As provas de ingresso realizadas na 2ª fase de exames são válidas para todas as fases de candidatura?



Baixar 11.47 Kb.
Encontro15.08.2018
Tamanho11.47 Kb.

Para além das FAQ’S disponibilizadas pela DGES sugerimos as seguintes:
As provas de ingresso realizadas na 1ª fase de exames são válidas em todas as fases de candidatura?

Sim.
As provas de ingresso realizadas na 2ª fase de exames são válidas para todas as fases de candidatura?

Não, apenas são válidas para a 2ª e 3ª fase de candidatura. Exceptuando-se situações em que disciplinas que não integrem o plano de estudos do ensino secundário e cujo exame tenha coincidido em dia e hora de realização com um exame da 1ª fase efectivamente realizado pelo aluno.
Alunos colocados na 1ª fase de candidatura e matriculados/inscritos, que concorram à 2ª fase de candidatura, e que fiquem colocados, podem assegurar a colocação resultante da 1ª fase?

Não, atendendo a que a colocação na 2ª fase anula a colocação na 1ª fase.


O montante correspondente ao pagamento da matrícula/inscrição e propina no estabelecimento/curso onde o aluno ficou colocado na 1ª fase, poderá ser utilizado na 2ª fase?
Sim, é um processo automático em que o estabelecimento transfere todo o montante despendido para o estabelecimento onde o aluno ficou colocado na 2ª fase.
Os alunos que realizam provas de ingresso (PI) no ano em que estão a concluir o 11º ano, as mesmas terão que validade, para efeitos de ingresso no ensino superior?

São válidas como PI no ano em que são realizadas e nos dois anos seguintes.


Em que consiste a Preferência regional?
A preferência regional consiste num benefício concedido pelos estabelecimentos de ensino superior a alguns candidatos a quem é dada prioridade no acesso a determinados cursos, com base no seu local de residência.
Traduz-se numa determinada percentagem do total de vagas (até um máximo de 50%) que é reservada apenas aos candidatos provenientes de determinado(s) distrito(s) situados na área de influência do estabelecimento de ensino.

Estes candidatos passam assim a beneficiar de uma preferência em relação aos restantes, mesmo que eventualmente tenham uma nota de candidatura inferior.


Mas só essa percentagem de vagas é abrangida pela preferência, as restantes vagas serão preenchidas pela via normal, de acordo com a nota de candidatura dos candidatos.
Se o aluno pretender beneficiar da preferência regional tem que requerer no estabelecimento de ensino secundário onde realizou os exames nacionais a inclusão, na Ficha ENES 2011, da informação necessária à comprovação da condição exigida na alínea c) do nº 5 do artº 17º do Regulamento: "ter estado matriculado e concluído os 11º e 12º anos de escolaridade em estabelecimento de ensino secundário localizado na área de influência do par estabelecimento/curso de ensino superior".
Se o aluno residir num dos distritos abrangidos pela preferência regional isso significa que tem mais uma vantagem para se candidatar a estes cursos.

Mas não esquecer que tem de indicar expressamente no boletim de candidatura que pretende beneficiar de preferência regional ao concorrer a cada um dos cursos.



Em que consiste a Preferência habilitacional?
Esta surge no caso do curso de Técnico Superior de Justiça e significa que 30% das vagas se destinam a técnicos de serviços jurídicos de nível secundário.

NOTA: Preferência Regional: a comprovação é feita na Ficha ENES, não sendo necessários documentos adicionais;



Perguntas frequentes Página

Actualizado em 15-07-2013




Baixar 11.47 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana