As implicaçÕes das emoçÕES, dos afetos e dos sentimentos na prática pedagógica a partir da psicologia sócio-histórica



Baixar 4,98 Kb.
Encontro30.03.2018
Tamanho4,98 Kb.

AS IMPLICAÇÕES DAS EMOÇÕES, DOS AFETOS E DOS SENTIMENTOS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA A PARTIR DA PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA.
Flávia Gonçalves da Silva – PUC – SP

O objetivo deste texto é trazer algumas reflexões acerca das implicações das emoções, dos afetos e dos sentimentos para a educação, em especial para a prática pedagógica, na perspectiva da psicologia sócio-histórica. Esses temas têm ganhado significativo destaque em vários setores da sociedade e das áreas de conhecimento, inclusive na educação, que encontra nas pedagogias do afeto e nas teorias da inteligência emocional, entre outras, sustentação teórica para subsidiar práticas educativas. A partir de uma breve análise de alguns textos de autores que defendem as proposições dessas teorias na educação, percebeu-se que as emoções, os afetos e os sentimentos são compreendidos de forma a-históricos, portanto naturalizantes, e dicotômicos. A dicotomia é evidente quando postulam a existência de dois tipos de mente, a racional e a emocional, que, apesar da harmonia que pode haver entre elas, cada uma constrói um tipo de conhecimento diferente. A naturalização se evidencia nessa relação dicotômica entre emoção e razão e na necessidade de alfabetizar não só a razão (cognição), como a escola já faz por meio da transmissão dos conteúdos curriculares, mas também a emoção, por meio de valores morais e éticos. A psicologia sócio-histórica por compreender o desenvolvimento humano a partir das e pelas relações sociais, compreendem que emoções, afetos e sentimentos só existem e se desenvolvem de forma indissociável com todos os elementos que constituem o psiquismo, inclusive a cognição. Os argumentos para compreender as emoções, os afetos e os sentimentos de forma histórica e indissociável dos demais aspectos constitutivos do psiquismo, será desenvolvida a partir da concepção de desenvolvimento humano; da gênese das emoções, afetos e sentimentos; do desenvolvimento das funções psicológicas superiores; do desenvolvimento da linguagem; e da atividade.



Palavras-chave: Psicologia Sócio-Histórica; Emoções e afetos; Práticas educativas.
: anteriores
anteriores -> Formação de professores e pesquisa: metodologias de participação, colaboração e autoformação
anteriores -> MediaçÃo da aprendizagem no ensino de psicologia de educaçÃo sob a perspectiva de reuven feuerstein: uma pesquisa-açÃo no curso normal nível médio
anteriores -> A influência da família na construçÃo da noçÃo de lucro na criança trabalhdora de rua de curitiba
anteriores -> EducaçÃo científica e atividade grupal na perspectiva sócio-histórica
anteriores -> O aprender do adulto: contribuições da teoria histórico-cultural
anteriores -> Referências bibliográficas
anteriores -> Da inovaçÃo técnica à inovaçÃo edificante: o ensino de Didática em questão
anteriores -> O estágio supervisionado na formaçÃo do(A) professor(A) de educaçÃo física
anteriores -> RepresentaçÕes de alfabetizaçÃo em discursos escolares: harmonia entre palavras proferidas e coisas feitas
anteriores -> As práticas cotidianas de alfabetizaçÃO: o que fazem os professores


Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal