Comportamento organizacional


AS FASES DA PSICOLOGIA DO TRABALHO



Baixar 38.33 Kb.
Página3/9
Encontro03.03.2018
Tamanho38.33 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9

AS FASES DA PSICOLOGIA DO TRABALHO



Sampaio (1998) considerou três fases da Psicologia do Trabalho quando se referiu a esta área de atuação que, segundo ele, correspondem a três momentos da história da aplicação da Psicologia do Trabalho, no Brasil. O primeiro momento seria representado pela “prática da chamada Psicologia Industrial que resumia-se, inicialmente, a seleção e a colocação profissional” (p. 21).

Continuou afirmando que a Psicologia Industrial desenvolveu novos estudos, aplicados no trabalho, sobre motivação, comunicação e comportamento de grupo, técnicas de colocação de pessoal, treinamento, classificação de pessoal e avaliação de desempenho. Outra área que se desenvolveu foi a chamada engeneering psychology, que visava “projetar equipamentos de acordo com as capacidades e limitações dos operadores humanos”. (p. 22)

A segunda fase da Psicologia aplicada ao trabalho foi identificada como a Psicologia Organizacional, que surgiu à medida que os psicólogos deixavam de estudar apenas os postos de trabalho para contribuírem também na discussão das estruturas da organização. A Psicologia organizacional não foi uma ruptura radical com a Psicologia da indústria. Foi uma ampliação do seu objeto de estudo, posto que os psicólogos continuaram atrelados ao problema da produtividade das empresas. A Psicologia organizacional continuou os estudos sobre treinamento, não apenas com a visão de capacitação para o trabalho, mas também com a de desenvolvimento de Recursos Humanos. Ela encampou as "novidades" dos autores estruturalistas e sistêmicos da administração.

Para Sampaio (1998), a Psicologia Organizacional tinha caráter instrumental, tornando-se um novo tema que surgiu dentro dos estudos de motivação, o qual supervalorizou as teorias comportamentais na Psicologia, ao maximizar a influência do ambiente no comportamento humano e minimizar as influências intrapsíquicas, reduzindo-as ao âmbito da satisfação.

A Psicologia Organizacional ainda traz em seu bojo a idéia do plano de cargos e salários como elemento motivador, embora já se saiba, desde os trabalhos de Herzberg, do caráter higiênico do salário como fator de incentivo. (SAMPAIO, 1994, p. 24-25)


  1. Seleção e Colocação de Pessoal – elaboração de perfil profissiográfico; elaboração de análise de tarefa; realização de análise e descrição de função; aplicação de testes psicológicos em seleção; elaboração e aplicação de provas situacionais; emprego de dinâmica de grupos com fins seletivos; uso de entrevista psicológica para fins seletivos; elaboração de provas técnicas para seleção; validação de instrumento de seleção; consultoria em seleção de pessoal.

  2. Planejamento de Recursos Humanos – realização de estudos sobre turn-over e absenteísmo; realização de análise da entrevista de admissão; elaboração de histórico de empregados; pesquisa de cultura organizacional; pesquisas de clima organizacional e satisfação no trabalho; realização e análise de entrevistas de desligamento; elaboração e gestão de programas de incentivos; aconselhamento na movimentação de pessoal; elaboração de estudos sobre qualidade de vida no trabalho; realização de consultoria em planejamento de RH.

  3. Treinamento de Pessoal – Realização de levantamento de necessidades de treinamento; planejamento de treinamento; realização de avaliação de treinamento (avaliação de reação, avaliação de conteúdos e avaliação de serviço); coordenação de treinamento; supervisão da elaboração de treinamento; capacitação psicopedagógica de instrutores; estabelecimento de critérios de seleção para participação em cursos; emprego de técnicas psicológicas em atividades de treinamento; realização de consultoria em treinamento de pessoal.

  4. Saúde Mental no Trabalho – realização de estudos epidemiológicos sobre saúde mental no trabalho; implantação e gestão de programas preventivos de saúde mental no trabalho; realização de psicodiagnóstico de trabalhadores; realização de psicoterapia breve; elaboração e implantação de programas de reabilitação com equipe multidisciplinar; elaboração e realização de programa de preparação para aposentadoria; intervenção no ambiente e organização do trabalho para redução/prevenção de psicopatologia do trabalho; realização de diagnóstico organizacional em saúde mental no trabalho; realização de estudos de estresse ocupacional; realização de consultoria em saúde mental no trabalho).



  5. Baixar 38.33 Kb.

    Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
ensino médio
terapia intensiva
Conselho nacional
minas gerais
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
catarina prefeitura
recursos humanos
Dispõe sobre
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
psicologia programa
ministério público
conselho estadual
público federal
Serviço público