Aspectos históricos e fundamentos teóricos para Avaliação Psicológica e Psicometria



Baixar 71.5 Kb.
Página1/7
Encontro06.07.2018
Tamanho71.5 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7



Aspectos históricos e fundamentos teóricos para Avaliação Psicológica e Psicometria
A reflexão sobre possibilidade da avaliação psicológica em diferentes áreas da psicologia requer uma postura seria e eficaz. Sua organização permite contemplar um modelo clássico de psicometria acompanhado com uma abordagem mais projetiva, com incursões sobre questões éticas que fundamentam a avaliação.
HISTÓRIA

Apesar do seu passado longo, a história da avaliação em Psicologia neste país ainda se escrevendo.



Avaliação psicologia na psicologia : A psicologia enquanto ciência compreende a busca de conhecimento do comportamento humano. Neste contexto, a avaliação psicológica surge como uma possibilidade de descrever, explicar e antecipar este comportamento.

(...) todavia é importante ressaltar que a avaliação psicológica é um saber cientifico igualmente fundamentado por teorias, pesquisas, técnicas, normas e padrões que o diferencia do senso comum”. (Wechsler in CRP 13o, 2001).

* Breve histórico da avaliação psicológica/psicometria:

- Influência do desenvolvimento nos Estados Unidos e na Europa ao Final do Século XIX (1800)

- MARCOS: Mundo

*Os trabalhos desenvolvidos no laboratório de Wundt na Alemanha ( em 1884).

*Pelo Francis Galton, em 1884: Acreditava numa capacidade mental geral.

*Binet, na França (contemporânea de Galton), elaborava uma das primeiras escalas de desenvolvimento mentais.

*E pelo norte – americano James Mckeen Cattell em 1890, “teste mental”.

*Sperman, todas as habilidades humanas têm um fator comum, geral, e um especifico. O primeiro foi chamado de Fator G . O segundo Fator e .

- Brasil:

* 1909 e 1912 – Clemente Quaqlio – 1º laboratório em grupo escolar,–SP escola normal;

*1914 – Reorganizou laboratório da praça da república – Psicólogo – Ugo Pizzoli;

*1920 – Lourenço Filho – Atividade de Pesquisa junto com Noemy da Silveira Rudolfer;

Lourenço Filho é conhecido por ter publicado 1º teste do Brasil – ABC – destinado à avaliação da prontidão escolar.

*1920 – Instituto de Psicologia – Ulisses Pernambuco – No Recife;

*1920 – Helena Antipoff – funda o laboratório de psicologia – Minas Gerais e sociedade Pesta Lozzi e o núcleo de atendimento e pesquisa aos excepcionais;

* ISOP – Onde foram criados e publicados a maior quantidade de instrumentos psicológicos – Incentivador: Emilio Myra e Lopez – criou Arquivos Brasileiro em Psicologia.

ISOP: Deu início aos exames psicotécnicos

Psicodiagnóstico Miocinético – por Myra e Lopes.

*1950 a 1960: foi intensamente produtivo para os pesquisadores brasileiros interessados na construção de testes para nossa realidade. Ocorreu investimento agências federais e estaduais interessados em Seleção e Orientação Profissional SENAC, SENAI

Testes Criados:

Av. da inteligência, interesses e aptidões:

- Inteligência Verbal (1950)

- Inteligência Não Verbal (INV – 1955)

- Inteligência Geral – SEMAI AG3 (1966)

- Bateria fatorial SENAC e CEPA (1964)

*1962 – Lei federal exigia “exame psicotécnico” para todos os condutores, 1999 presidente vetou, mas logo em seguida retornou;

-Até o inicio dos anos 80 - A critica bastante difundida quanto à inadequação de instrumentos criados em outras culturas para a população brasileira teve um efeito bastante negativo entre os psicólogos da época.

Situação atual da avaliação psicológica no Brasil:

- Só na década de 80 o descrédito dos instrumentos psicológicos foram percebidos. (Neste período foram propostos laboratórios de pesquisas em medidas e instrumentos psicológicos.).

- laboratórios década 80:

CABPAM – Universidade de Brasília – c/finalidade de construir e/ou adaptar testes psicológicos;

CITEPP – Universidade de SP-

- Laboratórios década 90:

CAMP- PUC- Campinas

CAM – Universidade federal do RJ

CABAPE - Universidade de São Francisco, UNISINOS – (CIAP)

CEPAP – PUC – Minas Gerais

- Em outros espaços foram organizados grupos de estudos: RJ, BH, BA, Canoas (RS), João Pessoa, Natal, etc.

* Então, na atualidade um movimento de retorno em prol da construção e desenvolvimento psicológicos para nossa realidade.

*Apoio: - Sociedade Brasileira de Psicologia

Incluir dentro dos seus temas de debates na reunião anuais, os problemas relacionados ao ensino e a produção de material em avaliação ψ.

-CRPs ( Três comissões de Av. cientifica), 2 décadas, SA TE PSI (sistema de Av. testes psicológicos)

Avaliação Psicológica: Bases Científicas e procedimentos

* A avaliação psicológica é uma função privativa do Psicólogo e como tal se encontra definida na lei 4.119 de 27/08/62 (letra “a”, do parágrafo 1º do artigo 13.

*Avaliação Psicológica é : á coleta e interpretação de informações psicológicas, resultantes de um conjunto de procedimentos confiáveis que ao Psicólogo julgar um comportamento. Aplica-se ao estudo de casos individuais ou de grupos ou situações. (Pasquali in CRP 13o, 2001).


  • Para Avaliação Psicológicas é necessário procedimentos confiáveis.

- Um procedimento confiável apresenta alto grau de precisão e validade.

- Precisão: grau de confiabilidade do instrumento

- Validade: capacidade para atingir os objetivos para os quais foi construído.

Objetivo da Avaliação: cobrir diferentes aspectos do comportamento tais como interesses, atitudes, aptidões, desenvolvimento e maturidade, condições emocionais e de conduta e personalidade em geral, bem como reações em fase de determinados estímulos ou situações, espontâneas ou não.

Finalidade da Avaliação Psicológica:

Orientação psicopedagogica, campo familiar, escolar ou empresarial, na orientação vocacional e educacional, na seleção e treinamento de pessoal, na formação de equipes ou agrupamentos humanos, nas atividades sócias, profissionais e econômicas, no trabalho, no lazer e no esporte, na clínica educacional ou psicológica, na prevenção ou tratamento de distúrbios psicológicos e na psicoterapia. Também em pesquisas ciêntificas, na justiça, serviços sócias - enfim toda atividade no qual o comportamento psicológico de indivíduos ou de grupos possa ser fator relevante.



Na natureza dos instrumentos de avaliação: (bastante variado)

- Testes Psicológicos

- Questionarios

- Entrevistas

- Observações situacionais, Técnica de dinâmicas de grupo...

Os mais conhecidos são os testes psicológicos:



Testes Psicológicos é: uma medida objetiva e padronizada de uma amostra de comportamentos.

a) Medida objetiva e padronizada: mesma tarefa, uniformidade no processo...

b) tempo, amostra uniformidade...

De modo geral, os testes psicológicos podem ser divididos de acordo com a seguinte classificação:

- Testes ou Escalas de Desenvolvimento: procuram avaliar o desenvolvimento humano sob vários aspectos, tais como: social, mental, psicomotor, emocional, emocional e outros. Os testes de desenvolvimento mental são mais conhecidos como testes de inteligência.

-Os testes de aptidões: avaliam um conjunto de características sintomáticas da habilidade com que um sujeito pode adquirir conhecimento, dotes, destrezas. Permitem construir um perfil que revela aspectos fortes e/ou fracos da capacidade de desempenho de um individuo em certas tarefas.

- Os testes de personalidade: geralmente se referem às características tais como o ajustamento emocional, relações sócias, motivação, interesse e atitudes, traços de personalidade e sua dinâmica. Podem ser divididos em: questionários ou inventários, técnicas projetivas e testes situacionais ou de realização.

-Inventários ou questionários: estes são constituídos de perguntas padronizadas, onde o sujeito geralmente tem como possibilidade de resposta, o “sim”, o “não” ou a da “dúvida”.

- Nas técnicas projetivas: o sujeito deve realizar uma tarefa relativamente não estruturada que permita uma variedade quase ilimitada de respostas possíveis.

- Testes Situacionais/ Realização: o sujeito deve executar tarefa(s) especifica(s) que, geralmente, reproduzem situações da vida real. OBS: Só acompanha outros procedimentos.

- Finalidade: avaliar o comportamento futuro em determinada tarefa ou situação.

-Entrevista: concebida como uma conversação dirigida a um propósito definido de avaliação.





Baixar 71.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana