Certificado



Baixar 261,46 Kb.
Página7/16
Encontro05.07.2018
Tamanho261,46 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   16
14h00 às 16h00

O MASCULINO NA MÍTICA GREGA

Descrição da atividade: As figuras míticas são expressões arquetípicas, isto é conferem imagens, formas, conteúdos ás virtualidades psíquicas contidas nos arquétipos.

Assim, temos a grande mãe, o grande pai, o herói, o mestre, o tricster, a criança, etc. que encontram nos personagens míticos uma identidade com a qual podemos dialogar.

Conhecer e estudar os mitos nos permite adentrar na fonte que jorra da psique em busca de expressão e compreensão.

Neste trabalho pretendemos discorrer sobre a evolução e diferenciação do princípio masculino na mítica grega. A discussão visa tanto o gênero masculino, como o masculino em cada pessoa.

A partir da psicologia de Carl Gustav Jung, um notório conhecedor da importância dos mitos, veremos diferentes manifestações do pai/homem/filho. Especialmente serão discutidos: Urano, Cronos, Zeus, Posidon, Hades, Hefesto, Apolo, Ares, Hermes e Dioniso.

Proponente(s): Monitoria de Psicologia Analítica, representante Maria Eugênia Fedewicz.

Palestrante(s): Ana Maria Cordeiro



Local: Auditório 100 A – 1º Andar do Prédio Novo
MESA REDONDA: JUSTIÇA RESTAURATIVA, ADOLESCENTES EM CONFLITO COM AS LEIS E RESPONSABILIDADES: UMA EXPERIÊNCIA DE INTERVENÇÃO E PESQUISA, E LANÇAMENTO DA PUBLICAÇÃO JUSTIÇA RESTAURATIVA JUVENIL. RECONHECER, RESPONSABILIZAR-SE, RESTAURAR( CENTRO DE EDUCAÇÃO POPULAR E DIREITOS HUMANOS(CDHEP) E SECRETARIA NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS

Descrição da Atividade: Discussão sobre:



  1. Justiça Restaurativa e adolescência em conflito com a lei: marcos históricos, legais e conceituais

  2. A perspectiva da pesquisa e apresentação de um caso de adolescente acompanhado pela pesquisa: Problematizações em torno da responsabilização a partir de estratégias restaurativas

  3. O contexto do Projeto Novas metodologias em Justiça Restaurativa em Campo Limpo e São Caetano do Sul (2009-2013); apresentação da publicação

Proponente(s): Programa de Pós- Graduação em Psicologia Social( Núcleos Psicanálise e Política e Lógicas Institucionais e Coletivas) e dos Núcleos Contextos em Crise; Intervenções clínico-institucionais e Práticas Clínico-educacionais junto à infância e juventude: Constituição da subjetividade e cidadania Educação ( 5º ano de Psicologia).

Participantes(s): Adriana Padua Borghi (advogada); Marta Cerrutti ( psicanalista);

Profª Drª Maria Cristina G. Vicentin ( psicóloga).

Local: Auditório 100 - 1º andar do Prédio Novo




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   16


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal