Click Metamorfósico Organizacional



Baixar 3,09 Mb.
Página9/72
Encontro10.08.2018
Tamanho3,09 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   72

Justificativa

Desde a tenra idade o autor tem a intenção de auxiliar a construção de uma sociedade mais justa, mais transparente e apropriada para a vida daqueles que irão viver daqui a alguns anos.


Depois de muitas dificuldades na vida escolar, descobriu através do Dr. David Prado, que seu antigos professores somente conheciam duas das múltiplas inteligências: a linguística/verbal e lógico/matemática. Hoje, com a maturidade que somente o tempo pode trazer, considera que as dificuldades de seu processo de aprendizagem há época foram fruto do conhecimento que existia até então e faz refletir se, por desconhecimento, não agimos de forma semelhante aquela da qual teve que aprender na escola.
Com o tempo cursou uma faculdade de administração de empresas e, felizmente, pode conviver com um professor que o despertou para o potencial que esse curso poderia ter na sua vida profissional e sua adequação aqueles valores que tanto preza e que crê serem importantes para a sociedade como um todo. Sempre acreditou que são as pessoas que fazem o mundo dos negócios girar e prosperar, contudo, logo percebeu que como colaboradores, na grande maioria das empresas, somos considerados como meras partes de uma engrenagem corporativa, que transforma funcionários em robôs. Felizmente a era do conhecimento, da interação via web e da cocriação começa abrir suas portas, certamente com a contribuição de pessoas com pensamentos assemelhados ao do autor, e as pessoas passam a ser tratadas de forma mais adequada.
Na mesma linha, as empresas por um lado desejam pessoas talentosas, criativas e com grande potencial inovador e não conseguem criar mecanismos, valores, ambientes, modelos e normas apropriados para essa nova realidade.
Assim, este estudo pretende descobrir como tornar o ambiente corporativo mais adaptado ao desenvolvimento de pessoas talentosas, criativas e inovadoras. Para que isso possa se tornar realidade, certamente, muitos hábitos e atitudes que constituem paradigmas e seus respectivos modelos mentais devem ser questionados e, quem sabe, recriados. Obviamente será, em muitos momentos, necessário pensar fora da caixa e utilizar parte das inteligências que dispomos e que, na maioria das vezes, encontram-se adormecidas.
Para que o estudo não se atenha exclusivamente ao mundo acadêmico e seja aplicável ao mundo corporativo, o cenário que se avizinha, conforme descrito no tópico “Evolução das Organizações e Cenários Futuros” será aquele preconizado por Prahalad (2009): os produtos e serviços devem ser pensados para ser cocriado por consumidores individuais (N=1) e não mais para grupo de consumidores e, diante de um mundo onde as tecnologias da informação e de comunicação se mostram cada vez mais vigorosas e aproximam continentes, os recursos passam a ser globais (R=G). Ou nos dizeres dos autores “N=1 e (...) R=G”. (PRAHALAD e KRISHNAN, 2009. p. 3) . Também realizar-se-á o estudo percebendo o mundo onde a coopetição (cooperar + competir) passa a ser cada vez mais importante e as fronteiras econômicas mais vigorosas que as fronteiras territoriais.
As premissas para a realização desse estudo são:
As finanças são importantes;

Os materiais e as informações, também;

Contudo, são as pessoas que fazem à diferença.




    1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   72


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal