Atividade estruturada da disciplina psicologia geral II



Baixar 78,72 Kb.
Página1/2
Encontro20.11.2019
Tamanho78,72 Kb.
  1   2


Curso de Bacharelado em Serviço Social
ADAISA CÔRTES
ATIVIDADE ESTRUTURADA DA DISCIPLINA PSICOLOGIA GERAL II

SALVADOR

2015

Curso de Bacharelado em Serviço Social


Adaisa Côrtes


ATIVIDADE ESTRUTURADA DA DISCIPLINA PSICOLOGIA GERAL II
Atividade apresentada como requisito parcial para aprovação na disciplina Psicologia Geral II do Curso de Serviço Social da Estácio de Sá sob o acompanhamento da Profª Carla Pires Mendes.


SALVADOR

2015

A ATIVIDADE DO ASSISTENTE SOCIAL E SEU CARÁTER SÓCIO POLÍTICO, CRÍTICO E INTERVENTIVO.

O presente relatório foi realizado a partir de uma solicitação acadêmica para a investigação e contato direto com profissionais de Serviço Social que já atuam na profissão e ampliação da percepção e entendimento acerca da formação, atuação e oportunidades de trabalho do Assistente Social.

Para o desenvolvimento deste, a área de exercício destacada foi a Educação, onde será explanada a importância do desempenho do Assistente Social nas redes de ensino Público e Privado na esfera da Educação Superior. Nesta atividade foi utilizada a entrevista, o diálogo e a pesquisa como instrumento de trabalho.

As Instituições de ensino possuem uma formação heterogênea no seu quadro discente em relação às diversas realidades sociais e suas questões, que muitas vezes, necessitam da mediação e trabalho interdisciplinar envolvendo o saber político, interventivo e crítico do Assistente Social diante essas adversidades. Nesse contexto, refletir sobre a prática desse profissional e suas possibilidades de contribuição nas redes de ensino, torna-se cada vez mais necessário. Visto que, um dos deveres que está posto no Código de Ética do Serviço Social é o fazer das garantias de direitos sociais. Sendo a educação um direito garantido na Constituição Federal, logo faz parte das políticas públicas democratizadoras do nosso Estado. Lembrando, que uma das funções do Assistente Social, é o estudo da realidade social emitindo pareceres, propondo medidas e políticas sociais, planejando, elaborando e executando programas e projetos sociais e prestando consultoria a Instituições públicas e privadas, entre outros.

O Serviço Social é uma profissão regulamentada no Brasil pela Lei 8662/1993. Surgiu através do assistencialismo prestado pela igreja Católica aliada ao empresariado que tinha a necessidade de conter os movimentos sociais na década de 30. Não obstante, aproximou-se da rede de ensino na forma de assistir às famílias em relação à evasão escolar, situações consideradas como um desvio, algo que ultrapassava os limites pedagógicos. Como o abandono, o óbito de um ou de todos os responsáveis, acidentes, casos de invalidez, maternidade etc. Primeiramente, nas séries iniciais e nos dias de hoje, alcançando o Ensino Superior.

Atualmente, o Assistente Social vem ocupando espaço nas Instituições de ensino, por se caracterizarem profissionais capazes de lidar com as demandas relativas aos conflitos sociais, políticos, econômicos e culturais que interferem no sistema educacional, de forma a cooperar com a efetivação da educação como um direito para a conquista da cidadania. Um número significativo de jovens vem ingressando no meio acadêmico através dos diversos projetos educacionais promovidos pelo governo, como o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), Programa Universidade para Todos (ProUni), Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior (Promisaes), Educa Mais Brasil (Programa de Inclusão Educacional). Sabe-se que a maioria desses alunos são oriundos da rede de ensino público e que surgem da camada social menos privilegiada, onde o enfrentamento das questões sociais fazem parte de sua sobrevivência. Para além desse público, está a construção de uma nova cidadania, a qual marca a construção do século XXI. São novos modelos de família, conquistas de gênero, outras orientações sexuais, busca pela equidade racial e a introdução e conscientização sobre o mercado de trabalho.

Ademais, existe a necessidade de repensar o ingresso e percurso do estudante de Graduação em Serviço Social em razão da vasta oferta de cursos tendo como contrapartida um espaço pouco receptivo para a realização da prática supervisionada, emergindo nesse cenário a contradição dessa rejeição ser expressa pelos profissionais atuantes.

A realização desta atividade possibilitou a ampliação dos conhecimentos teóricos, através do contato direto com a realidade onde foi possível compreender o cotidiano ao qual está inserido o profissional de Serviço Social, com suas lutas e limitações perante a Política Educacional Brasileira.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
oficial prefeitura
ensino médio
minas gerais
Boletim oficial
Concurso público
educaçÃo infantil
Universidade estadual
seletivo simplificado
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
Dispõe sobre
outras providências
recursos humanos
secretaria municipal
Conselho municipal
psicologia programa
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
Relatório técnico
Corte interamericana
público federal
ministério público