primeiro momento, precisamos entender o surgimento do e as características do webjornalismo. A esse respeito, utilizamos conceitos encontrados no trabalho de Mielniczuk (2003) sobre jornalismo na web. Esses conceitos incluem temas como as fases de desenvolvimento e as características do dessa modalidade de jornalismo.

Por outro lado, recorremos ao teórico da comunicação Stuart Hall (2014) com o intuito de entender conceitos como os de identidade, identidade nacional, cultura nacional, construção de identidade e a influência da mídia nesse fenômeno. Além disso, utilizamos os conceitos de teóricos como Moscovicci (1978) para entender de que forma a Teoria das Representações Sociais está presente no contexto jornalístico. Essa teoria descreve as representações sociais como sistemas de valores e práticas que orientam os indivíduos na maneira de como se comportar no contexto social e material, de modo a se integrarem em um grupo ou em uma relação cotidiana de intercâmbios (Moscovici, 1978).

Um dos meios pelos quais essas orientações se dão é pela mídia. Ao discutir o papel da comunicação na construção das Representações Sociais, Rouquette (1999) afirma que elas são elaboradas e transmitidas a partir da comunicação, considera a Comunicação Social como essencial para sua compreensão.
RESULTADOS ESPERADOS

Este trabalho está em fase de desenvolvimento para a disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso I. Esperamos como resultados a constatação da maneira como a mídia - no caso os portais O Povo Online e Diário do Nordeste - exerce influência no processo de formação de identidade das multidões, particularmente a multidão presente nos protestos da Copa das Confederações.


CONSIDERAÇÕES FINAIS

Este relato de pesquisa foi elaborado com base em um pré-projeto de monografia. Até o momento, realizou-se a definição do objeto de estudo assim como a metodologia para analisá-lo. Além disso, já traçamos os objetivos gerais e específicos, e começamos a escrever a fundamentação teórica com base na bibliografia levantada. Esperamos concluir a presente pesquisa até o fim do próximo semestre letivo.


REFERENCIAL TEÓRICO

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: Lamparina, 2014.


LEMOS, André. Cibercultura. Alguns Pontos para compreender a nossa época. Olhares sobre a Cibercultura. Sulina, Porto Alegre, 2003.
MIELNICZUK, Luciana. Jornalismo na web: uma contribuição para o estudo do formato da notícia na escrita hipertextual. Disponível em: http://poscom.tempsite.ws/wp-content/uploads/2011/05/Luciana-Mielniczuk.pdf. Acesso em 15/04/2015.

MOSCOVICI, S. (1978). A representação social da Psicanálise. (A. Cabral. Trad.), Rio de Janeiro: Zahar.

ROUQUETTE. M. L. (1996). Social representation and mass comunication research. Journal for the Theory of Social Behavior, 26 (2): 221-231.


1Estudante de Jornalismo cursando o 7o semestre da Faculdade 7 de Setembro. E-mail: Jessicaesther_chan@hotmail.com

2Professor da Faculdade 7 de Setembro e Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará. Graduado em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. E-mail: Paulodealbuquerque@bol.com




Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal