Ano II – Edição Especial nº 07 :: Assédio Moral e Assédio Sexual 1ª Parte



Baixar 0,76 Mb.
Página10/72
Encontro28.11.2019
Tamanho0,76 Mb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   72
volta ao índice

volta ao sumário

1.3. Relator o Exmo. Juiz Leonardo Meurer Brasil. 1ª Turma. Processo nº 00015-2002-012-04-00-6 RO. Publicação em 01.09.2003.

EMENTA: INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. O dano moral, para que se efetive a obrigação de indenizá-lo, precisa ser cabalmente provado. O ônus da prova incumbe a quem alega, nos termos do art. 818 da CLT e art. 333, I, do CPC. Na espécie vertente, obteve êxito a autora em comprovar a ocorrência de prejuízos profissionais ou morais, capazes de ensejar o pagamento da indenização pretendida. Todavia, os elementos balizadores para o arbitramento do dano moral devem levar em consideração a reprovabilidade da conduta ilícita, a intensidade e duração do dano, a capacidade econômica do causador e as condições sociais do ofendido. Tem-se, portanto, como plenamente inadequado o valor determinado porquanto o dano moral não pode ser tratado como jogo de sorte ou mesmo causa de enriquecimento sem causa. Forçosa a redução do importe deferido pelo Juízo de origem.

(...)




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   72


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal