Caminhos para avaliar o progresso



Baixar 267,32 Kb.
Página1/6
Encontro13.01.2020
Tamanho267,32 Kb.
  1   2   3   4   5   6

Caminhos para avaliar o progresso

O clima foi de festa quando confirmada a sexta posição do Brasil no ranking das maiores economias do mundo, em março deste ano. O país ultrapassou a riqueza do Reino Unido esbanjando o montante de 4.143 trilhões de reais do Produto Interno Bruto (PIB). Noticiários e economistas internacionais ressaltaram o crescimento da economia brasileira, em meio à crise nos países da Europa. Ponto positivo para o Brasil.



Mas temos mesmo uma vida de país de “primeiro mundo”? De tempos em tempos, essa pergunta volta à tona. Analistas questionam se o PIB, medidor mais prestigiado entre os líderes globais, é mesmo o melhor mecanismo para avaliar o progresso de uma nação.



De que forma vamos garantir o sorriso no rosto das diversas gerações? 
Foto: UN/Photo

O índice criado na década de 1930 pelo russo naturalizado norte- americano Simon Kuznets lhe rendeu inclusive um Prêmio Nobel de Economia e foca na soma em valor monetário de todos os bens e serviços produzidos por um país. Deixa de fora, por exemplo, a riqueza dos bens naturais, o acesso ao conhecimento, o bem-estar social, psicológico e a boa governança.



Maiores PIBs:
Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, França, Brasil

Maiores IDHs:
Noruega, Austrália, Holanda, Estados Unidos e Nova Zelândia - Brasil 84º

Maiores IRIs:
China, Alemanha, França, Chile e Brasil




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal