Campus natal curso de licenciatura em teatro departamento de artes


Se eu falar, a minha dor não cessa e, calando-me, qual é o meu alívio?”



Baixar 0,83 Mb.
Página2/15
Encontro01.06.2018
Tamanho0,83 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15



Se eu falar, a minha dor não cessa e, calando-me, qual é o meu alívio?”



Jó 16.6

RESUMO
O presente trabalho busca compreender a construção de um corpo sensível a partir de uma prática laboratorial desenvolvida através das minhas vivências no Arkhétypos Grupo de Teatro e na disciplina de Atuação III. É feito um breve levantamento histórico acerca das transformações que o Arkhétypos viveu ao longo sua existência e são analisadas as diferenças e similaridades entre os quatro espetáculos elementares: água, terra, ar e fogo. Através de uma pesquisa sobre as minhas vivências no Grupo e através de uma investigação sobre o meu próprio corpo reflito sobre minha descoberta pessoal.Tais reflexões foram fundamentadas a partir da busca de um corpo sensível e ancoradas nos autores João Francisco Duarte Junior; Jerzy Grotowski e Robson Haderchpek. Utilizo também ao longo desta reflexão os meus diários de bordo e discorro sobre as três principais técnicas que me levaram a compreender este estado sensível do corpo.O estudo foi pensado numa perspectiva que dialoga a teoria e a prática chegando-se a uma definição de corpo sensível que se expressa através da libertação do ser enclausurado, um ser que usa suas excitações para fazer vibrar neste corpo cênico uma emoção memorial libertaria mundo.



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal