Bianca Petrina Toma



Baixar 0,62 Mb.
Página1/17
Encontro26.03.2018
Tamanho0,62 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17



Escola de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Economia Política

Incentivos Não-Pecuniários dos Gestores de Topo

Bianca Petrina Toma


Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de

Mestre em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos

Orientadora:

Doutora Helena Maria de Sousa Lopes, Professora associada com agregação


ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa

Setembro, 2015

AGRADECIMENTOS

O espaço limitado desta secção de agradecimento não me permite agradecer, como devia, a todas as pessoas que, ao longo do meu Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos me ajudaram, direta ou indiretamente, a cumprir os meus objetivos e a realizar mais uma etapa da minha formação académica. Desta forma, deixo apenas algumas palavras com um profundo sentimento de agradecimento.

À minha orientadora, pela disponibilidade, atenção dispensada, paciência, dedicação, apoio e pelas palavras de incentivo... um Muito Obrigada. 

Aos docentes do Mestrado, por toda a disponibilidade, todo o apoio e todos os conhecimentos transmitidos.

Aos entrevistados, pela sua disponibilidade em partilhar as suas opiniões que enriqueceram este trabalho.

Aos meus amigos e colegas que estiveram ao meu lado durante esta etapa, pela força e apoio nos momentos mais complicados.

Por último, à minha família e, especialmente aos meus pais pelo seu apoio incondicional, incentivo e paciência na superação dos obstáculos que foram surgindo ao longo deste trabalho.

Muito obrigada!

RESUMO

Nos dias de hoje, tem-se revelado muito importante para as organizações a qualidade do empenho profissional dos seus gestores de topo. Como tal, o tema referente à compensação e à motivação dos executivos de topo tem gerado várias discussões académicas e empresariais. Este trabalho tem como objetivos perceber qual o impacto dos incentivos não-pecuniários na motivação dos gestores de topo e qual a articulação entre os incentivos pecuniários e não-pecuniários. Precisamente porque a base salarial destes profissionais é bastante acima da média, torna-se interessante compreender quais os incentivos não-pecuniários que as organizações oferecem, ou deveriam oferecer, e que podem marcar a diferença para um gestor de topo.

Esta pesquisa apresenta, em primeiro lugar, uma revisão de literatura da psicologia social e organizacional e também alguma literatura em economia sobre temas como a motivação, os sistemas de incentivos pecuniários e não-pecuniários e os seus efeitos, tendo-se procurado literatura que trata mais especificamente da categoria profissional dos executivos de topo. Em segundo lugar, na pesquisa empírica entrevistámos onze gestores de topo de várias organizações. Em termos metodológicos, optámos pela análise de conteúdo dos dados recolhidos nas entrevistas. Os resultados indicam que, apesar dos gestores valorizarem os incentivos não-pecuniários, não estariam dispostos a trocá-los por uma diminuição dos incentivos pecuniários. Observámos ainda a existência de alguma discrepância entre os fatores que os gestores declaram ser motivadores e os incentivos que declaram receber das suas empresas.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
oficial prefeitura
ensino médio
minas gerais
Boletim oficial
Concurso público
educaçÃo infantil
Universidade estadual
seletivo simplificado
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
Dispõe sobre
outras providências
recursos humanos
secretaria municipal
Conselho municipal
psicologia programa
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
Relatório técnico
Corte interamericana
público federal
ministério público