As Cinco Linguagens do Amor


O Corpo Existe Para Ser Tocado



Baixar 0,63 Mb.
Página31/62
Encontro29.11.2019
Tamanho0,63 Mb.
1   ...   27   28   29   30   31   32   33   34   ...   62

O Corpo Existe Para Ser Tocado


Tudo o que há em mim reside em meu corpo. Tocar em mim significa afagá-lo. Afastar-se dele é distanciar-se de mim, emocionalmente. Em nossa sociedade, um aperto de mão co­munica acordo e exclusividade. Quando, em raras ocasiões, um homem recusa apertar a mão de outro, a mensagem que essa atitude comunica é que as coisas não vão bem naquela amizade. Todas as sociedades possuem formas de toque físico como cumprimento social. A maioria dos homens america­nos não se sente confortável com fortes abraços e beijos, mas na Europa eles têm a mesma função de um aperto de mão.

Em cada sociedade há formas adequadas e inadequa­das de se tocar as pessoas do sexo oposto. A recente atenção voltada para os assédios sexuais tem evidenciado as formas inapropriadas. No casamento, entretanto, tudo isso é deter­minado pelo casal, dentro de algumas amplas diretrizes. Abuso físico é, naturalmente, condenado pela sociedade e existem organizações sociais cujo objetivo é ajudar tanto es­posas quanto esposos vítimas dos excessos. Nossos corpos foram feitos para toques, mas não para abusos.



Se a primeira linguagem do

amor de seu cônjuge for o

Toque Físico”, nada será mais



importante do que abraçá-la

(o) quando ela (ele) chorar.

Este século caracteriza-se como a era da abertura e li­berdade sexual. Essa conquista, porém, tem demonstrado que o casamento onde ambos os cônjuges são livres para ter rela­ções sexuais com outros parceiros é uma ilusão. Os que não discordam disso por motivos morais, não aceitam por razões emocionais. Há alguma coisa em nossa necessidade por inti­midade e amor que não nos permite dar tal liberdade a nos­so cônjuge. A dor emocional é profunda e a intimidade evapora-se quando tomamos conhecimento de que nosso côn­juge está envolvido sexualmente com outra pessoa. Os ar­quivos dos conselheiros estão repletos de registros de espo­sos e esposas que tentam superar o trauma emocional de um cônjuge infiel. Esse problema, entretanto, é multiplicado para aquele cuja primeira linguagem do amor é o ‘Toque Físico”. É por isso que machuca tanto — o “Toque Físico” como ex­pressão do amor — agora é dado a outra pessoa. Não é que o tanque emocional tenha se esvaziado; o fato é que ele explo­diu! Serão necessários inúmeros reparos para que aquelas necessidades emocionais sejam supridas.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   27   28   29   30   31   32   33   34   ...   62


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal